Categoria

Projetos Sociais

Projetos Sociais

Projetos sociais que dão a oportunidade de transformação pessoal e profissional e ajudam a tornar sonhos refletem o comprometimento da Avianca Brasil com a sociedade. Por isso, temos o prazer de apoiar instituições dispostas a fazer o bem.

Apoiamos os seguinte projetos sociais:

  • Amigos do Bem
  • Instituto Filantropia
  • Instituto George Mark Klabin (iGMK)
  • Instituto Ronald McDonald
  • Médicos Sem Fronteiras (MSF)
  • União Brasileiro-Israelita do Bem-Estar Social (UNIBES)
Projetos Sociais

Campanha Doação nas Alturas

7 de dezembro de 2016 0 comentário

Avianca Brasil amplia a campanha Doação nas Alturas, uma parceria com o Instituto Ronald McDonald

Fizemos a ampliação da campanha Doação nas Alturas, criada para apoiar crianças e adolescentes com câncer e suas famílias. A ação, que inicialmente contemplava as bases de Congonhas (SP), Santos Dumont e Galeão (RJ) e Brasília, passa a contar com:

  • Aracaju (SE),
  • Curitiba (PR),
  • Florianópolis (SC),
  • Fortaleza (CE),
  • João Pessoa (PB),
  • Recife (PE),
  • Salvador (BA)

O aumento foi de 42% no número de voos semanais incluídos.

Como Funciona

A campanha Doação nas Alturas distribui envelopes durante os voos e os passageiros contribuem com uma doação anônima de qualquer valor. Durante a viagem, assistem a um vídeo e têm a oportunidade de conhecer melhor o trabalho realizado pelo Instituto Ronald McDonald. A ação já arrecadou mais de R$ 350 mil, destinados integralmente a projetos que visam aumentar as chances de cura do câncer infantil.

“Acredito que as doações são apenas uma parte da parceria com o Instituto. Pensamos muito em como dar mais visibilidade ao trabalho deles através de nossos mais canais de entretenimento a bordo e revista. Hoje, milhares de pessoas viajam em nossas aeronaves todos os dias, tendo a oportunidade de conhecer melhor o projeto e, de alguma maneira, colaborar ou divulgar a sua importância”, destacou Flavia Zulzke, gerente geral de Marketing da Avianca Brasil.

“Com a expansão da ação para outras rotas, mais pessoas poderão conhecer a atuação do Instituto Ronald McDonald e se engajar na ação. Agradecemos à Avianca Brasil pela parceria e aos seus funcionários que participam diretamente, de forma voluntária. Somente unindo esforços é possível viabilizar uma ação tão impactante e importante como esta”. Comentou Francisco Neves, Superintendente do Instituto Ronald McDonald.

O Instituto Ronald McDonald

O instituto foi fundado em 8 de abril de 1999 e está transformando a história da oncologia pediátrica brasileira. Em 17 anos, já destinou mais de R$ 300 milhões a ações que beneficiaram 2,9 milhões de crianças e adolescentes. A Avianca Brasil é parceira da instituição desde 2013.

Conheça quem são os paratletas patrocinados pela Avianca Brasil

Hoje, 11 de outubro, é comemorado o Dia do Deficiente Físico e a Avianca parabeniza a todos que, mesmo com as dificuldades do dia a dia, conseguem superar as limitações.

Um grande exemplo são os paratletas patrocinados pela Avianca. Atualmente patrocinamos três grandes nomes de esportistas brasileiros, além da ADD (Associação Desportiva para Deficientes).

O primeiro a receber a nossa marca estampada em suas camisas foi Jaciel Paulino. Ele é um dos paratletas que desde 2010 é patrocinado pela Avianca. Ele, que iniciou sua carreira no atletismo nas corridas rápidas, hoje coleciona medalhas de ouro nas principais maratonas do País. Jaciel é tetracampeão da São Silvestre (2007,2009, 2011 e 2012) e tricampeão da Maratona Internacional de São Paulo (2009, 2010 e 2012).

 

Jaciel Paulino e Tarcísio Gargioni

Da esquerda para a direita: Jaciel Paulino e Tarcísio Gargioni

Além de economia com o gasto de passagens aéreas, ter uma parceira como a Avianca Brasil é muito gratificante para mim.escutei outros atletas elogiando o atendimento e o carinho com que os funcionários da Avianca tratam a gente e os demais passageiros, assim como o cuidado que a companhia tem com as nossas cadeiras de corridas”. Destaca Jaciel.

Em 2015 começamos a patrocinar Ariosvaldo Fernandes, mais conhecido no mundo esportivo como Parré. O atleta já foi oito vezes campeão brasileiro, recordista nas provas de 100, 200 e 400 metros. Também participou dos Parapans do Rio em 2007, Guadalajara em 2011 e Toronto 2015. Conquistando nestas competições um total de 4 medalhas de ouro e 4 medalhas de pratas. Nas Paralimpíadas de Londres, ficou em quarto lugar nos 100 metros. Este ano, foi classificado para participar dos jogos paralímpicos do Rio, entre os dias 7 e 18 de setembro.

2º melhor do mundo

Durante a prova de classificação das paralimpíadas da 2ª Etapa Nacional, Parré garantiu um notável resultado. Subiu da 3ª posição para a 2ª no ranking mundial, ao percorrer a pista de atletismo de 100m em apenas 14 segundos e 38 centésimos.

Paratletas Jaciel Paulino, Parré e Antonio de Oliveira

Da esquerda para a direita os paratletas: Jaciel Paulino, Parré e Antonio de Oliveira

Atualmente, um dos grandes obstáculos para um atleta é o custo com passagens aéreas, já que muitos campeonatos estão fora do eixo Rio-São Paulo. Ter a Avianca como apoiadora da minha carreira me deixa bastante feliz. A diferença do atendimento, sempre bastante carinhoso, e do cuidado que a Avianca tem com os nossos equipamentos é bastante visível”. Afirma Parré.

Este ano, reforçamos esse time de campeões e começamos a patrocinar Antonio de Oliveira Rodrigues. Há pelo menos 7 anos, ele compete em provas de pista. Desde 2015 sustenta o primeiro lugar no Ranking Nacional na prova de rua de 800 metros.

Paratletas Jaciel Paulino e Antonio de Oliveira

Da esquerda para a direita os paratletas: Jaciel Paulino e Antonio de Oliveira

 

A Avianca Cargo está apoiando os Médicos Sem Fronteiras, na Exposição Conexões MSF, oferecendo o transporte, sem custo, do material utilizado na exposição.

A Avianca Cargo está apoiando a organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) oferecendo o transporte, sem custo, do material utilizado na exposição Conexões MSF de fotografias, que acontece em Recife até 11 de setembro. A programação inclui diversas atividades gratuitas para o público, espalhadas em 12 endereços da cidade.

“Temos orgulho de ampliar o relacionamento com Médicos Sem Fronteiras. Por meio da Avianca Cargo, contribuímos com o trabalho admirável dessa organização de escopo global, estimulando também a disseminação e conhecimento, informação e cultura”, destacou Flavia Zülzke, gerente geral de Marketing da Avianca Brasil.

Exposição Conexões Médicos Sem Fronteiras - Avianca

“O objetivo do evento Conexões MSF é conectar as pessoas às ações de ajuda humanitária de Médicos Sem Fronteiras em mais de 70 países. Há exibição de filmes, passeio ciclístico, oficina de jornalismo, debates e a exposição fotográfica, que foi transportada pela Avianca Cargo. Nos últimos meses, o suporte da Avianca Brasil tem sido muito importante para a realização do nosso trabalho no país. É gratificante trabalhar com uma empresa engajada em causas humanitárias”. Disse Alessandra Vilas Boas, diretora de Comunicação de Médicos Sem Fronteiras-Brasil.

Desde maio, temos uma parceria para transporte gratuito de profissionais do escritório brasileiro da MSF. Este apoio é utilizado para participar de reuniões sobre temas humanitários e outros eventos. Como exposições para sensibilizar o público brasileiro sobre as crises enfrentadas pelas populações atendidas pela organização.

 

Serviço:

Exposição Fotográfica – Conexões MSF

Local: Galeria Janete Costa (Parque Dona Lindu)

Horário: quartas a sextas-feiras, das 12h às 20h, e sábados e domingos, das 14h às 20h

Site: www.msf.org.br/conexoes

Projetos Sociais

Renovamos a parceria com a ADD

14 de julho de 2016 0 comentário

Renovamos a parceria com a ADD Associação Desportiva para Deficientes. A instituição sem fins lucrativos tem como objetivo promover o desenvolvimento de pessoas com deficiência. A práticas esportivas adaptadas, ensino e cursos de capacitação, facilitam o processo de integração e inclusão social. O acordo envolve a cessão de passagens aéreas para os 22 destinos domésticos operados pela empresa. A ADD poderá utilizar este benefício para participar de torneios e competições, bem como outros eventos, encontros ou seminários ligados à sua área de atuação. A parceria prevê, ainda, a inserção da marca nos veículos da ADD usados para o transporte dos atletas, além da menção como patrocinadora em todo o material impresso e online da ONG.

“A Avianca Brasil acredita no potencial do esporte para o desenvolvimento e inclusão de pessoas com deficiência na sociedade. Estamos trabalhando para construirmos um mundo melhor. Apoiar projetos da ADD é uma forma que encontramos de participar ativamente da formação e contribuir com a melhoria da qualidade de vida desses atletas”, destaca Flavia Zülzke, gerente geral de Marketing da Avianca Brasil.

 A ADD foi fundada pelo professor de educação física Steven Dubner e pela administradora Eliane Miada em 1996. Por meio de doações, parcerias e patrocínio de empresas de diversos setores de atuação. A entidade desenvolve as modalidades competitivas de basquete em cadeira de rodas, natação e atletismo. A ADD também atua de forma pioneira na educação esportiva para crianças com deficiência desde 2001. Iniciativa que culminou na criação da ADD Escola de Esporte Adaptado em 2010.

 Eliane, presidente da ONG, classifica a parceria como fundamental para o desenvolvimento dos projetos esportivos. “Com a Avianca Brasil conseguimos proporcionar maior qualidade nos treinamentos e viagens. As equipes de basquete em cadeira de rodas e os competidores do atletismo, que antes viajavam em ônibus ou vans, agora chegam a bordo de aviões confortáveis e modernos. Com isso, notamos uma melhoria considerável nos resultados esportivos, já que as delegações chegam descansadas para as competições. Sentimos orgulho de carregar o nome da Avianca Brasil nos nossos uniformes”, ressalta.

Conheça alguns atletas da ADD apoiados pela Avianca Brasil

Considerado um dos principais corredores de cadeira de rodas do Brasil, Jaciel Paulino é um dos atletas da ADD apoiados desde 2010. Tendo iniciado sua carreira no atletismo nas corridas rápidas, ele hoje coleciona medalhas de ouro nas principais maratonas do país. Jaciel é pentacampeão da São Silvestre (2007, 2009, 2011, 2012 e 2013) e tricampeão da Maratona Internacional de São Paulo (2009, 2010 e 2012). “É muito gratificante termos a Avianca Brasil como parceira. Não só pelo apoio com passagens aéreas, mas também pelo atendimento carinhoso com que os funcionários tratam a gente e todos os passageiros, e pelo cuidado que a companhia tem com as nossas cadeiras de corridas”, diz Jaciel.  

 Ariosvaldo Fernandes da Silva, conhecido no mundo esportivo como Parré, acrescenta: “Atualmente, um dos grandes obstáculos para um atleta é arcar com o custo com passagens aéreas, já que muitos campeonatos estão fora do eixo Rio-São Paulo. Ter a Avianca Brasil como apoiadora da minha carreira e da ADD me deixa bastante feliz. A diferença do atendimento e o cuidado que a empresa tem com os nossos equipamentos é bastante visível”. Competidor da modalidade atletismo em cadeira de rodas, Parré já foi oito vezes campeão brasileiro. Recordista brasileiro nas provas de 100, 200 e 400 metros. Nas Paralimpíadas de Londres, ficou em quarto lugar nos 100 metros.

Conheça mais este e outros projetos sociais apoiados pela Avianca Brasil em nosso site.

Curta nossas redes sociais!

Faremos o transporte dos profissionais do escritório brasileiro da Médicos Sem Fronteiras através de nova parceria

AviaoMedicos

Anunciamos uma parceria com a organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF).  Será feito o transporte dos profissionais do escritório brasileiro da entidade. O contrato envolve a cessão de passagens aéreas para os destinos domésticos contemplados na malha da empresa, que opera cerca de 220 voos diários em 22 cidades do país.

Os profissionais da MSF utilizarão este apoio para participar de reuniões sobre temas humanitários e outros eventos. Como exposições para sensibilizar o público brasileiro sobre as crises enfrentadas pelas populações atendidas pela organização. Também divulgaremos na revista de bordo e no sistema de áudio e vídeo das aeronaves. Informando sobre como os passageiros podem colaborar no esforço de ajuda.

Sobre a parceria

“É a primeira vez que a Avianca Brasil abraça uma causa com amplitude global, o que faz todo sentido neste momento da companhia, que se internacionalizou com a entrada na Star Alliance. Colaborar para que esses profissionais viajem pelo Brasil para realizar atividades de apoio ao trabalho da organização é apenas uma pequena ação, se comparada ao gesto desses grandes exemplos de altruísmo. Divulgaremos o trabalho deles em nossos canais de comunicação, como fazemos com todos os projetos sociais e culturais que apoiamos”. Destacou Flavia Zülzke, gerente geral de Marketing da Avianca Brasil.

“Estamos muito felizes com o apoio da Avianca Brasil. Esta parceria possibilitará que mais recursos sejam direcionados para nossa missão social: salvar vidas. Isso demonstra que essa é uma empresa que valoriza a ajuda humanitária”. disse Flavia Tenenbaum, diretora de Captação de Recursos de Médicos Sem Fronteiras-Brasil.

Médicos Sem Fronteiras chegou ao Brasil em 1991, para combater uma epidemia de cólera na Amazônia. Nos anos 2000, deu início a atividades que incluem o recrutamento de profissionais brasileiros. Além da captação de recursos financeiros para apoiar os projetos da organização. Atualmente, cerca de 160 profissionais brasileiros, de várias especialidades, participam regularmente dos projetos de assistência médica da MSF em cerca de 70 países.

NEPAL

Grande parte do desenvolvimento do Nepal depende do turismo. Para se ter uma ideia, turistas foram importante parte das primeiras forças de resgate quando o terremoto de 7.9 na escala Richter devastou enorme área em uma das partes mais populosas da região. Alguns deles foram vistos até mesmo desenterrando vítimas e prestando primeiros socorros improvisado em meio ao caos que havia se instalado. A situação do país já não era das melhores e, agora, esses mesmos turistas se pergunta: o que será do futuro do Nepal?

 

Uma das grandes atrações do país é o Himalaia, onde está localizado o Monte Everest.  O Everest, também afetado pelo terremoto e onde morreram pelo menos 18 alpinistas, atrai milhares de turistas todo ano que pagam uma pequena fortuna ao governo nepalês para realizar uma das escaladas mais famosas e perigosas do mundo. O famoso “base camp”, primeira parada para o início da escalada, foi totalmente destruído. A temporada de escaladas desse ano estava apenas começando. Além do lendário Everest, os sítios históricos do famoso Vale de Kathmandu são o que mais atrai visitantes para o país. Alguns dos templos e casas nesse local foram construídos com uma arquitetura típica e datam dos séculos 17 e 18. A torre Bimhsen, de 61 metros e maior atrativo da cidade, foi derrubada pelos tremores e hoje se resume a uma triste lápide de escombros amontoados no centro da cidade. O maior templo hindu do Nepal, Pashupatinath, também foi parcialmente destruído. As pequenas cidades históricas e suas construções de tijolos vermelho são hoje pilhas de destroços com vítimas enterradas as dezenas.

 

Como se não bastasse, a temporada das monções está para começar, o que afetará diretamente os esforços de resgate e também de reconstrução.

 

O Nepal depende imensamente de seu turismo. Tentando se recuperar de uma guerra civil de uma década, com uma infraestrutura muito precária, problemas sociais e corrupção generalizada que impede de chegar a quem precisa toda a grana proveniente de doações (problema que deve se repetir agora), o dinheiro que o turismo levava para a região era fundamental.

 

Por todos esses motivos, a ajuda física e presencial agora é extremamente necessária. Claro que, por mais nobre que seja, não é tão simples abandonar a rotina e buscar um dos meios oficiais para ajudar diretamente na emergência e reconstrução do país. Mas, caso alguém esteja interessado, a agência de experiências voluntárias “Volunteer Vacations” está ajudando sem objetivos financeiros alguns potenciais voluntários a chegarem ao Nepal. Para aqueles que não tem condição de partir para a Ásia nesse momento, algumas iniciativas bem interessantes surgiram através das Mídias Sociais.

 

O Facebook criou uma ferramenta para alertar e auxiliar quem quiser encontrar um contato na área afetada pelos tremores. Além disso, desenvolveu uma página para doações e se comprometeu a dobrar o valor de cada depósito feito para o povo nepalês. O Google também criou o Person Finder para ajudar quem estiver procurando por vítimas ou pessoas desaparecidas. Além desses mega sites da internet, vários outros apareceram oferecendo ajuda através de doações. Pelos motivos apresentados nesse texto, sua doação é extremamente útil e necessária. Mas, também por razões explicadas aqui e que pude testemunhar me primeira mão em diversos países e cenários de desastre natural, pesquise bem a empresa que se encarregará de sua doação para ter a certeza de que ele chegará a quem realmente está precisando.

 

E, como sempre… #PrayForNepal!