Categoria

Internacionais

Miami é daqueles lugares que dá vontade de conhecer por vários motivos. Mar azul, clima quente, areia branca, gente bonita e bons restaurantes. Porém, essas são só algumas das características que levam milhares de brasileiros todos os anos a essa bela cidade do Estado da Flórida.

No entanto, para a grande maioria dos turistas a grande atração são as compras. Afinal, em Miami a variedade de estabelecimentos é enorme — e o preço nem se fala!

Há uma infinidade de outlets, lojas de departamentos, grandes redes de supermercado e shoppings, todos capazes de tirar o fôlego dos mais desavisados.

Portanto, para ajudar no planejamento da sua viagem, listamos 12 lojas em Miami que você não pode deixar de visitar. Preparado? Vamos lá!

1. Best Buy

Todo mundo que viaja para os Estados Unidos quer aproveitar a oportunidade para trocar de smartphone. Se essa é a sua intenção, não deixe de visitar a Best Buy, a maior loja de eletrônicos do país. A rede oferece ótimos preços e conta com uma enorme variedade de produtos. Essa pode ser a sua chance de adquirir também um notebook, uma câmera fotográfica, videogames, jogos ou mesmo uma TV.

2. Walmart

Você já deve estar familiarizado com esse nome aqui mesmo do Brasil. Ainda assim, não deixe de visitar a maior rede de varejo do mundo enquanto estiver nos Estados Unidos. O Walmart disponibiliza uma enorme variedade de produtos, como: roupas, maquiagens, itens de beleza, eletrônicos, e muito mais. A melhor parte é que há ofertas a perder de vista! Com certeza, esse é o melhor lugar para comprar aqueles shampoos que no Brasil custam uma fortuna, entre outros exemplos.

3. Target

A Target é outra gigante que precisa ser incluída em seu roteiro, principalmente se você busca por itens de decoração, utilidades domésticas e jogos de cama, mesa e banho. Mas não é só isso que você encontra na rede. As maquiagens, por exemplo, contam com uma seção especial na loja, e tudo é muito organizado e barato!

4. Marshalls

Se você busca por preço baixo e gosta de garimpar boas peças, a Marshalls é a sua cara! Afinal, essa loja multimarcas, focada em roupas, calçados e acessórios, reúne uma enorme variedade de produtos em ponta de estoque.

Por isso, se ao passar por uma Marshalls você gostar muito de um item, não deixe de comprar na mesma hora, já que é comum haver poucas unidades de cada modelo.

5. Burlington

Inicialmente, o foco da Burlington eram os casacos — o que já seria motivo para não deixar de fazer uma visita à loja. No entanto, atualmente a rede reúne diversas marcas em ponta de estoque, semelhante ao que faz a Marshals. A diferença é que a Burlington é ainda mais popular, o que exige mais tempo para garimpar boas peças. A recompensa é depois de algum tempo achar, por exemplo, uma peça da Calvin Klein por 10 dólares!

6. CVS

Essa é a maior rede de farmácias dos Estados Unidos e oferece itens que vão muito além de medicamentos. Na CVS (e na concorrente Walgreens) você encontra guloseimas, bebidas, acessórios e, claro, muitos produtos de beleza e maquiagens.

Marcas como Maybelline, Revlon, Neutrogena, Cetaphil, NYX, L’oreal e Elf têm preços muito em conta na loja.

7. Buy Buy Baby

Quem vai para Miami com a intenção de fazer o enxoval do bebê já tem destino certo. A Buy Buy Baby, líder no segmento, oferece uma enorme variedade de carrinhos de bebê, cadeirinhas, babás eletrônica e muito mais. Sem falar na enorme quantidade de roupinhas para crianças de todas as idades.

A dica aqui é checar com cuidado as numerações, já que o tamanho das peças nos Estados Unidos não é o mesmo que o adotado no Brasil.

8. Babies R Us

Se a sua viagem será em família, não pode faltar uma visita a loja de brinquedos, certo? Para não errar, procure pela Babies R Us, que é a líder no segmento nos Estados Unidos há muitos anos.

Lá você vai encontrar opções para todos os gostos, idades e bolsos! E há na loja vários outros itens para crianças além dos brinquedos, como óculos de sol, kits para praia etc.

10. Miracle Mile

Aqui não estamos falando de uma loja, e sim de uma rua inteira! Miracle Mile fica em Coral Gables e é parada obrigatória para quem procura pelo vestido de noiva perfeito.

O local reúne várias lojas voltadas para artigos de casamento e é possível visitar algumas das lojas com hora marcada. Então, se organize e aproveite para não deixar de comprar nenhum item essencial para o grande dia com muita economia!

11. Sawgrass Mills

Esse talvez é o lugar mais famoso para se fazer compras em Miami, mesmo ficando a aproximadamente 40 minutos do centro da cidade, em Sunrise. O motivo são as mais de 350 lojas, muitas delas de outlet.

Como o shopping é muito grande e costuma ficar cheio, a dica é definir previamente quais lojas você deseja visitar e pegar um mapa assim que chegar a Sawgrass Mills. Assim, você consegue aproveitar o tempo e o melhor dessas lojas em Miami.

12. Bal Harbour Shops

Nem só de outlets e lojas de departamento vive Miami. Muito pelo contrário! Se o seu estilo é apostar em marcas como Dolce & Gabanna, Armani, Gucci, Dior, Chanel, Louis Vitton, Versace, Prada e outras grifes elegantes e sofisticadas, não deixe de fazer uma visita ao Bal Harbour Shops.

Localizado no bairro de mesmo nome, a região é repleta de mansões e lojas de luxo. Ou seja, é o paraíso para quem deseja adquirir as melhores marcas do mundo com muito conforto e economia.

Viajar para Miami e não fazer umas comprinhas é, como se diz por aí, o mesmo que ir à Roma e não ver o Papa. Por isso, faça uma lista para não se esquecer de nada e pesquise bastante.

Uma ótima dica para economizar tempo é fazer algumas compras pela internet e retirar na loja. Alguns estabelecimentos também fazem a entrega no hotel. Confira essa opção e aproveite o melhor das lojas em Miami!

Gostou das nossas dicas? Então, está esperando o que para se divertir em Miami? Entre agora mesmo no site da Avianca e garanta as passagens para as suas próximas férias!

Quer curtir a neve no Chile? Reunimos tudo o que você precisa saber para se planejar e se jogar nessa viagem! Então, veja como chegar, onde se hospedar, onde comer e como aproveitar o melhor do Valle Nevado.

Valle Nevado

Como chegar ao Valle Nevado?

Chegar ao Valle Nevado na Temporada de Neve pode não ser fácil, mas a paisagem compensa e muito. A estação de esqui está a cerca de 3000 metros de altitude, no alto da Cordilheira dos Andes, e a aproximadamente 60 km de Santiago.

O recomendado é contratar um transfer até o Valle Nevado. O serviço pode ser particular, dessa forma você controla seus horários, ou em grupo, com um roteiro mais restrito. Nada te impede de subir de carro a Cordilheira, porém durante o inverno, é preciso contar com as nevascas.

As empresas que fazem o trajeto Santiago – Valle Nevado costumam buscar os visitantes em seus hotéis, parar em uma locadora de roupa e equipamentos para esqui e depois iniciar a subida.

Na metade das 40 curvas mais sinuosas há outra parada. A ideia é admirar a paisagem, tentar evitar o enjoo e minimizar os efeitos da altitude. Você pode tomar um remédio contra o enjoo antes de sair da hospedagem, mascar chiclete durante o percurso, beber chá de coca e dizem ainda que cheirar limão também ajuda.

É importante saber que há horário de funcionamento da estrada para subidas e descidas durante sábados, domingos e feriados. Sendo a subida das 8h às 13h e a descida entre 15h e 20h.   

Chegue a Santiago voando com a Avianca Brasil! Há três opções de voos diários e diretos saindo de São Paulo. Os clientes possuem descontos na temporada de neve 2018 do Valle Nevado.

Onde se hospedar no Valle Nevado?

Valle Nevado

É possível se hospedar no Valle Nevado! O Ski Resort conta com três hotéis e apartamentos em edifícios nas montanhas que podem ser alugados. Veja a diferença:

  • Hotel Valle Nevado: é o que fica mais próximo às pistas e tem o serviço mais exclusivo. Aqui estão a academia e o spa do complexo. Todas as refeições estão inclusas na estadia e todos os quartos possuem varanda.
  • Hotel Puerta del Sol: está a 50 metros das pistas. Os quartos podem ser conectados, sendo assim ideal para as famílias. Algumas acomodações possuem varanda. Estão inclusos jantar e café da manhã. Aqui ficam a piscina aquecida, a sala de cinema e um espaço para jogos.
  • Hotel Três Puntas: fica a 150 metros das pistas de esqui e é considerado ideal para a hospedagem de amigos. Os quartos possuem uma maior quantidade de camas e podem ser conectados. Além de ser onde está localizado o pub do complexo.  Aqui o serviço é também de meia pensão.
  • Apartamentos: as acomodações proporcionam maior espaço, independência e privacidade. Nelas, você pode se sentir mais a vontade, fazer a sua própria comida e reunir os amigos e a família.

Os hóspedes dos hotéis têm livre acesso à área de esquis. Já os dos apartamentos precisam adquirir tickets a parte.

Onde comer no Valle Nevado?

Quando você vai passar o dia na estação de esqui, as empresas de turismo já avisam que comer e beber no Valle é caro. Por isso, elas recomendam levar água e lanches ao passeio. Mas, se você quiser ter a experiência de fazer sua refeição nas montanhas, o Ski Resort conta com 6 restaurantes.

  • Bajo Zero: é um fast food que fica no meio das pistas de esqui. É o mais em conta!
  • La Fourchette: restaurante francês com vista para a montanha.
  • Monte Bianco Ristorante: restaurante especializado em comida italiana próximo ao Valle Lounge.
  • Restaurant Sur: ótimo para quem quer degustar da culinária chilena. Fica no Hotel Tres Puntas.
  • Mirador del Plomo: buffet com opções de comidas da gastronomia internacional no Hotel Puerta del Sol.
  • La Leñera: ponto de encontro pós-esqui para curtir o pôr-do-sol com bebidas, petiscos e Djs.

Ao comprar o passe do dia, o Ski Day, é possível escolher uma opção de ticket que dá direito ao almoço na montanha ou um combo fast food.

Um dia no Valle Nevado

Valle Nevado

Quem faz o tradicional bate e volta, desembarca do transfer ou estaciona o carro na Praça da Gôndola, na Curva 17. Nesse espaço, o visitante pode alugar seus equipamentos e roupas, e contratar aulas de esqui ou snowboard. Além de comprar o ticket que dá acesso às pistas e demais atrações do resort e guardar seus pertences.

Se você não quiser esquiar, compre o ticket que dá acesso à Gôndola. Com ele, você sobe uma parte da montanha, chega ao Bajo Zero e pode curtir a neve. Este é o único teleférico que pode ser usado por quem não está com os equipamentos de esqui.

Além disso, um transporte gratuito do complexo faz o trajeto entre a Curva 17 e a área dos hotéis e dos restaurantes. Vale passear por lá também.

Como funcionam as pistas de esqui?

Na temporada de inverno, as pistas de esqui funcionam todos os dias das 9h às 17h. São 900 hectares de áreas esquiáveis, sendo a maior estação da modalidade do Hemisfério Sul.

Há opções para diferentes níveis de esquiadores: iniciante, intermediário, avançado e expert. Se quiser aprender ou se aperfeiçoar no esqui ou no snowboard, é possível fazer aulas em grupo ou particulares. Crianças de 4 a 11 anos podem ter atendimento personalizado com instrutores que as acompanham em todos os momentos.

Dicas Extras!

  • Passe protetor solar.
  • Leve óculos de sol.
  • Vá com uma bota impermeável mesmo se não for esquiar.
  • Leve água.
  • Contrate um seguro viagem que englobe acidentes com esportes.
  • Divirta-se como se fosse uma criança!

Compre suas passagens para Santiago com a Avianca Brasil para ter descontos na Temporada de Neve 2018 do Valle Nevado. 

Conheça o roteiro para conhecer o centro de Santiago a pé. 

O que é a Florida Cup? Um torneio amistoso de futebol que ocorre anualmente nos Estados Unidos.  Além do esporte, há atrações que envolvem entretenimento e ações sociais.

Foto: divulgação

Como funciona a competição?

A cada ano a disputa segue uma dinâmica diferente para atender às agendas das ligas internacionais. Em 2018, o torneio será por pontos corridos, ou seja, vence quem tiver a maior a pontuação nas duas partidas disputadas. Como critério de desempate há o número de vitórias, saldo de gols, gols marcados e gols sofridos.

Equipes Participantes

Atlético Nacional (COL), Atlético Mineiro (BRA), Barcelona SC (EQU), Corinthians (BRA), Fluminense (BRA), Legia Varsóvia (POL), PSV Eindhoven (HOL) e Rangers FC (ESC).

 

Calendário e Resultados dos Jogos

 

10/01/2018 – 22h00

Corinthians 1 x 1 PSV (HOL) – tempo normal

Corinthians 5 x 4 PSV (HOL) – nos pênaltis

 

11/01/2018 – 22h00

Atlético Mineiro 0x 1 Rangers (ESC)

 

12/01/2018 – 22h00

PSV (HOL) 1×1 Fluminense  – tempo normal

PSV (HOL) 5×4 Fluminense  – nos pênaltis

 

13/01/2018 – 16h00

Rangers (ESC) 4×2 Corinthians

 

13/01/2018 – 18h00

Barcelona (EQU) 3×2 Legia Varsóvia (POL)

 

14/01/2018 – 16h00

Atlético Nacional (COL) 2×0 Atlético Mineiro

 

15/01/2018 – 19h00

Fluminense 1×3 Barcelona (EQU)

 

20/01/2018 – 21h00

Legia Varsóvia (POL)0x2 Atlético Nacional (COL)

 

A Avianca Brasil é a transportadora oficial do Florida Cup. Conheça os outros apoios e patrocínios da companhia!

Já pensou em fazer uma viagem que combine dois destinos na Flórida? Compre sua passagem aérea para Miami a preços especiais!

Você não precisa passar a véspera e o dia do Natal em Nova York para sentir o clima dessa época mágica na cidade. A decoração e os eventos natalinos começam no final de Novembro, logo depois do dia de Ação de Graças, e vão até a primeira semana de janeiro. Enjoy!

Natal em Nova York

Decoração de Natal

Difícil não se encantar com as decorações natalinas espalhadas por diferentes pontos da cidade. Lojas, edifícios, bancos, praças, hotéis e residências capricham nas luzes e nos adereços e deixam turistas e locais boquiabertos. No Rockefeller Center fica a árvore de Natal mais disputada para as selfies. Ela é realmente muito bonita, mas não deixe de visitar sua concorrente na Winter Village, no Bryant Park. As vitrines da Fifth Avenue são um espetáculo a parte, explore também outras avenidas da região. Você vai se surpreender! Quer ver casas decoradas? Vá ao Dyker Heights, no Brooklyn.

Atrações Musicais

O espetáculo de Natal mais disputado é sem dúvida o The Radio City Rockettes. A casa de shows que abriga o musical é gigante, tem várias sessões diárias disponíveis e mesmo assim está sempre cheia. Não é para menos, a apresentação reúne dança, música, atuação, efeitos de luzes e projeções em 3D. Tudo com aquele toque mágico do Natal! Igrejas de diferentes religiões fazem apresentações de corais, tipo aqueles dos filmes, uma sugestão é ir ao Tabernacle, no Brooklyn!

Feiras de Natal

Há muitas Feiras de Natal espalhadas pela cidade! Nelas você pode encontrar comidas de diferentes partes do mundo, bebidas quentes, artesanato, itens de decoração, acessórios de inverno e até roupas para os pets. A Bryant Park Winter Village é a mais visitada. Vale conhecer também a Grand Central Holiday Fair, a Union Square Holiday Market, a Columbus Circle Holiday Market e a Holiday Market at the Oculus.

Pistas de Patinação no Gelo

As três principais pistas de patinação no gelo são a do Rockefeller Center, a do Central Park – Wollman – e a do Bryant Park. A sensação de patinar à noite pode ser maravilhosa, mas a dica é ir pela manhã que os ringues estão bem mais vazios. A do Bryant Park é a mais divertida, a do Rockefeller tem muita plateia e a do Central Park é a menos disputada. Quando somados entrada, aluguel do patins e guarda-volumes, os valores das três pistas são semelhantes, então, vai da sua preferência mesmo.

Garanta a sua passagem aérea para Nova York e viva esse sonho!

Confira as atrações imperdíveis e um roteiro de dois dias em Nova York!

Já pensou em passar um fim de semana em Nova York? Preparamos um roteiro completo para que você possa aproveitar as principais atrações da cidade em dois dias.

Pegue o voo direto do Aeroporto Internacional de Guarulhos (São Paulo) da sexta-feira no fim da noite e chegue ao JFK, em Nova York, de manhã cedinho. A volta é no domingo às 23h30 com chegada prevista no Brasil às 12h30. Compre agora sua passagem! 

Roteiro de Dois Dias em Nova York

Sábado

#1 Columbus Circle (Café da Manhã)

Comece a visita por Nova York em uma das praças mais movimentadas da cidade, a Columbus Circle. A rotatória possui um monumento em homenagem a Cristóvão Colombo e bons lugares para tomar café da manhã ao seu arredor. Você pode escolher entre o requintado Bouchon Bakery & Café, o  francês Maison Kayser ou as cafeterias instaladas em um mini shopping subterrâneo, o Underground Market.

#2 Central Park

Não importa a época do ano ou quantas vezes você vá a Nova York, o Central Park sempre será um passeio obrigatório. Aproveite para andar pelo parque e se deparar com diferentes atrações, como: a Bethesda Fountain, a Strawberry Field, o Belvedere Castle e o Shakespeare Garden. Aproveite o inverno e o período da manhã, que é mais vazio, para patinar no gelo na Wollman Rink.

#3 Museus

Infelizmente, quando se está sem muito tempo em Nova York, você precisa escolher bem o museu em que deseja visitar. Eles são grandes, bastante interessantes, diferentes entre si e merecem sua total atenção. Próximo ao Central Park temos os três museus mais famosos: o Museu de História Natural, o Metropolitan (MET) e o MoMA.  O primeiro é mais antropológico, o segundo de artes clássicas e o terceiro de arte moderna.

#4 Rockefeller Center (Almoço)

Caminhe até o Rockefeller Center pela quinta avenida e repare nas lindas vitrines das lojas de grifes mundialmente conhecidas. Admire a arquitetura neogótica da Saint Patrick Cathedral e chegue a praça. Mesmo para os adultos, vale entrar na loja da Lego. Almoce no The Sea Grill do ladinho da pista de patinação que é bastante disputada durante todo o inverno.  Não deixe de subir ao topo do prédio, a experiência é sensacional e a vista também!

#5 Bryant Park e Grand Central Station

Se tiver tempo e não gostar muito de compras, caminhe até o Bryant Park. A praça que já bonita, fica ainda mais encantadora no inverno. Aproveite para entrar na Biblioteca Pública de Nova York. Ande mais um pouquinho e chegue a um dos locais que mais servem de cenário para filmes, a estação Grand Central.

#6 Times Square e Broadway (Jantar)

Antes de desbravar a Times Square e seus arredores, vá a TKTS e garanta o seu ingresso para o musical da sua preferência com descontos que variam de 20% a 50%.  As lojas da região ficam abertas até bem tarde, elas fecham por volta da 1h da manhã. Escolha uma hamburgueria para jantar, as principais são: Shack Shack, Five Guys e Schnippers.

Domingo

#7 High Line (Brunch)

O High Line é um parque linear suspenso. Ele fica em uma antiga zona industrial e era uma ferrovia. Vale passear por ele e observar de um lado o Chelsea (bairro) e do outro o Rio Hudson. Se você gosta de arte contemporânea e de protesto, aproveite para visitar o Whitney Museum. Domingo é dia de Brunch (café da manhã + almoço), escolha um dos restaurantes próximos: Santina, Bubby´s, Sugar Factory e Wild Son para degustar as delícias locais.

#8 One Trade Tower e Memorial

Pegue o metrô até o One World Observatory e suba até o topo de um dos edifícios mais altos do mundo. O prédio foi construído no lugar das antigas torres gêmeas do World Trade Center. Vá pelo subterrâneo, que abriga uma estação moderna e lojas, em direção ao Memorial do 11 de setembro.  Não tem como não sentir o clima de tristeza e melancolia do local que foi cenário de um dos maiores ataques terroristas da história.

#9 Financial District e Estátua da Liberdade

Seguindo o passeio por Lower Manhattan, chegue ao centro financeiro da cidade. Você pode começar admirando a arquitetura neogótica da Igreja da Trindade e conhecer a antiga Bolsa de Valores da Wall Street. Tire foto com as esculturas do touro, o Charging Bull, e da destemida Fearless Girl.  Caminhe até o Battery Park para admirar a famosa Estátua da Liberdade.

#10 Brooklyn Bridge

Termine o dia, e essa maravilhosa viagem, admirando a Brooklyn Bridge. Se ainda tiver tempo, atravesse-a e aproveite os cafés e os restaurantes do outro lado da ponte. A melhor parte é a vista de Manhattan. Uma despedida de respeito!

Gostou do roteiro? Compre agora sua passagem! 

Vai durante as festas de final de ano? Confira as principais atrações dessa época do ano.

A inauguração de um voo é um momento muito especial para uma companhia aérea. Durante meses, diferentes áreas trabalham para que tudo esteja perfeito na hora de receber os passageiros da nova rota. Não por menos, a Avianca Brasil fez a festa para celebrar seu primeiro voo direto São Paulo-Nova York. ✈️

voo direto São Paulo-Nova York

Welcome Drink

Nos dias 15 e 16 dezembro, os passageiros da classe executiva puderam apreciar logo na chegada ao Aeroporto Internacional de Guarulhos (São Paulo) um coquetel exclusivo de boas-vindas.

A recepção ocorreu em um espaço super VIP, o Villa GRU do Terminal 2. Influencers, convidados especiais, executivos da empresa e imprensa fizeram seu check-in e despacharam as suas bagagens no local. Que facilidade!

Coquetel no portão de embarque

Todos os passageiros do voo O68500, do dia 15 de dezembro, puderam apreciar um coquetel no portão 241.  Foram oferecidas comidinhas doces e salgadas, e bebidas diversas. O DJ deixou o ambiente do embarque ainda mais aconchegante e especial.

Corte da fita

O presidente da Avianca Brasil, Frederico Pereira, o fundador da companhia, José Efromovich, e o Gerente de Controle Operacional do GRU Airport, Wilson de Souza, discursaram, brindaram e desamarraram a fita. Nesse momento, a satisfação dos colaboradores e dos executivos da aérea contagiaram a todos.

Bem-vindos ao voo da Avianca Brasil!

A recepção aos passageiros foi feita pelos sempre simpáticos e atenciosos comissários de bordo com a participação especial dos executivos da companhia.  Todos a bordo! É hora de apreciar os elogiados serviços, entretenimento e conforto do A330-200 da Avianca Brasil.

Festa em Nova York

Para encerrar as comemorações em grande estilo e iniciar mais uma rota de sucesso, colaboradores e convidados se reuniram na festa da Avianca no Edison Ballroom, em Nova York. O mestre de cerimônia foi o jornalista Celso Zucatelli e o show ficou por conta de Tiago Abravanel. Gabriela Pugliese, Erasmo Mahamudra, Duda Nagle, Bruno Chateubriand e Thomas Toisgros se divertiram no evento e ficaram encantados com a alegria e dedicação dos colaboradores da aérea.

Horários, frequência e duração dos voos GRU-JFK

O voo da Avianca Brasil parte do Aeroporto Internacional de Guarulhos (São Paulo) diariamente às 23h45 – tem duração de cerca de 10 horas – e chega ao Aeroporto Internacional John F. Kennedy às 6h45. No sentido contrário, o avião tem previsão de decolagem às 23h30 e de chegado ao Brasil 12h30. As informações são em horário local.

Ficou com vontade de conhecer o novo voo GRU-JFK? Compre agora sua passagem!

Saiba o que fazer em Nova York!

O que fazer em Nova York? Difícil definir em um único post! Mas tentamos reunir as atrações que mais encantam os visitantes na “Big Apple”.

O que fazer em NYC?

#1 Central Park

Cenário de inúmeros filmes e seriados, o Central Park é um passeio obrigatório em Nova York. O parque é grande e tem muitas atrações dentro dele e nos seus arredores. Reserve um tempo para encontrar tranquilidade na agitada cidade que é conhecida como a “Capital do Mundo”.

#2 Museus

Museus e galerias de arte não faltam em NY! Tem para todos os gostos. A dica é escolher o que mais combina com você. Por exemplo: O Metropolitan Museum of Art, o MET, abriga arte antiga, oriental, pinturas europeias e até armaduras. O Museu Americano de História Natural contém fósseis, obras pré-históricas e que demonstram a evolução de alguns animais.  O Museu de Arte Moderna, o MoMa, tem a sua coleção dedicada à arte moderna com fotografias, esculturas, colagens e mais.

#3 Times Square e seus Arredores

Painéis luminosos, lojas de marcas mundialmente conhecidas, restaurantes, lanchonetes e cafés famosinhos, assim é a Times Square. O local concentra uma grande quantidade de turistas que dividem espaço com artistas de rua. Na região ainda está a Broadway e suas casas de show dedicadas à grandes produções de musicais.

#4 Soho, Village e Chelsea

Os três bairros são ótimos para passear sem roteiro definido, observar a arquitetura e descobrir cantinhos charmosos de Nova York. No Soho há lojas exclusivas, confeitarias, cafés, lofts e galerias de arte. A dica no Village é se encantar com as casinhas, curtir a noite em algum dos clubes de jazz e descansar no Washington Square Park. É no Chelsea que fica o High Line – parque suspenso e o Chelsea Market, aos finais de semana o destaque são as feirinhas gastronômicas espalhadas pelas ruas do bairro.

#5 Lower Manhattan

Na parte baixa de Manhattan ficam o Civic Center e o Financial District. O Civic Center abriga os prédios do Governo. No Financial District está a Wall Street, o Charging Bull, a Fearless Girl, a Igreja da Trindade e o Memorial ao World Trade Center. É também dessa região que saem os passeios rumo à Estátua da Liberdade.

#6 Brooklyn, Bronx e Queens

Vale explorar as regiões mais afastadas do centro de Nova York! O Brooklyn tem áreas queridinhas dos descolados –  Williamsburg é a principal delas -, e vários outros pontos bastante visitados, como: o Prospect Park, o Brooklyn Museum e o Dumbo.  O New York Botanical Gardens, que é um vasto e bonito Jardim Botânico, e o estádio dos Yankees são as atrações do Bronx. No Queens visite o Flushing Meadows Corona Park e o Estádio dos Mets.

#7 NY vista do alto

Os edifícios mais conhecidos para admirar Nova York do alto são o Empire State e o Rockefeller Center. Atualmente, outros locais estão atraindo visitantes dispostos a ver a cidade de pontos diferentes dos tradicionais, como: o One World Observatory, o restaurante Asíate e o bondinho que sai de Manhattan rumo a Roosevelt Island.

Quer conhecer Nova York? Fique atento às promoções de passagem aérea.

Confira outras dicas de destinos internacionais! 

Centro Histórico de Santiago

Dizem que só vivemos e realmente conhecemos uma cidade quando caminhamos por ela. Por isso, preparamos um roteiro para desbravar a pé o Centro Histórico de Santiago, no Chile.

O passeio começa e termina próximo a estações de metrô. O início é na parada La Moneda e o final na Santa Lucia. Reserve um calçado confortável!

Palacio La Moneda

A primeira parada é no Palacio La Moneda que é a sede da Presidência da República do Chile e de outros órgãos do governo.

É possível visitar o interior do prédio fazendo o agendamento prévio pela internet com pelo menos uma semana de antecedência.

A troca de guardas do palácio acontece desde 1851 e é realizada a cada dois dias às 10h durante a semana e às 11h aos finais de semana e feriados.

Atrás do Palácio encontra-se o Centro Cultural La Moneda que abriga grandes exposições e tem entrada gratuita até às 12h. Na frente, é possível observar o Monumento al Presidente Salvador Allende, na Plaza de la Constitución.

Ahumada

Seguindo o roteiro, siga pela Rua Moneda e vire à esquerda na Ahumada. Ande pelo calçadão que reúne pontos de comércio popular, grandes lojas de departamento, bancos, cafés e casas de câmbio com boa cotação para a troca de Reais por Pesos Chilenos até chegar a Plaza de Armas.

Plaza de Armas

A Plaza de Armas concentra uma grande quantidade de chilenos e de turistas. Artistas de rua se apresentam e expõem suas obras na praça e algumas pessoas aproveitam o espaço para descansar.

Ao redor da Plaza de Armas estão a Catedral Metropolitana de Santiago e o Museu Histórico Nacional. Que valem a visita!

Mercado Central

Seguindo pela Puente, que é a continuidade da Ahumada, você chegará ao Mercado Central de Santiago. O local é bastante conhecido por suas especiarias gastronômicas locais com destaque para os frutos do mar.

São mais de 50 estabelecimentos com ofertas de peixes, mariscos, carnes, frango, empanadas, vinhos, sorvetes e muito mais. Aproveite para almoçar!

Museu de Belas Artes e Cerro Santa Lucia

Caminhe pela Ismael Valdés Vergara até chegar ao Museu Nacional de Belas Artes. O espaço cultural é dedicado às artes moderna e contemporânea.

Desça a José Miguel de La Barra e chegue ao Cerro Santa Lucia. A colina encanta pela natureza e tranquilidade que transmite mesmo estando no coração de Santiago e pela linda vista panorâmica da cidade com os Andes ao fundo a partir de seu topo. No caminho até o Mirante, passe pelo Castillo Hidalgo e pela Fuerte Neptuno.

Teatro e Biblioteca municipais

Se ainda tiver disposição, entre na Agustinas e depois à esquerda na San Antonio e chegue ao Teatro Municipal. Volte a Moneda e vire à direita na Miraflores para finalizar o roteiro na Biblioteca Nacional do Chile.

 

A Avianca Brasil possui dois voos diários e diretos para Santiago a partir do aeroporto internacional de São Paulo (Guarulhos). Reserve a sua passagem!

 

Conheça mais atrações de Santiago!

Confira mais matérias sobre os destinos operados pela Avianca Brasil!

Atrações em Miami Beach

Miami Beach é uma cidade da Flórida que fica ao leste de Miami. Isso mesmo, a ilha é um município independente, apesar de alguns visitantes acreditarem que faça parte de Miami.

No local estão concentrados Resorts, spas, centros de compras, restaurantes, casas noturnas, bares e museus. Além das lindas praias, que são ótimas para relaxar, se divertir e praticar esportes aquáticos, e dos edifícios de arquitetura art déco.

Acha que acabou? Miami Beach é um dos destinos mais populares do mundo para curtir as festas de spring break. Para facilitar as suas escolhas na hora de visitar a cidade, reunimos as Top 8 coisas para se fazer em Miami Beach. Confira:

#1 Divirta-se em South Beach

South Beach é o distrito mais badalado de Miami Beach.  A agitação ocorre tanto durante o dia quanto à noite. É nessa área ao sul da ilha que estão as opções mais famosas de entretenimento, como: casas noturnas, shows, eventos, clubes de praia, bares, restaurantes, cafés e boutiques. Aqui ficam as ruas Ocean Drive e Lincoln Road. Vale desbravar!

#2 Passeie pela Ocean Drive

A Ocean Drive é a principal rua de Miami Beach e uma das vias mais famosas dos Estados Unidos. Caminhe, alugue uma bicicleta ou um carro conversível, observe as peculiaridades dos edifícios em art déco, aproveite as opções no asfalto e na areia, descanse no Lummus Park e seja visto!

#3 Desbrave a Lincoln Road Mall

O Lincoln Road Mall é um shopping a céu aberto que fica na Lincoln Road, entre a Alton Road e a Washington Avenue. O centro comercial é uma boa dica para quem quer passear, comer e, é claro, fazer compras. Aqui é possível encontrar lojas como a Macy´s, MAC, Guess, Diesel, Gap e Fossil.

#4 Faça o Art Deco Historic District Tour

O tour guiado é oferecido por diferentes agências e leva os visitantes a saberem mais sobre o Art Deco Historic District de Miami Beach. O passeio é feito a pé e passa por hotéis, fachadas de lojas, restaurantes e edifícios que possuem o estilo arquitetônico implementado nas décadas de 1920 e 1930 na cidade. Além da art déco, ainda são discutidos os movimentos Mediterranean Revival e o MIMO (Miami Modern).

#5 Leve a família ao South Pointe Park and Pier

O South Pointe Park é ótimo para levar a família, andar de bicicleta, fazer piquenique, passear com o cachorro e deixar as crianças brincarem livremente nos playground. Outro ponto alto é o pier que permite uma vista incrível da cidade de Miami.

#6 Visite o Bass Museum of Art

O Bass Museum of Art é bastante recomendado não somente por sua coleção permanente, mas também por suas mostras temporárias. Em seu acervo há peças de arte contemporânea local e internacional. Temporariamente, o espaço dedicado ao museu está em reforma, porém suas exposições estão em outros pontos da cidade.

#7 Conheça o Holocaust Memorial

O Holocaust Memorial foi construído em tributo às vítimas e aos sobreviventes do holocausto. O local abriga uma série de estátuas, peças arquitetônicas, um jardim de meditação e um muro. A escultura principal apresenta dezenas de pessoas em busca de ajuda, compondo um braço estendido em direção ao céu.

#8 Relaxe no Haulover Beach Park

O Haulover Beach Park é um parque que fica na beira da praia e é mais tranquilo do que South Beach. A paisagem é linda, o local é propício para a prática de esportes e o grande diferencial é que nele a roupa é um artigo opcional. Portanto, esteja preparado para ver algumas pessoas aproveitando a praia nuas.

 

Voe para Miami (MIA) com a Avianca Brasil!

São Paulo (GRU): 23:55 (saída) – 07:25 (chegada)

 

Conheça o A330 o avião da Avianca Brasil que faz o voo Guarulhos (SP) – Miami!

Saiba mais sobre as atrações da cidade de Miami e seus arredores!

DestinosHospedagemInternacionais

O que visitar em Madrid?

5 de janeiro de 2017 1 Comentário

Uma viagem a Madrid deve começar pela visita a Puerta del Sol, é o que dizem… Depois de seguir à risca esse conselho, discordo que seu roteiro também deva começar assim.

Madrid

Existe muita história por trás do burburinho de um dos pontos mais movimentados de Madrid. Em formato circular e com várias ruas saindo como raios em direção à cidade – daí vem o nome Puerta del Sol –, a praça tem duas estátuas importantes: a de Carlos III, sempre lembrado pelas melhorias que fez por Madrid durante seu reinado da Espanha, entre 1759 e 1788; e o famoso monumento “El Oso y el Madroño”, símbolo madrilenho que representa a fertilidade e as terras de cultivo com a imagem de uma ursa e um arbusto.

Também é aqui que fica a Casa de Correios e o emblemático relógio que dá as 12 badaladas à meia-noite do 31 de dezembro, quando muitos festejam a chegada do ano novo com o curioso ritual espanhol de comer 12 uvas nos primeiros 12 segundos – uma a cada campanada. Um olhar atento para as laterais da Puerta del Sol também revela uma placa que faz referência à batalha dos mamelucos de 1808 e outra em agradecimento às ajudas recebidas após o atentado de março de 2004 na estação de trem Atocha.

Madrid

A Plaza Mayor

Com uma importância histórica sem igual, a Puerta del Sol é um ícone de Madrid, mas está longe de ser o passeio mais apaixonante para a estreia da visita à cidade. O charme das construções antigas, da efervescência cultural, dos jardins bem cuidados e da rica gastronomia está em outro lugar. A própria Plaza Mayor, que fica a uma rápida caminhada da Puerta del Sol, ganha a cena com seus prédios baixos de arquitetura barroca pintados de vermelho e branco, rodeando toda a praça e acolhendo restaurantes com mesas na rua e guarda-sóis.

Criada para ser um mercadão do século 16, a Plaza Mayor teve seus dias de zona comercial de pães, carnes, legumes, verduras e frutas. Hoje, por trás de cada janelinha vivem famílias – à exceção da pequena fachada de desenhos coloridos que abriga a secretaria de turismo. De todos os lados, o acesso à Plaza Mayor é feito por arcos e passarelas, que levam em direção a esse marco madrilenho já reconstruído três vezes por conta de incêndios. Não há dúvidas de que, vira e mexe, suas andanças pela capital desembocarão – quase sem querer – na Plaza Mayor.

 

Madrid
Da Plaza Mayor à realeza

Caminhando para o outro lado de Madrid, o Palácio Real fica a menos de 1km de distância da Plaza Mayor.  Carlos III foi o primeiro rei a morar no suntuoso palácio de mais de 4 mil cômodos. A visita pelo interior impressiona pela riqueza dos quartos. Eles são excessivamente decorados com tapeçarias, porcelana e obras de arte de artistas, como Goya, Velázquez e Caravaggio. Ao lado do Palácio estão a Catedral de la Almudena, construção em homenagem a uma santa árabe, inaugurada em 1983, e os Jardins de Sabatini, tão bem cuidados quanto o francês de Versalhes.

A guia brasileira Andrea Lima nos acompanha por essas andanças. Mostrou o prédio onde morava Velázquez, pintor oficial da corte espanhola nos anos 1620.

“É do lado do Teatro Real, onde acontecem apresentações de ópera, por isso é comum ver pessoas com roupas de gala e segurando seus binóculos passando por aqui”. Explica Andrea, fundadora da empresa de turismo Descubra Madrid que, há cinco anos, oferece tours para brasileiros. Podem ser feitos a pé ou de carro e incluem passeios de um dia para as cidades vizinhas.

Clássico madrilenho

Para fechar uma autêntica viagem madrilenha, o roteiro inclui a “hora do vermute”. A bebida é à base de vinho, vodca, ervas e especiarias. Voltou à moda e virou a queridinha para começar o dia “tapeando”. As tapas viraram verbo  e motivo para seguir de bar em bar no sábado ou domingo à tarde.

“A hora do vermute começa ao meio-dia. Vamos indo pela rua em vários bares, até terminar o dia em uma balada, teatro ou jantar”. Conta Carlos Calvo, gerente do hotel ME Madrid, revelando que a Calle Ponzano é o destino preferido para a noite.

Aos domingos à tarde, é a região La Latina que vibra com bares e mesas ao ar livre. Muitas pessoas “salindo de caña” – outra expressão importantíssima, que significa sair para beber cerveja. Os domingos também são movimentados nessa região. El Rastro é uma feirinha de rua que acontece aos domingos há 400 anos na rua Ribera de Curtidores. Vendedores de antiguidades e quinquilharias se reúnem entre fotogênicos prédios baixos com sacada de ferro. Atraindo milhares de pessoas para suas barraquinhas. Uma muvuca boa para deixar lembranças animadas de Madrid.

Hotel Ritz - Madrid
Onde ficar

No palácio da Belle Époque, o hotel Ritz nos leva de volta aos tempos de sua inauguração. Nesta época, ela foi exclusiva para os convidados do rei Afonso XIII. Muitos detalhes são preservados: os tapetes persas feitos à mão, a fachada de pedra branca, os lençóis de linho. Além do deslumbrante jardim que fazia parte do Real Jardim Botânico. Hoje recebe eventos, jantares e o tradicional brunch de domingo.

As 108 suítes já hospedaram celebridades, como Nelson Mandela, Frank Sinatra e Eva Perón. Elas têm decoração palaciana e varandinha com vista para o Museu do Prado e Triângulo de Ouro da Arte. O hotel foi comprado pelo grupo Mandarin Oriental em 2015 e passará por uma restauração em breve.

Como chegar

A Avianca Brasil tem acordo de codeshare com a Air Europa, companhia aérea espanhola. Com isso, o bilhete aéreo pode ser comprado pelo site da Air Europa ou da própria Avianca Brasil. Operado diariamente em um avião Boeing 777-300, o voo é direto.

Voo para Madrid (MAD): 16:05 São Paulo (GRU) – 05:30 Madrid (MAD)

Por Camila Silva Balthazar

Agora você pode comprar passagens para Toronto com a Avianca Brasil a partir de expansão com a Air Canadá.

Nós e a Air Canada, anunciamos uma expansão do acordo de voos compartilhados. A partir de hoje, vamos passar a comercializar passagens para o destino canadense Toronto em conexão com as cidades:

  • Brasília,
  • Chapecó,
  • Cuiabá,
  • Curitiba,
  • Florianópolis,
  • Fortaleza,
  • Juazeiro do Norte,
  • Natal,
  • Petrolina,
  • Porto Alegre,
  • Recife,
  • Rio de Janeiro,
  • Salvador.

As vendas de passagens para Toronto valerão para embarques realizados a partir do dia 16 de janeiro de 2017 e o trecho internacional será realizado em aeronave da Air Canada.

“A ampliação da parceria demonstra o nosso empenho em oferecer as melhores opções de conectividade internacional aos clientes”, disse Frederico Pedreira, presidente da Avianca Brasil. “Membros do nosso programa de fidelidade, Amigo, e do Aeroplan, da Air Canada, podem utilizar os pontos e milhas acumulados em trechos voados nas duas empresas para elevar seu status e emitir passagens em todos os 18.500 voos diários operados pelas 28 companhias da Star Alliance, em 1.330 aeroportos de 192 países”.

Acordos de code-share oferecem vantagens aos passageiros de avião, como a possibilidade de realizar o check-in apenas uma vez e despachar as bagagens diretamente até o destino final, além de receber assistência extra durante as conexões. Clientes das categorias Gold e Diamond dos programas Amigo e Aeroplan têm benefícios adicionais, como direito a check-in preferencial, franquia de bagagem adicional, embarque prioritário e acesso a Salas VIP.

Como comprar as passagens para Toronto?

Você pode adquiri-las por:

  • Telefones 4004-4040 (São Paulo e principais capitais) ou 0300-789-8160 (demais localidades),
  • Lojas da Avianca Brasil
  • Agências de viagens.

Em breve, o destino também estará disponível no site www.avianca.com.br.

Veja os destinos atendidos pela Avianca Brasil aqui.

Abu Dhabi é um constante encontro entre o passado e o futuro. Veja quais lugares conhecer no destino.

abu-dhabi3

Menos de 50 anos atrás, apenas beduínos habitavam a imensidão de dunas de areia da desértica Abu Dhabi e arredores. A descoberta do petróleo na península do Oriente Médio motivou sheiks da família real a transformarem o skyline da cidade com construções bilionárias, circuito de fórmula 1 e atraç̧ões culturais.

Passado e Futuro

A capital dos Emirados Árabes Unidos faz fronteira com Omã e Arábia Saudita, perto do Iraque e Irã, e tem 2,6 milhões de habitantes, sendo que mais de 80% deles são estrangeiros.
O skyline de prédios modernosos que beiram o calçadão da avenida principal e famosa “praia” de Corniche, bem como todos os empreendimentos futuristas que estão por vir, contrastam com o passado recente da imensidão desértica de Abu Dhabi. Até o final dos anos 1960, os 46 mil árabes que viviam por ali se espalhavam sobre a areia, em casas de bambu ou barro, vivendo da pesca e do comércio de pérolas.

abu-dhabi4

A autêntica experiência árabe está no dia a dia. Nas conversas com quem mora em Abu Dhabi para entender mais dessa cultura tão distante da nossa. Alguns locais são bastante frequentados por Emirati, como o souk – nome dado aos mercados árabes – localizado ao lado do hotel Shangri-La. Com restaurantes, lojas de artesanato mais sofisticadas e supermercado. Nossos olhos brilham com tapetes persas, almofadas, joias e objetos de design.

abu-dhabi
A viagem é um mergulho nas tradições de uma região. As diferenças vão muito além de um alfabeto indecifrável ou de questionamentos sobre a vida dos muçulmanos. Como a exigência das roupas que escondem o corpo, o papel da mulher na sociedade e o funcionamento do governo. A grande lição é que não podemos avaliar outra cultura utilizando nossa própria cultura. Nossos valores de machismo, feminismo ou capitalismo, por exemplo, não valem para esse lado do mundo. A mente viaja aberta para admirar as belezas da vida no Oriente.

abu-dhabi2

Para ler a matéria completa sobre Abu Dhabi, acesse a Avianca em Revista online.

BogotáInternacionais

Bogotá em 10 atos

12 de agosto de 2015 0 comentário

FOTO BOG NOVA

Você sabia que desde setembro de 2014 nós voamos para Bogotá? E é por isso que hoje, nós aqui do blog vamos listar 10 coisas imperdíveis da cidade.

Mas antes de começar a nossa lista, aqui vão algumas curiosidades para você já ir se preparando.

Bogotá tem um clima ameno, com temperatura média de 14°C no ano. Isso se deve à cidade estar 2.640 metros de altitude, sendo a 3ª Capital mais alta do mundo! Ela é a 4ª cidade mais populosa da América do Sul, perdendo apenas para São Paulo, Rio de Janeiro e Buenos Aires, mas seus mais de 350 km de ciclovias dão uma boa aliviada no trânsito. Sua localização, em um planalto da Cordilheira do Andes, da um charme todo especial à capital colombiana.

Ela pode ser visitada o ano todo por conta do clima ameno, mas são nas duas estações secas, de dezembro a fevereiro e de junho a setembro, que costuma receber mais visitantes. Se você puder escolher, sem dúvida indicamos algum desses 2 períodos.

Com as informações básicas em mãos, vamos a nossa lista?

– Caminhar pela Candelária: É o bairro histórico da cidade. Caminhar por aqui é ótimo para conhecer um pouco da cultura dos bogotanos. Existem muitos museus, igrejas e casas com arquitetura dos tempos de colonização espanhola. É na Candelária que ficam algumas das nossas próximas dicas, também!

– Curtir a vista do Cerro Montserrate: É o ponto mais alto da cidade, a aproximadamente 500 metros acima de Bogotá. Para subir existem 3 opções: A primeira é de teleférico que funciona apenas no período da tarde. A segunda é o Funicular, que funciona no período da manhã. Agora, se você está com o fôlego em dia nós recomendamos subir a pé! Lá no alto, além da vista, você vai poder admirar 14 esculturas que representam a via crúcis, além do Santuário do Senhor Caído. Tem também uma feirinha de produtos locais e 2 opções de restaurantes, dá pra passar boa parte do dia!

– Visitar o Museu do Ouro: Dentre os mais de 60 museus da cidade, sem dúvida o Museu do Ouro é o principal. Em seu acervo, verdadeiros tesouros dos tempos pré-hispânicos. São mais de 34 mil peças de ouro em uma área de 13 mil metros quadrados. O museu usa o Ouro para contar a história dos povos que habitavam a Colômbia, antes da chegada dos espanhóis.

– Conhecer o Museu Botero: Impossível falar da Colômbia e não lembrar de Botero.  O museu tem  123 peças do artista mais emblemático do país. Suas famosas pinturas de “gordinhos” estão por todos os lados. É uma verdadeira escola para os amantes das artes plásticas. Detalhe, tanto o Museu Botero, quanto o Museu do Ouro estão na Candelária!

Visitar a Catedral de Sal de Zipaquirá: Ela não fica propriamente em Bogotá, mas está no roteiro de 10 entre 10 turistas que vistam a capital colombiana. E não é por menos, a Catedral de Sal está a 300 metros abaixo da terra, e tem um visual espetacular. Existem várias opções de pacotes para conhecer um ou mais lugares do complexo, mas a nossa dica é comprar o pacote completo por aproximadamente R$ 35,00 e curtir todos os cantos.

– Pedalar em alguns dos 340km de ciclovia da cidade: Diferente das grandes cidades Brasileiras, Bogotá tem um grande oferta de ciclovias! São 340km ao todo que permitem que o turista possa escolher conhecer todos os cantos da cidade sob duas rodas. E não são só os turistas que aproveitam dessa opção, cada vez mais bogotanos estão deixando os carros em casa e optando por esse meio de transporte.

– Comer um lanche no La Puerta Falsa: Aberto desde 1816 é um dos restaurantes mais tradicionais da cidade. O espaço é pequeno, mas muito aconchegante. É uma excelente pedida para experimentar a culinária colombiana.

– Curtir a noite na badalada zona T: A zona T está localizada no norte da cidade. Por lá ficam os melhores bares, restaurantes e baladas de Bogotá. É o lugar ideal para curtir a noite, seja a dois ou com os amigos! Destaque para o Rock Garden e a sua vasta carta de cervejas importadas.

– Visitar o Centro Cultural Gabriel Garcia Marquez: Mais um centro localizado na Candelária, o CCGGM tem exposições temporárias e uma livraria com mais de 70 mil títulos! Depois de curtir a exposição e a livraria, que tal tomar o famoso café colombiano no último andar, contemplando o a vista do centro de Bogotá?

– Passear pelo Parque Metropolitano Simón Bolívar: Falamos de Museus, restaurantes e catedrais, mas ainda não falamos de parques. E se você está procurando um na cidade, o Simón Bolivar é o indicado. É uma ótima opção para relaxar com a família, fazer atividade física ou ainda curtir a natureza.

 

Programe sua viagem para Bogotá com a gente e confira de perto esses e muitos outros pontos incríveis da cidade!

DestinosHospedagemInternacionais

Um dia de Rei

8 de julho de 2015 0 comentário

Screen Shot 2015-03-25 at 16.44.10

Viajar não é só uma realocação física. Viajar muitas vezes é como se transportar para um outro tempo. É incrível passear por entre resquícios de monumentos históricos, ruínas de templos espetaculares ou galerias com artefatos milenares, é como ter uma amostra do que nossos antepassados vivenciaram séculos atrás. Mas nada pode ser mais decepcionante do que após um dia inteiro passeando pelas raízes históricas de nosso mundo, ser trazido de volta a realidade ao voltar para um hotel . Quartos funcionais com decoração asséptica, lobbys moderninhos deslocados de seu cenário, tentativas de luxo que resultam na tradução mais perfeita da cafonice… são um choque para o imaginário de qualquer viajante. Mas há um lugar onde esse drama não só é evitado como a experiência lúdica de sua viagem ainda é elevada a décima potencia: o Four Seasons Hotel emFlorença, na Itália.

Screen Shot 2015-03-25 at 16.44.57

Poucos países do mundo permitem ao turista ter a sensação de atravessar uma fenda temporal como na Itália. E, entre tantas cidades e regiões italianas belíssimas e ricas em história, Florença consegue ter um lugar especial. O charme de uma das mais bonitas e antigas cidades do mundo, capital da bela região da Toscana.  Um dia passeando pela histórica Ponte Vecchio ou degustando um Gelattoapreciando a inigualável fachada da Catedral Duomo só poderia ficar ainda mais especial quando seu porto seguro é uma das luxuosas suítes do Four Seasons local.

Screen Shot 2015-03-25 at 16.44.28

Você se sente como um Rei medieval adentrando seu palácio do momento que pisa no lobby do hotel. Até porque o hotel fica de fato em um palácio Renascentista com mais de quinhentos anos totalmente reformado.  O luxo característico da rede de Four Seasons ganha aqui uma decoração de época que parece um passaporte para um dos quadros de Michelangelo pendurado nas paredes da Galeria Uffizi. Você sente um membro da nobreza real italiana adentrando seus aposentos alguns séculos atrás. Mas tudo com os serviços e amenidades dos reis modernos: wifi, spa, restaurante quatro estrelas Michelin e etc.

A cada manhã era difícil acordar naquele quarto de delicada opulência digna de Luís XIV e deixar a cama que parecia um ninho gigantesco de edredons brancos. O esforço era recompensado quando você chegava no banheiro e se deparava com uma banheira branca daquelas que Maria Antonieta devia tomar seus banhos de leite. O café da manhã era outra dificuldade, dessa vez para escolher entre as opções dos melhores queijos, prosciutos locais, bolos, paninis e sucos feitos na hora. Se você preferisse não deixar o hotel, poderia aproveitar para percorrer um dos maiores jardins particulares de Florença, decorado com obras de arte modernas e uma vista privilegiada da cúpula do Duomo ao entardecer. As diversas opções de massagem no SPA só reforçam seu imaginário de sultão renascentista, enquanto cada nó de seu corpo é desfeito por uma profissional massoterapeuta em um ambiente decorado com esculturas e afrescos que remetem a Itália de reis e rainhas.

Screen Shot 2015-03-25 at 16.45.29

Mais do que todo esse luxo e cuidado arquitetônico, o que encanta no Four Seasons de Firenze é a forma como ele se insere no imaginário de uma Florença antiga, uma das cidades mais ricas da Europa medieval e berço da Renassença. Não que Florença hoje esteja em decadência, pelo contrário. A cidade permanece uma das grandes atrações da Europa para quem procura história, cultura, beleza clássica, boa cozinha e ambientes cosmopolitas. Mas nada como, mesmo que por uma dia, poder viajar no tempo para um ambiente de luxo e nobreza. Nada como morar em um castelo medieval, mesmo que n centro da moderna Florença. E nada como se sentir como um Rei, mesmo sendo… bom, sendo você! 😉