Categoria

Salvador

Belas praias, importância histórica, cultura inigualável e excelente gastronomia são algumas das características que fazem da Bahia um dos destinos mais queridos pelos brasileiros. E mesmo quem já visitou a região por várias vezes fica com a sensação de que precisa voltar e explorar um pouco mais desse território tão importante para o nosso país.

Neste post, apresentamos um guia para você que quer viajar para a Bahia. Você vai conferir quais são os melhores períodos para passear pela região, os destinos imperdíveis, os hotéis mais recomendados, além de receber dicas das principais festividades desse pedaço do nosso Nordeste.

Vai perder? Siga com a leitura até o final e comece a planejar a sua próxima viagem!

Melhor época para ir à Bahia

Para descobrir em qual época você deve viajar para a Bahia, primeiro é preciso responder à seguinte questão: você é daqueles que buscam relaxar em uma praia tranquila, com bastante sombra e água fresca, ou gosta mesmo é de curtir um bom axé e cair na folia até o amanhecer?

O estado baiano oferece opções para todos os gostos, seja em baixa ou em alta temporada, e cabe a você definir qual será o estilo da viagem para aproveitar ao máximo as atrações.

Baixa temporada

Se o seu perfil está mais para sossegado, a melhor opção é programar a sua viagem para o período de outono e inverno, que vai do final de março até o final de setembro. Esse é o período considerado de baixa temporada, e permite encontrar pontos turísticos vazios e até mesmo hospedagens e passagens mais em conta.

O movimento mais fraco na Bahia durante esses meses foge à regra em junho, quando os festejos juninos acontecem em várias localidades. No entanto, o movimento não chega a ser um empecilho para quem viaja em família, por exemplo. O mês de julho também merece um pouco de atenção por parte daqueles que querem ficar mais sozinhos para curtir a natureza, por conta das férias escolares.

Considere ainda que, mesmo no nordeste brasileiro, as temperaturas podem não estar tão altas no outono-inverno. Cabe a você avaliar se esse é um ponto positivo ou negativo para os seus planos e se organizar a partir da previsão do tempo.

Alta temporada

Para aqueles que desejam mesmo é aproveitar uma praia movimentada e a agitação do carnaval, nada melhor que partir para a Bahia em pleno verão. Nesses casos, é bom comprar as passagens e fazer as reservas do hotel com antecedência, já que na alta temporada as cidades ficam repletas de turistas de todo o mundo.

Outro ponto forte do verão é o Réveillon e, em se tratando de Bahia, essa também é a dica para quem curte muita festa e conhecer gente nova. Afinal, Salvador é o segundo lugar mais procurado pelos turistas brasileiros no ano-novo, perdendo apenas para o Rio de Janeiro.

Então, se organize para curtir as festividades de forma tranquila e não ter que desembolsar um valor alto com hospedagem da última hora. Afinal, a ocupação dos hotéis nas festas de final de ano em Salvador chega a 95%.

2. Principais destinos

Escolher apenas um lugar da Bahia para conhecer não é tarefa fácil. Prova disso é que o estado foi o único do Brasil escolhido pelo importante guia de viagens Lonely Planet como um dos 10 melhores lugares do mundo para visitar em 2018, dividindo a lista com regiões deslumbrantes de países como França, Itália, Japão e Estados Unidos.

E um dos motivos apontados pelo site e por aqueles que escolheram o estado baiano é a melhoria de infraestrutura observada após as obras para o Mundial de 2014, que impactaram positivamente a região, sobretudo a capital Salvador. Além disso, foram mencionadas as inigualáveis belezas naturais da Chapada Diamantina, as praias de areia branca e água cristalina e as famosas plantações de cacau.

Seja você um apreciador da natureza, de ricas culturas ou simplesmente alguém que busca se divertir em meio ao estilo de vida de outras regiões, fique atento a partir de agora, pois vamos citar alguns dos lugares da Bahia que não podem deixar de receber sua visita.

Camaçari

A cidade de Camaçari é uma das mais populosas do estado baiano e se tornou famosa por suas belas praias, distribuídas em 42 quilômetros de extensão. Situada na região da Costa dos Coqueiros, litoral norte da Bahia, fica a aproximadamente 50 km da capital Salvador.

Os bairros de Camaçari são chamados de “o caminho dos 7 paraísos” e algumas das praias não podem faltar no roteiro de qualquer visitante. Confira algumas!

Praia de Guarajuba

Conta com ótima infraestrutura e paisagens incríveis, compostas por coqueiros, areia branca e mar azul intenso. Agrada tanto aqueles que procuram lugares para curtir à noite quanto as famílias em busca de descanso e lazer.

Barra de Jacuípe

Nesse local há o encontro do mar com o Rio Jacuípe — uma atração que encanta a todos os turistas e ainda proporciona a tranquilidade do banho de água doce. É um ótimo lugar para quem gosta de praticar esportes.

Praia de Interlagos

A característica que mais chama a atenção da região é a indicada pelo nome: está localizada entre lagos. Além disso, as grandes dunas e o coqueiral formam um lindo visual. O mar aberto da região, com ondas mais fortes, atrai os surfistas.

Onde ficar

No que se refere à hospedagem, existem opções para todos bolsos e estilos, mas atualmente o hotel mais recomendado em Camaçari é o Cambuci Hotel. Não deixe de conferir!

Chapada Diamantina

Essa região apresenta um dos visuais mais exuberantes do nosso país. Se você gosta de ecoturismo, trilhas, escaladas, cachoeiras e de entrar em contato com a natureza intocada, não espere mais para visitar a região.

Em seu roteiro, inclua um mergulho na Cachoeira do Buraco e na Cachoeira da Fumaça, além de uma visita ao Morro do Pai Inácio, para admirar o pôr do sol. Você também não pode deixar de observar o incrível fenômeno dos fachos de luz na água translúcida do Poço Azul e do Poço Encantado — para citar apenas algumas das incomparáveis atrações!

A região da Chapada Diamantina também é excelente para quem gosta de fazer trilhas, e há desde opções para os mais bem preparados fisicamente quanto para os iniciantes e crianças. Não deixe ainda de visitar algumas das diversas grutas do parque, como a Gruta da Torrinha e a Gruta da Lapa Doce. Para os radicais, a indicação é investir em um rappel na Gruta do Lapão. Já se você curte escalada, o melhor lugar é o Parque da Muritiba.

Onde ficar

Lençóis é a principal cidade da região em termos de infraestrutura, restaurante e hotéis. Já a melhor indicação de hospedagem atualmente é o Mirante Lençóis. Outra excelente opção para os turistas é o Hotel Cambui, na cidade de Seabra.

Costa do Sauípe

Esse é mais um destino presente na Costa dos Coqueiros e que encanta os visitantes. Além das deslumbrantes paisagens, a Costa do Sauípe é muito conhecida pelos resorts e pelo complexo hoteleiro. Por isso, é ideal para quem viaja com crianças e gosta de praticar esportes. Se o seu estilo de viagem é mais focado em conforto, lazer, descanso e segurança, essa opção é perfeita para você e sua família.

E quem se hospeda na Costa do Sauípe não fica limitado aos resorts, já que é possível explorar muito mais a região. Aproveite a sua estadia para conhecer cenários imortalizados em telenovelas, como o Mangue Seco. A Praia do Forte também é uma ótima pedida, uma vez que de julho a outubro existe o passeio para observação das baleias Jubartes.

Onde ficar

Para aproveitar a viagem e relaxar ao máximo, considere optar pelo all inclusive do Sauípe Resort ou o premium inclusive do Sauípe Premium. Com certeza, suas férias serão inesquecíveis!

Ilhéus

É impossível falar na cidade de Ilhéus sem se lembrar da obra do escritor Jorge Amado. Afinal, é nesse local que se passa o enredo de livros como “Gabriela Cravo e Canela”, que tem como pano de fundo as transformações econômicas e sociais vivenciadas na Bahia na década de 1920, em função da larga comercialização do cacau e da abertura dos portos. Essa obra de Jorge Amado se tornou ainda mais famosa ao ser adaptada para a TV em 1975, com Sônia Braga no papel principal.

Dada a relevância do escritor para a cultura brasileira e baiana, existem diversos pontos em Ilhéus que fazem alusão à sua obra e ao ciclo do cacau. Portanto, não deixe de passar pelos seguintes locais: Bar Vesúvio, Cabaré Bataclan e Museu Casa de Jorge Amado. As lojas e fazendas de Cacau também não podem ficar de fora do passeio, além, é claro, da Praia da Avenida, a mais central de Ilhéus.

Onde ficar

Ilhéus é uma das 7 cidades mais populosas da Bahia e, por isso, conta com uma boa infraestrutura. Seu aeroporto recebe voos regulares de diversas regiões do país e o que não faltam são opções e bons hotéis. Para usufruir ao máximo da cidade, não deixe de conhecer o Hotel Praia do Sol e a Pousada Morro dos Navegantes.

Itaparica

O visual deslumbrante de Itaparica, aliado às suas águas mornas e tranquilas, rendem uma comparação da cidade com o Caribe.

Localizada na chamada Baía de Todos os Santos, a ilha de Itaparica fica a apenas 13 quilômetros de Salvador por via marítima, e é o destino perfeito para quem deseja curtir as férias em um ritmo que não existe mais nas grandes metrópoles. Os casarões preservados do século 19 e as ruas de paralelepípedo revelam ao olhar atento dos turistas memórias de uma outra época, e uma das grandes vantagens é a possibilidade de poder explorar a cidade em apenas um dia — mas com certeza você vai querer ficar por lá muito mais tempo!

Chegando na cidade, procure pelo Campo Formoso, para fazer um passeio por entre casas coloridas, e siga em direção à Praça dos Veranistas. Em seguida, parta para o Boulevard, a principal rua da cidade e com vista para o mar. Com a maré cheia, é possível curtir um delicioso banho em águas tranquilas, mornas e transparentes.

Para aproveitar a culinária local, vá até a Praia do Forte, que sempre conta com as tradicionais barraquinhas de acarajé. A casa do escritor João Ubaldo Ribeiro é outro ponto que merece uma foto de recordação.

Onde ficar

Apesar de ser possível visitar rapidamente Itaparica em uma viagem à Salvador, fique um pouco mais e aproveite tudo que a cidade oferece. Não deixe de conferir as opções do Itaparica Praia Hotel e da Pousada Rio Mar.

Mata de São João

Se você procura um local rico em história, mas com ares de modernidade, Mata de São João é o destino certo. A menos de 60 quilômetros da capital do estado, pode ser acessada facilmente pela BA-099.

Com mais de 28 km de natureza exuberante, essa região da Costa dos Coqueiros foi encontrada em 1549 por Garcia d’Ávila, junto com a comitiva de Tomé de Souza. Na época, a região habitada pelo povo Tubinambá foi escolhida como local de construção do Castelo Garcia D’Ávila — a Casa da Torre, que hoje é tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural Brasileiro e encanta os turistas.

Quem deseja visitar a ruína, basta se dirigir à Praia do Forte, onde também estão alguns dos melhores restaurantes da cidade. É na Praia do Forte que está localizada a primeira sede do Projeto Tamar, cujo Centro de Conservação e Manejo de Tartarugas Marinhas está em funcionamento no local desde 1980. A sede do Instituto Baleia Jubarte responsável pelo monitoramento e conservação dessa espécie fica na mesma praia. Em sua visita, não deixe de programar o passeio que permite avistar esses impressionantes animais.

Onde ficar

Para desfrutar das belezas da Mata de São João com muito conforto, conheça o resort B Blue Beachouses, com vista para o mar. Por outro lado, a Pousada Jasmim dos Poetas é ideal se você procura por charme e conforto.

Morro de São Paulo

Esse destino está cada vez mais sendo procurado pelos jovens que buscam fazer amizades e desbravar locais paradisíacos do nosso litoral, assim como outras praias do sul da Bahia. O Morro de São Paulo fica a 60 quilômetros de Salvador e fica em um arquipélago com 26 ilhas.

As praias paradisíacas e o lindo visual de Mata Atlântica compõem o cenário perfeito para belas fotos e momentos de contemplação. As praias são identificadas por numerais. A primeira praia, por exemplo, é o destino certo para quem gosta de esportes aquáticos. A segunda praia é lugar de badalação ao cair da noite. A terceira e quarta praia, por sua vez, são mais afastadas e procuradas por quem deseja total tranquilidade. Por isso, Morro de São Paulo agrada turistas de todos os estilos.

Onde ficar

Morro de São Paulo é o tipo de local que oferece diferentes opções de hospedagem, tanto para quem procura confortáveis resorts quanto para quem deseja o aconchego de uma charmosa pousada. Confira as acomodações do Hotel Morro da Saudade e do Patachocas.

Salvador

A capital do estado da Bahia foi fundada em 1549 e praticamente dispensa apresentações. São inúmeras as opções de passeios em Salvador, capazes de agradar quem deseja mergulhar na história da cidade, desfrutar da gastronomia local ou simplesmente curtir a praia. Conheça alguns dos principais pontos turísticos.

Elevador Lacerda

A visita a esse curioso meio de transporte não pode ficar de fora do roteiro. O Elevador Lacerda é o primeiro elevador urbano do mundo, e tem a função de transportar as pessoas da Cidade Baixa para a Cidade Alta. O valor da condução é praticamente simbólico e a vista para a Baía de Todos os Santos é uma das mais lindas de Salvador.

Pelourinho

Esse é talvez o principal destino turístico do Centro Histórico da Cidade. E não é pra menos. Afinal, o Pelô é palco de variadas expressões da cultura baiana, incluindo música, dança, gastronomia e, claro, capoeira. Por aquelas ladeiras, grupos como Olodum e Timbalada se consagraram. Os locais usados como set de filmagem do famoso clipe do cantor Michael Jackson também valem a visita.

Mercado Modelo

Para não voltar para casa sem uma lembrancinha do rico artesanato da região, não deixe de fazer uma visita ao Mercado Modelo — um casarão que mantém a arquitetura neoclássica original mesmo já tendo passado por dois incêndios. Lá o turista encontra também rodas de capoeira e restaurantes variados.

Onde ficar

Como grande metrópole que é, Salvador oferece uma ampla variedade de acomodações em diversos pontos. No coração da cidade, uma ótima opção é o Hotel Casa do Amarelindo. Se você deseja praticidade e conforto, confira o que oferece o Intercity Salvador.

Principais festas da Bahia

Nem só de belezas naturais e belas construções históricas vive a Bahia. O turista que busca explorar a região se depara também com uma enorme variedade de manifestações culturais populares, as quais refletem muito o modo de viver desse povo que tem muito a ensinar para o resto do país em termos de alegria e tradição. Confira algumas delas!

Carnaval

Diz a música que “atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu”. E isso na Bahia é levado a sério! Afinal, foi na cidade de Salvador que o carro sonorizado foi inventado e se espalhou pelas festas de todo o país.

E sem o trio elétrico o Carnaval da Bahia não seria o mesmo. Durante os dias do evento, dezenas de artistas famosos fazem suas apresentações, que chegam a durar até 16 horas ininterruptas, principalmente na cidade de Salvador, e arrastam multidões pelas ruas, na maior expressão de festa popular que temos no Brasil.

Alguns dos nomes da música baiana que se destacam anualmente no Carnaval são Ivete Sangalo, Cláudia Leitte e Daniela Mercury. Também não ficam de fora Gilberto Gil, Timbalada e Olodum.

Festa de Iemanjá

Em 2 de fevereiro, é o momento de prestar as homenagens à Rainha do Mar, na maior manifestação religiosa das religiões de matriz africana. O acontecimento atrai turistas de toda parte ao Rio Vermelho, em Salvador, onde são feitas as oferendas à Iemanjá. Ao fim da tradição, a festa continua por vários pontos da cidade, principalmente nas regiões boêmias do bairro de Rio Vermelho.

Festival de Verão

E a música na Bahia não aparece apenas no Carnaval. Em Salvador, ocorre desde 1998 o Festival de Verão, um dos eventos mais esperados do país nessa época do ano. A data do festival não é fixa, podendo ocorrer tanto no fim do ano quanto nas proximidades do Carnaval. A sua maior característica é a diversidade dos gêneros musicais contemplados e do estilo dos artistas nacionais e internacionais que sobem ao palco.

Festa do Bonfim

Essa é mais uma celebração religiosa tradicional em Salvador. Sempre na segunda quinta-feira do mês de janeiro, o sincretismo religioso se faz presente entre os fiéis, que manifestam a fé no Senhor do Bonfim, ou em Oxalá.

Todos os anos, aproximadamente 800 mil pessoas participam da procissão. Após o trajeto entre as igrejas de Nossa Senhora da Conceição da Praia e do Senhor do Bonfim, se inicia a parte mais esperada: as baianas despejam seus vasos com água de cheiro no adro da igreja e sobre as cabeças dos fiéis. O ritual é realizado há 273 anos, desde a chegada da imagem do Senhor do Bonfim de Portugal.

A Bahia é o berço cultural do Brasil. Foi lá que em 1500 os primeiros portugueses pisaram em nossa terra, trazidos pelas caravelas lideradas por Pedro Álvares Cabral. No estado baiano foram construídos os primeiros templos cristãos, celebrada a primeira missa e iniciada a expansão dos jesuítas. A região também recebeu os negros escravizados e absorveu grande parte da rica cultura do continente africano, que se reflete até hoje na música, na gastronomia, na religião e na moda.

Assim se iniciou a trajetória do nosso país, até que chegasse à forma como o conhecemos hoje. Por isso, para conhecer mais a fundo a sua própria história, não deixe de visitar as diversas regiões da Bahia e usufruir de todas as belezas naturais, seja no litoral ou nas regiões serranas.

Conte com a Avianca para chegar a seu destino!

Sem dúvida, as melhores festas juninas do Brasil acontecem no Nordeste! O São João ocorre em diversas capitais e em cidades do interior durante todo o mês de junho e atrai multidões. Por isso, confira quais são as comemorações mais populares e que valem a sua visita!

Festas Juninas

#1 São João Campina Grande

Conhecido como o “Maior São João do Mundo”, o São João de Campina Grande, na Paraíba, reúne milhares de locais e turistas. O evento ocorre no Parque do Povo e conta com grandes shows, trios de forró pé de serra, comidas típicas, quadrilhas e muita animação.

#2 São João Caruaru

O que não faltam em Pernambuco em junho são “arraiás”, mas o mais famoso deles é sem dúvida o São João de Caruaru. O evento é palco de muito forró, alegria e shows de famosos cantores nacionais. Sem esquecer da colorida decoração e das deliciosas comidas.

#3 Forró Caju em Aracaju

A festa ocorre na praça dos Mercados Centrais de Aracaju e atrai cerca de 100 mil pessoas por dia. Entre os visitantes estão moradores das cidades vizinhas e de diversas partes do Brasil. A festança ocorre durante dois finais de semana e conta com cerca de 130 atrações.

#4 São João Salvador

O São João de Salvador ocorre no Centro Histórico e no subúrbio da capital baiana. O destaque da comemoração é o Largo do Pelourinho. Fique atento, pois a festa dura apenas um final de semana e conta com importantes nomes da música nordestina.

#5 São João Recife

A Capital de Pernambuco não poderia ficar de fora da festança! No Recife, as comemorações são divididas em dois polos principais: o Sítio da Trindade, na Casa Amarela, e o Pátio de São Pedro, no Centro. Há ainda programações nos bairros e festas privadas. O destaque é o tradicional concurso de quadrilha.

#6 São João de Fortaleza

Conhecido como o “Maior Arraiá de Capital do Brasil”, o São João de Fortaleza acontece durante quatro dias de junho – de quinta a domingo – e ocupa o Aterro da Praia de Iracema. A festa é bastante animada e reúne atrações locais e grandes cantores nacionais.

Garanta a sua passagem aérea para o São João do Nordeste!

Saiba mais sobre as belezas nordestinas!

Nosso embaixador André Fran (@andrefran) se aventurou pela maravilhosa Salvador para dar dicas incríveis do que fazer por lá. Aqui no blog, a gente conta outros detalhes de cada um dos lugares que ele visitou. O vídeo deste destino Avianca incrível, você confere aqui.

Igreja de Nosso Senhor do Bonfim

Considerada pelo povo baiano o maior centro de fé católica e de sincretismo religioso do Brasil, a Igreja do Bonfim popularizou-se pelas fitinhas coloridas amarradas em sua fachada e também pela famosa Festa da Lavagem – realizada sempre em meados de janeiro -, em que a escadaria do templo é purificada com água de cheiro por baianas vestidas em trajes tradicionais.

Há a crença popular de que quem usa a fitinha de Nosso Senhor do Bonfim deve dar três nós e fazer um pedido para cada um deles.

Acarajé da Cira

Imortalizado na música “Tarde em Itapuã” do poeta Vinícius de Moraes, o famoso bairro abriga o tabuleiro de acarajé mais famoso da cidade, o da baiana Cira. O sucesso da empreendedora foi tanto, que ela abriu filiais em outros bairros boêmios de Salvador, como o Rio Vermelho. Parada obrigatória para mergulhar de cabeça na gastronomia local.

Pelourinho

O famoso Pelô, como é popularmente chamado, tem sua história fundida com a de Salvador, sendo este o principal ponto turístico do Centro Histórico da Cidade. Festas e muita cultura convulsionam suas ladeiras em praticamente todos os dias do ano, além, é claro, de opções de gastronomia e artesanato locais. Até o cantor Michael Jackson usou o lugar de locação para a gravação de um seus clipes.

Elevador Lacerda

Localizado no Centro Histórico de Salvador, o Elevador Lacerda é o primeiro elevador urbano do mundo, cumprindo a função de transporte público entre a Cidade Baixa e a Cidade Alta da capital baiana. Por dia, são transportados cerca de 28 mil pessoas ao custo de 15 centavos. A vista do elevador para a Baía de Todos os Santos é, sem dúvidas, um dos cartões postais mais emblemáticos da cidade.

Bahia Marina

Para os que gostam de velejar ou querem apenas aproveitar um belo dia de sol, a Bahia Marina é o destino certo para esses viajantes. Inaugurada em 1999 com a proposta de ser um centro de lazer, a marina sedia ainda atrações culturais de peso para a cidade. Arte, cultura, mar e uma bela paisagem: impossível não embarcar nessa!

Solar do Unhão

O por do sol é sempre um dos momentos mais bacanas para sacar o celular e fazer uma bela recordação da cidade. Não à toa, nosso embaixador André Fran escolheu o Solar do Unhão que, além desse belo fim de tarde, sedia o conjunto arquitetônico onde se situa o Museu de Arte Moderna. Definitivamente, um espetáculo!

Café Aliança Francesa

Situado no famoso bairro da Barra, o Café Terrasse Aliança Francesa reserva um ambiente agradável com música ao vivo, que vai do Jazz ao Chorinho. Um excelente lugar para começar o dia com o pé direito.

Mahi-Mahi

O charmoso restaurante com teleférico localizado na região de Corredor da Vitória é construído sobre o mar e tem um cardápio bastante variado para os amantes de frutos do mar, além de diversões aquáticas.

Blue Bar

Já imaginou tomar um drink e se deliciar com a inusitada fusão das culinárias baiana e mediterrânea e, de quebra, uma bela vista para o mar? Assim é o Blue Bar, localizado no boêmio bar do Rio Vermelho. Uma experiência deliciosa!

Praia do Buracão

Antes de se aventurar pelos bares do Rio Vermelho, que tal um banho de mar em uma praia “escondida”? Pouca gente, muito sol e a magia do mar da Bahia podem ser encontrados na Praia do Buracão. Aviso aos marinheiros de primeira viagem: cuidado com as fortes correntezas!

Farol da Barra

O famoso farol que guiava o caminho dos navegantes que chegavam à Baía de Todos os Santos no século XVII, hoje é um dos principais pontos turísticos da região da Barra. O por do sol, a praia agitada e as boas opções gastronômicas que o rodeiam fazem do também chamado Farol de Santo Antônio uma das paradas obrigatórias para uma selfie na capital baiana. Só não se esqueça da hashtag #MeuDestinoAvianca. 😉

Sorveteria da Ribeira

Uma deliciosa pausa na viagem para se refrescar do calor soteropolitano. Na Sorveteria da Ribeira, localizada no bairro homônimo, conta com mais de 60 sabores de sorvetes artesanais, incluindo alguns de frutas locais como biribiiri, mangaba e sapoti.

Aram Yami

Para finalizar a incursão pelo encantador mundo de Salvador, nada como uma boa noite de descanso com num dos hotéis mais badalados da cidade, bem próximo a seu Centro Histórico. Quartos com piscina, uma vista de tirar o fôlego para  o mar e um pôr do sol como este te esperam por lá.

DestinosNacionaisSalvador

Salve, Salvador!

14 de agosto de 2014 0 comentário

senhordobonfim

Muitas vezes acho que acabo focando muito em sugestões úteis de viagem, analises de tendências do mercado de turismo e outras colunas mais técnicas ou opinativas (não que todas não o sejam). Aí paro para pensar que minha paixão por viagens é bem mais simples que tudo isso, ela vem simplesmente do prazer de conhecer um destino novo, paisagens desconhecidas, uma cultura diferente, um povo arrebatador… No fim das contas, são os lugares e as dicas de roteiros que acabam atraindo e tendo uma utilidade mais efetiva para o amigo leitor (desculpe, gente: mas essa expressão sempre será usada por mim em tom meio irônico, ok? Leiam dessa maneira!).

Por isso que depois de escrever sobre alguns dos points diferentes e fora do roteiro tradicional da minha cidade favorita no país campeão da Copa (Munique, na Alemanha) e do vice-campeão (Buenos Aires, Argentina) resolvi olhar para dentro e passar um pouco dos meus recantos prediletos aqui pelo nosso querido e amado Brasil. E, para começar, envio um roteiro especial de Salvador, na Bahia só porque eu estava por lá há uns dias. Depois prometo traçar roteiros de outras cidades de nosso país.

 

Salvador, Bahia

 

Elevador Lacerda, Pelourinho, Farol da Barra, Igreja de São Francisco, Praça da Sé… Para variar, vou pular as dicas óbvias que você pode encontrar em qualquer revista de turismo ou guia de viagem tradicional. O foco são dicas mais contemporâneas, escondidas e especiais que você só encontra aqui, na Coluna do Fran no Blog da Avianca!

1-     Paraíso Tropical: Dizem que fica no espaço onde antes funcionava o esquema de rinha de galo de um polêmico e renomado publicitário baiano. Dizem… O restaurante do chef Beto fica em um bairro humilde e afastado de badalações, mas é um oásis de comidas típicas baianas reformuladas em releituras para lá de originais. Frozen de coco verde com frutas, moquecas com o dendê inteiro no prato e outras invencionices bem saborosas. Vale muito a pena!

2-     Jazz no MAM: É a volta de uma série de Jam Sessions que rolava há um tempo em Salvador. O cenário e a decoração são impecáveis, e a natureza dá o toque especial com o por do sol que coincide com o horário das apresentações. Imperdível mesmo para quem, como eu, não suporta jazz.

3-     Bahia Marina: se você tem barco (ou, melhor: conhece alguém que tenha) é o ponto de partida ideal para um passeio pelas águas azuis e quentinhas de Salvador. Se não, vale a pena pelo visual dos piers e os excelentes restaurantes arejados que tem por ali. No Acqua, em especial, rola um crepe de chocolate branco que é de comer rezando aos seus orixás!

4-     Fonte Nova: O recém-restaurado estádio de futebol é a casa do Esporte Clube Bahia (o rival Vitória joga no Barradão). Foi um dos estádios da Copa, fica em frente ao belo Dique do Tororó, e é parada obrigatória para quem curte esporte e em especial o futebol.

DestinosNacionaisSalvador

Apaixonante Salvador

12 de agosto de 2013 0 comentário

SALVADOR MAR E PISCINA - CAPA

Vivendo há 40 anos na Bahia, a sergipana Lícia Fábio – promoter responsável por eventos como o camarote de Daniela Mercury no Carnaval e o Réveillon das Águas – é apaixonada por Salvador. Suas dicas da cidade vão da praia mais famosa a uma agitada feira de rua, de um luxuoso hotel histórico à mais tradicional sorveteria da capital, da moderna gastronomia baiana à famosa comida de rua. Confira a seguir um guia para descobrir uma Salvador em que coexistem o antigo e o novo, o moderno e o tradicional, o popular e o luxo, tudo iluminado pela deliciosa luz que banha a cidade do nascer do sol ao entardecer.

 

Praias

São mais de trinta praias em Salvador e região metropolitana. Há para todos os gostos. “O pôr- -do-sol e o nascer da lua no Porto da Barra são lindos demais”, diz Lícia sobre a sua favorita, um dos pontos mais badalados da cidade aos fins de semana ou mesmo nos dias úteis. Vale a pena caminhar pelo calçadão e se juntar aos muitos locais e turistas que se reúnem junto ao farol para aproveitar o entardecer. Para relaxar, a promoter sugere uma escapada à paradisíaca Praia do Forte, a 50 quilômetros da capital, famosa por seu mar de águas transparentes.

 SALVADOR praia do forte - Jota freitas

 

Religião

“Todo mundo vem à Bahia em busca de certa religiosidade”, opina Lícia. Ela indica a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, na Sagrada Colina, como parada obrigatória. “O forte é às sextas-feiras, dia de Oxalá [o Senhor do Bonfim no Candomblé], quando a maioria dos baianos veste branco”, conta. O Terreiro do Gantois, comandado pela famosa Mãe Menininha até a década de 1980, é também uma ótima pedida. E, para quem se interessa pelo assunto, uma tarde no Pelourinho explorando as muitas igrejas da época em que Salvador era capital da colônia é um passeio imperdível.

 SALVADOR FITINHAS

 

Cidade Baixa

Salvador está dividida entre Cidade Baixa, a área litorânea, e Cidade Alta, onde se concentra o centro econômico, as duas ligadas pelo famoso Elevador Lacerda. Apesar de menos moderna e da visível degradação de seus prédios históricos, a Cidade Baixa é um lugar inspirador, com vistas estonteantes e clima único. Ali, Lícia sugere a boêmia Praia da Ribeira, com seu cenário bucólico composto por casarões antigos, ou a Ponta de Humaitá, de onde se avista uma poética igrejinha. Para completar, não pode faltar uma visita à histórica Sorveteria da Ribeira, fundada em 1931. “Os sorvetes de frutas nordestinas, como goiaba e umbu, são os melhores, mas vale a pena também provar os mais exóticos, como o de nhame”, indica.

SALVADOR ELEVADOR

Sorveteria da Ribeira | Praça Conselheiro Nabuco, 87 | 71 3316-5451

 

Gastronomia

“O acarajé é nosso hambúrguer”, dispara Lícia quando perguntada sobre a cozinha baiana – seus favoritos são o da Dinha, no Rio Vermelho, e o da Chica, na Pituba. Mas nem só de acarajé e moqueca vive a culinária de Salvador. “O Paraíso Tropical faz uma ótima leitura da nossa cozinha. Meus preferidos ali são o arroz de pitanga e o peixe com jambo. O Amado incorpora elementos nordestinos à gastronomia internacional de maneira bem interessante. E o Porto do Moreira, um dos mais antigos, citado inclusive na obra de Jorge Amado, traz culinária que mistura sabores portugueses e baianos”.

 SALVADOR paraiso tropical

Acarajé da Dinha | Rua João Gomes, 25 |71 3334-4350

Acarajé da Chica | Avenida Manoel Dias da Silva, s/n | 71 9911-6424 |

Paraíso Tropical | Rua Edgard Loureiro, 98 B | 71 3384-7464

Amado | Avenida Lafayete Coutinho, 660 | 71 3322-3520

Porto do Moreira | Largo do Mocambinho, 488 | 71 3322-4112

AMADO

 

Noite

Engana-se quem pensa que Salvador é só a terra do axé: a noite soteropolitana é bastante animada e traz opções para todos os gostos. O boêmio bairro do Rio Vermelho se transforma em uma grande festa noite sim e outra também, com pessoas de todas as idades circulando pelas diversas casas noturnas no entorno do que se apelidou “Largo da Dinha”, famoso pelo acarajé da Dinha e onde os notívagos se concentram. Às terças, o Casa da Mãe traz música brasileira ao vivo da melhor qualidade, com jovens se espalhando entre a casa e a calçada em frente ao mar. Entre os preferidos de Lícia Fábio estão o Bar Piauí, na Pituba, e o De Passagem Boteco, no Horto Florestal.

 

Casa da Mãe | Rua Guedes Cabral, 81 | 71 3017-9041

Bar Piauí | Rua Piauí, 16 | 71 3346-5113

De Passagem Boteco | Avenida Santa Luzia, 1000 | 71 3357-0158

 

Arte

O Museu de Arte Moderna de Salvador, instalado no Solar do Unhão – complexo histórico restaurado pela arquiteta Lina Bo Bardi na década de 60 – é imperdível. O caminho do Parque das Esculturas, instalado em uma encosta, merece uma longa pausa no dia e dá direito a uma das mais deslumbrantes vistas do mar da Bahia. Lícia destaca ainda o Instituto de Artesanato Visconde Mauá, que fomenta o melhor do artesanato baiano. “E encontramos boa arte local na Feira de São Joaquim, onde há também ótimos queijos, frutas, farinhas e pimentas”, aponta.

SALVADOR bijuteria

Museu de Arte Moderna da Bahia | Avenida do Contorno, s/n | 71 3117-6139

Instituto de Artesanato Visconde Mauá | Rua Gregório de Matos, 27 | 71 3116-6700

Feira de São Joaquim | Rua Engenheiro Oscar Pontes, 993-1119

 

Onde ficar

As opções de hotéis em Salvador são bastante variadas. Lícia aponta os das redes Ibis e Mercure como boas alternativas de hospedagem econômica. Na categoria executivo, o Sotero traz conforto e facilidades para quem está na cidade a trabalho. O Hotel Boutique Zank é uma opção charmosa e possui um ótimo spa. E, para quem quer luxo com gosto soteropolitano, o Pestana Convento do Carmo, no Pelourinho, tem padrão de qualidade dos melhores hotéis do mundo em um prédio colonial e um cenário de sonho como vista.

 SALVADOR FACHADA ZANK Foto Marcelo Magnani

Ibis Salvador Rio Vermelho | Rua Fonte do Boi, 215 | 71 3172-4100

Mercure Salvador Boulevard | Rua Ewerton Visco, 160 | 71 2201-2999

Sotero Hotel | Rua Dr. José Peroba, 97 | 71 4062-5323

Zank Boutique Hotel | Rua Almirante Barroso 161 | 71 3083-4000

Pestana Convento do Carmo | Rua do Carmo, 1 |  71 3327-8400

 

Trilha sonora

Lícia Fábio elegeu Tarde em Itapuã, de Vinícius de Moraes e Toquinho, como trilha sonora dessa viagem a Salvador. “Estamos festejando o centenário do Vinícius, que viveu aqui e também era um pouco baiano. Para mim, é uma música para se voltar à vida”.

 

Garanta já a sua passagem para a capital baiana e confira de perto todas essas dicas!

DestinosNacionaisSalvador

O que é que a Bahia tem!

21 de maio de 2013 0 comentário

Restaurante Amado

 

Todo mundo que vai pra Salvador sempre escuta os pontos turísticos que não pode deixar de conhecer. Roteiros que incluem o Pelourinho, Centro Histórico, Mercado Modelo, Igreja do Bonfim, Farol da Barra e elevador Lacerda são, de fato, paradas mais que obrigatórias para quem visita a capital baiana.

Quem nunca imaginou, também, passar uma tarde em Itapuã? A praia que foi eternizada pelo poeta Vinicius de Moraes, é muito visitada por turistas que desembarcam em Salvador.

A gastronomia é outro capítulo à parte. Boas opções não vão faltar, e uma das melhores é o restaurante Amado. Localizado na praia da preguiça, o restaurante encanta não só pelos excelentes pratos criados pelo premiado chef Edinho Engel, mas também pela belíssima decoração e sua incrível vista da Baía de Todos os Santos. Lá você vai saborear desde pescados até carnes de caças, sempre acompanhados com temperos regionais.  É uma ótima opção para ir a dois especialmente ao entardecer, onde a vista fica ainda mais especial.

 

Você já foi pra Salvador? Mande a sua história para a gente, quem sabe ela não aparece aqui no nosso blog: marketing@avianca.com.br

Ainda não foi? Que tal conhecer?  Aproveite nossas tarifas, aqui ao lado, e descubra o que é que a Bahia tem!