Gastronomia

As Cervejas e o futebol

26 de junho de 2014 1 Comentário

Não sou nenhum grande bebedor ou conesseur de cervejas. Mas sou um aficionado, tarado, viciado por outras culturas, suas características e as suas sutis (ou nem tanto) diferenças que dão toda a graça a esse vasto planeta onde vivemos. Uma de minhas grandes paixões está diretamente ligada a isso: o futebol (como deve ter ficado claro pelas últimas colunas). Meu foco e interesse durante os dias de jogos não consegue ser em nada que não seja esse adorável confronto desportivo entre nações. Cancelo compromisso, atraso a entrega de colunas e dou um jeitinho de acompanhar não só as partidas mas tudo que cerca esse grande evento: o dia-a-dia das delegações, os destaques das torcidas, o divertido intercâmbio de povos da Europa, África e Américas… enfim, tudo!

 

Recentemente, percebi alguns amigos atentando para um aspecto bem curioso e interessante que está diretamente ligado aos jogos (pelo menos do lado das torcidas): as cervejas prediletas de cada grupo de torcedores. Resolvi então pesquisar e listar algumas delas. Tentando, quando possível, dar o meu insight (menos etílico do que cultural) sobre algumas delas.

 

MÉXICOCorona é a tradicional cerveja da galera do surfe, mas dizem que a Tecate é a favorita entre os torcedores de futebol.

 

HOLANDA– Impossível não citar a tradicional Heineken, que também está diretamente ligada ao futebol.

 

EUA– Ruins de bola mas gênios do marketing, os americanos já colocaram a Budweiser como patrocinadora oficial do maior evento de futebol do mundo. Presença maciça nos jogos, anúncios e estádios.

 

CHILE- A Cristal é a mais popular e patrocina até time de futebol chileno.

 

AUSTRÁLIA- A Victoria Bitter é característica com sua garrafinha gorducha e simpática. Apesar de ter um gosto meio estranho pros padrões brasileiros.

 

ARGENTINA– A Quilmes é o grande nome. Patrocina times por lá e faz os anúncios mais emocionantes da seleção Argentina.

 

GRÉCIA- Mythos, nome perfeito para uma cerveja grega. Já tomei uma apreciando o por do sol da Acrópole. Momento inesquecível, apesar da cerva ser bem ruinzinha.

 

IRÃ- A grande favorita dos muçulmanos no Irã é a Behnoush! Cerveja não alcoólica, claro. 😉

 

JAPÃO- A clássica Asahi é o supra-sumo do experimentalismo japonês. E tem um dos rótulos mais legais.

 

ALEMANHA- Warsteiner, Pilsner, Paulaner, Lowenbrau… O país das cervejas tem muitas brigando pelo posto de melhor. Tem para todos os gostos. E uma Oktoberfest por lá é o evento especial para qualquer cervejeiro que se preze.

 

INGLATERRA- O pint é característico na terra da Rainha. Servido quente, é mole? A favorita é a Carlsberg, mas quando servida em latinha é meio renegada. O ideal é um pint em um pub.

 

BÉLGICA- Stella Artois é o nome da fera. As surpresas, nas cervejas e no futebol atual, vem da Bélgica.

Veja Também

1 Comentário

Sidnei 4 de julho de 2014 at 12:26

Gostei da matéria. E segue minha opinião: A melhor cerveja é aquela que bebo ao lado de uma boa compania.
Abs.

Responder