Categoria

Salvador

Nosso embaixador André Fran (@andrefran) se aventurou pela maravilhosa Salvador para dar dicas incríveis do que fazer por lá. Aqui no blog, a gente conta outros detalhes de cada um dos lugares que ele visitou. O vídeo deste destino Avianca incrível, você confere aqui.

Igreja de Nosso Senhor do Bonfim

Considerada pelo povo baiano o maior centro de fé católica e de sincretismo religioso do Brasil, a Igreja do Bonfim popularizou-se pelas fitinhas coloridas amarradas em sua fachada e também pela famosa Festa da Lavagem – realizada sempre em meados de janeiro -, em que a escadaria do templo é purificada com água de cheiro por baianas vestidas em trajes tradicionais.

Há a crença popular de que quem usa a fitinha de Nosso Senhor do Bonfim deve dar três nós e fazer um pedido para cada um deles.

Acarajé da Cira

Imortalizado na música “Tarde em Itapuã” do poeta Vinícius de Moraes, o famoso bairro abriga o tabuleiro de acarajé mais famoso da cidade, o da baiana Cira. O sucesso da empreendedora foi tanto, que ela abriu filiais em outros bairros boêmios de Salvador, como o Rio Vermelho. Parada obrigatória para mergulhar de cabeça na gastronomia local.

Pelourinho

O famoso Pelô, como é popularmente chamado, tem sua história fundida com a de Salvador, sendo este o principal ponto turístico do Centro Histórico da Cidade. Festas e muita cultura convulsionam suas ladeiras em praticamente todos os dias do ano, além, é claro, de opções de gastronomia e artesanato locais. Até o cantor Michael Jackson usou o lugar de locação para a gravação de um seus clipes.

Elevador Lacerda

Localizado no Centro Histórico de Salvador, o Elevador Lacerda é o primeiro elevador urbano do mundo, cumprindo a função de transporte público entre a Cidade Baixa e a Cidade Alta da capital baiana. Por dia, são transportados cerca de 28 mil pessoas ao custo de 15 centavos. A vista do elevador para a Baía de Todos os Santos é, sem dúvidas, um dos cartões postais mais emblemáticos da cidade.

Bahia Marina

Para os que gostam de velejar ou querem apenas aproveitar um belo dia de sol, a Bahia Marina é o destino certo para esses viajantes. Inaugurada em 1999 com a proposta de ser um centro de lazer, a marina sedia ainda atrações culturais de peso para a cidade. Arte, cultura, mar e uma bela paisagem: impossível não embarcar nessa!

Solar do Unhão

O por do sol é sempre um dos momentos mais bacanas para sacar o celular e fazer uma bela recordação da cidade. Não à toa, nosso embaixador André Fran escolheu o Solar do Unhão que, além desse belo fim de tarde, sedia o conjunto arquitetônico onde se situa o Museu de Arte Moderna. Definitivamente, um espetáculo!

Café Aliança Francesa

Situado no famoso bairro da Barra, o Café Terrasse Aliança Francesa reserva um ambiente agradável com música ao vivo, que vai do Jazz ao Chorinho. Um excelente lugar para começar o dia com o pé direito.

Mahi-Mahi

O charmoso restaurante com teleférico localizado na região de Corredor da Vitória é construído sobre o mar e tem um cardápio bastante variado para os amantes de frutos do mar, além de diversões aquáticas.

Blue Bar

Já imaginou tomar um drink e se deliciar com a inusitada fusão das culinárias baiana e mediterrânea e, de quebra, uma bela vista para o mar? Assim é o Blue Bar, localizado no boêmio bar do Rio Vermelho. Uma experiência deliciosa!

Praia do Buracão

Antes de se aventurar pelos bares do Rio Vermelho, que tal um banho de mar em uma praia “escondida”? Pouca gente, muito sol e a magia do mar da Bahia podem ser encontrados na Praia do Buracão. Aviso aos marinheiros de primeira viagem: cuidado com as fortes correntezas!

Farol da Barra

O famoso farol que guiava o caminho dos navegantes que chegavam à Baía de Todos os Santos no século XVII, hoje é um dos principais pontos turísticos da região da Barra. O por do sol, a praia agitada e as boas opções gastronômicas que o rodeiam fazem do também chamado Farol de Santo Antônio uma das paradas obrigatórias para uma selfie na capital baiana. Só não se esqueça da hashtag #MeuDestinoAvianca. 😉

Sorveteria da Ribeira

Uma deliciosa pausa na viagem para se refrescar do calor soteropolitano. Na Sorveteria da Ribeira, localizada no bairro homônimo, conta com mais de 60 sabores de sorvetes artesanais, incluindo alguns de frutas locais como biribiiri, mangaba e sapoti.

Aram Yami

Para finalizar a incursão pelo encantador mundo de Salvador, nada como uma boa noite de descanso com num dos hotéis mais badalados da cidade, bem próximo a seu Centro Histórico. Quartos com piscina, uma vista de tirar o fôlego para  o mar e um pôr do sol como este te esperam por lá.

DestinosNacionalSalvador

Salve, Salvador!

14 de agosto de 2014 0 comentário

senhordobonfim

Muitas vezes acho que acabo focando muito em sugestões úteis de viagem, analises de tendências do mercado de turismo e outras colunas mais técnicas ou opinativas (não que todas não o sejam). Aí paro para pensar que minha paixão por viagens é bem mais simples que tudo isso, ela vem simplesmente do prazer de conhecer um destino novo, paisagens desconhecidas, uma cultura diferente, um povo arrebatador… No fim das contas, são os lugares e as dicas de roteiros que acabam atraindo e tendo uma utilidade mais efetiva para o amigo leitor (desculpe, gente: mas essa expressão sempre será usada por mim em tom meio irônico, ok? Leiam dessa maneira!).

Por isso que depois de escrever sobre alguns dos points diferentes e fora do roteiro tradicional da minha cidade favorita no país campeão da Copa (Munique, na Alemanha) e do vice-campeão (Buenos Aires, Argentina) resolvi olhar para dentro e passar um pouco dos meus recantos prediletos aqui pelo nosso querido e amado Brasil. E, para começar, envio um roteiro especial de Salvador, na Bahia só porque eu estava por lá há uns dias. Depois prometo traçar roteiros de outras cidades de nosso país.

 

Salvador, Bahia

 

Elevador Lacerda, Pelourinho, Farol da Barra, Igreja de São Francisco, Praça da Sé… Para variar, vou pular as dicas óbvias que você pode encontrar em qualquer revista de turismo ou guia de viagem tradicional. O foco são dicas mais contemporâneas, escondidas e especiais que você só encontra aqui, na Coluna do Fran no Blog da Avianca!

1-     Paraíso Tropical: Dizem que fica no espaço onde antes funcionava o esquema de rinha de galo de um polêmico e renomado publicitário baiano. Dizem… O restaurante do chef Beto fica em um bairro humilde e afastado de badalações, mas é um oásis de comidas típicas baianas reformuladas em releituras para lá de originais. Frozen de coco verde com frutas, moquecas com o dendê inteiro no prato e outras invencionices bem saborosas. Vale muito a pena!

2-     Jazz no MAM: É a volta de uma série de Jam Sessions que rolava há um tempo em Salvador. O cenário e a decoração são impecáveis, e a natureza dá o toque especial com o por do sol que coincide com o horário das apresentações. Imperdível mesmo para quem, como eu, não suporta jazz.

3-     Bahia Marina: se você tem barco (ou, melhor: conhece alguém que tenha) é o ponto de partida ideal para um passeio pelas águas azuis e quentinhas de Salvador. Se não, vale a pena pelo visual dos piers e os excelentes restaurantes arejados que tem por ali. No Acqua, em especial, rola um crepe de chocolate branco que é de comer rezando aos seus orixás!

4-     Fonte Nova: O recém-restaurado estádio de futebol é a casa do Esporte Clube Bahia (o rival Vitória joga no Barradão). Foi um dos estádios da Copa, fica em frente ao belo Dique do Tororó, e é parada obrigatória para quem curte esporte e em especial o futebol.

DestinosNacionalSalvador

Apaixonante Salvador

12 de agosto de 2013 0 comentário

SALVADOR MAR E PISCINA - CAPA

Vivendo há 40 anos na Bahia, a sergipana Lícia Fábio – promoter responsável por eventos como o camarote de Daniela Mercury no Carnaval e o Réveillon das Águas – é apaixonada por Salvador. Suas dicas da cidade vão da praia mais famosa a uma agitada feira de rua, de um luxuoso hotel histórico à mais tradicional sorveteria da capital, da moderna gastronomia baiana à famosa comida de rua. Confira a seguir um guia para descobrir uma Salvador em que coexistem o antigo e o novo, o moderno e o tradicional, o popular e o luxo, tudo iluminado pela deliciosa luz que banha a cidade do nascer do sol ao entardecer.

 

Praias

São mais de trinta praias em Salvador e região metropolitana. Há para todos os gostos. “O pôr- -do-sol e o nascer da lua no Porto da Barra são lindos demais”, diz Lícia sobre a sua favorita, um dos pontos mais badalados da cidade aos fins de semana ou mesmo nos dias úteis. Vale a pena caminhar pelo calçadão e se juntar aos muitos locais e turistas que se reúnem junto ao farol para aproveitar o entardecer. Para relaxar, a promoter sugere uma escapada à paradisíaca Praia do Forte, a 50 quilômetros da capital, famosa por seu mar de águas transparentes.

 SALVADOR praia do forte - Jota freitas

 

Religião

“Todo mundo vem à Bahia em busca de certa religiosidade”, opina Lícia. Ela indica a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, na Sagrada Colina, como parada obrigatória. “O forte é às sextas-feiras, dia de Oxalá [o Senhor do Bonfim no Candomblé], quando a maioria dos baianos veste branco”, conta. O Terreiro do Gantois, comandado pela famosa Mãe Menininha até a década de 1980, é também uma ótima pedida. E, para quem se interessa pelo assunto, uma tarde no Pelourinho explorando as muitas igrejas da época em que Salvador era capital da colônia é um passeio imperdível.

 SALVADOR FITINHAS

 

Cidade Baixa

Salvador está dividida entre Cidade Baixa, a área litorânea, e Cidade Alta, onde se concentra o centro econômico, as duas ligadas pelo famoso Elevador Lacerda. Apesar de menos moderna e da visível degradação de seus prédios históricos, a Cidade Baixa é um lugar inspirador, com vistas estonteantes e clima único. Ali, Lícia sugere a boêmia Praia da Ribeira, com seu cenário bucólico composto por casarões antigos, ou a Ponta de Humaitá, de onde se avista uma poética igrejinha. Para completar, não pode faltar uma visita à histórica Sorveteria da Ribeira, fundada em 1931. “Os sorvetes de frutas nordestinas, como goiaba e umbu, são os melhores, mas vale a pena também provar os mais exóticos, como o de nhame”, indica.

SALVADOR ELEVADOR

Sorveteria da Ribeira | Praça Conselheiro Nabuco, 87 | 71 3316-5451

 

Gastronomia

“O acarajé é nosso hambúrguer”, dispara Lícia quando perguntada sobre a cozinha baiana – seus favoritos são o da Dinha, no Rio Vermelho, e o da Chica, na Pituba. Mas nem só de acarajé e moqueca vive a culinária de Salvador. “O Paraíso Tropical faz uma ótima leitura da nossa cozinha. Meus preferidos ali são o arroz de pitanga e o peixe com jambo. O Amado incorpora elementos nordestinos à gastronomia internacional de maneira bem interessante. E o Porto do Moreira, um dos mais antigos, citado inclusive na obra de Jorge Amado, traz culinária que mistura sabores portugueses e baianos”.

 SALVADOR paraiso tropical

Acarajé da Dinha | Rua João Gomes, 25 |71 3334-4350

Acarajé da Chica | Avenida Manoel Dias da Silva, s/n | 71 9911-6424 |

Paraíso Tropical | Rua Edgard Loureiro, 98 B | 71 3384-7464

Amado | Avenida Lafayete Coutinho, 660 | 71 3322-3520

Porto do Moreira | Largo do Mocambinho, 488 | 71 3322-4112

AMADO

 

Noite

Engana-se quem pensa que Salvador é só a terra do axé: a noite soteropolitana é bastante animada e traz opções para todos os gostos. O boêmio bairro do Rio Vermelho se transforma em uma grande festa noite sim e outra também, com pessoas de todas as idades circulando pelas diversas casas noturnas no entorno do que se apelidou “Largo da Dinha”, famoso pelo acarajé da Dinha e onde os notívagos se concentram. Às terças, o Casa da Mãe traz música brasileira ao vivo da melhor qualidade, com jovens se espalhando entre a casa e a calçada em frente ao mar. Entre os preferidos de Lícia Fábio estão o Bar Piauí, na Pituba, e o De Passagem Boteco, no Horto Florestal.

 

Casa da Mãe | Rua Guedes Cabral, 81 | 71 3017-9041

Bar Piauí | Rua Piauí, 16 | 71 3346-5113

De Passagem Boteco | Avenida Santa Luzia, 1000 | 71 3357-0158

 

Arte

O Museu de Arte Moderna de Salvador, instalado no Solar do Unhão – complexo histórico restaurado pela arquiteta Lina Bo Bardi na década de 60 – é imperdível. O caminho do Parque das Esculturas, instalado em uma encosta, merece uma longa pausa no dia e dá direito a uma das mais deslumbrantes vistas do mar da Bahia. Lícia destaca ainda o Instituto de Artesanato Visconde Mauá, que fomenta o melhor do artesanato baiano. “E encontramos boa arte local na Feira de São Joaquim, onde há também ótimos queijos, frutas, farinhas e pimentas”, aponta.

SALVADOR bijuteria

Museu de Arte Moderna da Bahia | Avenida do Contorno, s/n | 71 3117-6139

Instituto de Artesanato Visconde Mauá | Rua Gregório de Matos, 27 | 71 3116-6700

Feira de São Joaquim | Rua Engenheiro Oscar Pontes, 993-1119

 

Onde ficar

As opções de hotéis em Salvador são bastante variadas. Lícia aponta os das redes Ibis e Mercure como boas alternativas de hospedagem econômica. Na categoria executivo, o Sotero traz conforto e facilidades para quem está na cidade a trabalho. O Hotel Boutique Zank é uma opção charmosa e possui um ótimo spa. E, para quem quer luxo com gosto soteropolitano, o Pestana Convento do Carmo, no Pelourinho, tem padrão de qualidade dos melhores hotéis do mundo em um prédio colonial e um cenário de sonho como vista.

 SALVADOR FACHADA ZANK Foto Marcelo Magnani

Ibis Salvador Rio Vermelho | Rua Fonte do Boi, 215 | 71 3172-4100

Mercure Salvador Boulevard | Rua Ewerton Visco, 160 | 71 2201-2999

Sotero Hotel | Rua Dr. José Peroba, 97 | 71 4062-5323

Zank Boutique Hotel | Rua Almirante Barroso 161 | 71 3083-4000

Pestana Convento do Carmo | Rua do Carmo, 1 |  71 3327-8400

 

Trilha sonora

Lícia Fábio elegeu Tarde em Itapuã, de Vinícius de Moraes e Toquinho, como trilha sonora dessa viagem a Salvador. “Estamos festejando o centenário do Vinícius, que viveu aqui e também era um pouco baiano. Para mim, é uma música para se voltar à vida”.

 

Garanta já a sua passagem para a capital baiana e confira de perto todas essas dicas!

DestinosNacionalSalvador

O que é que a Bahia tem!

21 de maio de 2013 0 comentário

Restaurante Amado

 

Todo mundo que vai pra Salvador sempre escuta os pontos turísticos que não pode deixar de conhecer. Roteiros que incluem o Pelourinho, Centro Histórico, Mercado Modelo, Igreja do Bonfim, Farol da Barra e elevador Lacerda são, de fato, paradas mais que obrigatórias para quem visita a capital baiana.

Quem nunca imaginou, também, passar uma tarde em Itapuã? A praia que foi eternizada pelo poeta Vinicius de Moraes, é muito visitada por turistas que desembarcam em Salvador.

A gastronomia é outro capítulo à parte. Boas opções não vão faltar, e uma das melhores é o restaurante Amado. Localizado na praia da preguiça, o restaurante encanta não só pelos excelentes pratos criados pelo premiado chef Edinho Engel, mas também pela belíssima decoração e sua incrível vista da Baía de Todos os Santos. Lá você vai saborear desde pescados até carnes de caças, sempre acompanhados com temperos regionais.  É uma ótima opção para ir a dois especialmente ao entardecer, onde a vista fica ainda mais especial.

 

Você já foi pra Salvador? Mande a sua história para a gente, quem sabe ela não aparece aqui no nosso blog: marketing@avianca.com.br

Ainda não foi? Que tal conhecer?  Aproveite nossas tarifas, aqui ao lado, e descubra o que é que a Bahia tem!