GastronomiaRelatos

A Melhor Lista de Viagem

25 de abril de 2013 1 Comentário

Comida vegetariana mais deliciosa que comi na vida!

 

(as escolhas revelam as minhas opiniões pessoais e não necessariamente as preferências de meus companheiros de viagem e programa)

Nada melhor para gerar material para uma lista (ou várias) do que viajar com o “Não Conta lá em Casa”. Sempre adorei fazer listas. Dessas de Top 10, tipo do David Letterman. Na adolescência, brincava de fazer Top 10 desde os melhores cafés da manhã da semana até das meninas mais gatinhas da sala. Já listei os tops filmes que já vi na vida, as tops músicas, os tops gols do Botafogo… Com o NCLC, percebi que tinha material não só para uma lista gigante (Top 100), mas para várias! Os melhores países, os piores, melhores hotéis, perrengues… mas preferi juntar tudo e criar o Top do Top (claro que com uma pitada de nonsense).

1. Melhor Hotel

Nunca nos hospedamos em hotéis cinco estrelas. O orçamento e os destinos em questão não permitem. Por isso, o Hotel Konak, em Sarajevo, capital da Bósnia, se destaca entre as opções de baixo custo com qualidade! O destaque pra mim no hotel era a internet projetada na televisão que você controlava da cama através de um teclado sem fio. Obviamente botei um vídeo de pornografia gay para rolar na TV do quarto de meus colegas de viagem e escondi o teclado. J

2. Melhor Refeição

Almoço vegetariano em Berat, na Albânia. O restaurante nem tinha nome. Era a sala da casa do dono, onde ele colocou umas três mesas e deu uma decorada bem charmosa até. Apresentação impecável e sabor delicioso em um cenário de castelo medieval no interior de um dos países mais pobres da Europa. Surreal!

3. Melhor Aeroporto

Não podia ser outro. O Melhor Aeroporto do Mundo, é o de Kuala Lumpur. Principalmente por sua internet WiFi grátis que permitiu navegar no iPhone até mesmo durante as longas viagens em um trenzinho automático que interligava as plataformas. O lugar tem cinema de graça, massagem, lounges, e até showzinhos ao vivo para que estiver esperando longas conexões.

4. Maior Perrengue

Sem dinheiro por três dias na Etiópia. Spray de pimenta na cara durante um treinamento na Itália. 12 horas no aeroporto do Chile pós-terremoto. Ilhado na Nova Zelândia por conta de um tornado. Nada disso chega perto do terror e pânico vivido na Chechênia, quando resolvi encarar o Barco Viking de um amistoso Parque de Diversão. Link para video desse episódio: https://vimeo.com/31937147 – at=0

5. Maior Fome

Ramadã no Iraque. Se não bastasse o Ramadã (só pode comer à noite) ainda rolava a escassez de alimentos pelo estado de guerra em que se encontrava o país ainda em 2009. Teve um jantar que comemos pão com tomate e cebola.

BONUS: Melhor Viagem!

Impossível eleger. Porque aí entram fatores por demais subjetivos. Do ponto de vista da hospitalidade (Irã, Japão, Cáucaso…), beleza natural (Tuvalu, Mianmar…), história (Etiópia, Bálcãs…), comida (Japão, Ossétia do Sul…), diversão (Indonésia, Coréia do Norte…). É legal fazer essas listas até para perceber que nesses anos foram muitas as histórias e momentos inesquecíveis com o “Não Conta lá em Casa”.

 

André Fran é um dos criadores/apresentadores da série de TV “Não Conta lá em Casa” (Multishow), onde quatro amigos encaram os roteiros mais polêmicos do planeta e semanalmente escreve aqui no nosso blog!

Veja Também

1 Comentário

Eduardo 26 de abril de 2013 at 10:48

O programa é fantástico. Na minha opinião um dos melhores já produzidos no Brasil. E o Fran está conseguindo manter o nível do NCLC nos seus texto. Informativo e divertido! Parabéns!

Responder