Relatos

Animais na Pista

13 de março de 2014 0 comentário

pinguins

Turismo de aventura, turismo exótico, turismo radical, esportivo, extremo… Todas essas searas já foram exploradas e comercializadas à exaustão e diferentes áreas dos mais variados continentes e países. Você pode ir à Nova Zelândia praticar esportes radicais, pode desafiar a radiação para visitar a cidade fantasma de Chernobyl, conhecer cenários de outro mundo no Djibuti, passar alguns dias no deserto no Egito… O que não falta é um farto leque de opções para quem acha que passar perrengue (de algum jeito, tipo ou forma) não só faz parte da experiência como é a grande graça da experiência. Mas tem um tipo de turismo que eu acho extremamente menosprezado e mal explorado: o turismo de animais. Não, não estou falando de madames levarem seus chihuahuas para passear em outro país em uma bolsa Louis Vuitton. Estou falando de você, caro leitor, sair do sofá para ver de perto jacarés, pandas, tubarões ou gorilas em seus habitats naturais.

 

Geralmente quando se fala em Turismo na natureza, animal, selvagem… a primeira imagem que vem na mentes é um turista de meia-idade e acima do peso travestido de caçador atravessando as savanas africana para ver uns leões tirando um cochilo. Mas existem inúmeras outras opções diferentes, originais e que farão sua pulsação acelerar de ver de perto algumas das mais belas criaturas do nosso planeta.

 

Ursos Polares- no norte do Canadá tem uma expedição onde você pode pegar um buggy e atravessar as estepes de Manitoba para ver a migração desses gigantes brancos de outubro a novembro!

 

Crocodilos- em qualquer época do ano você pode marcar uma viagem de barco ou uma viagem de 4 x 4 para ver alguns dos maiores, mais ferozes e perigosos animais do mundo: os crocodilos de água salgada australianos! Quando adultos esses bichões podem chegar até 12 metros de tamanho! E, sim: alguns deles já devoraram humanos.

 

Dragões de Komodo- na Indonésia eles são bem fáceis de encontrar. Guias te conduzem em trilhas no meio da floresta equipados com umas bengalas de madeira para afastar um ou outro dragão mais empolgado. Nada como um encontro face a face com o lagarto carnívoro mais perigoso do mundo!

 

Tubarão-Baleia- o maior peixe do mundo, apesar do nome assustador, é extremamente dócil. De agosto a outubro na Baía de Los Angeles, no México, você pode marcar excursões que te levam a nadar lado a lado dessas imensas criaturas.

 

Pinguins- alguns vôos até as Ilhas Malvinas (Falklands) e mais um vôo de bimotor (medo!) até Sea Lion Island e você pode ficar hospedado por alguns dias em meio à fauna variada da gelada patagônia. É estilo café da manhã vendo pinguins da varanda.

Veja Também