DestinosInternacionais

Está chegando – Parte 2

29 de maio de 2014 0 comentário

Estádio

Continuando a Coluna anterior, uma análise totalmente pessoal e nada futebolística do restante dos países que eu conheci e que estão chegando ao Brasil para o evento máximo do futebol.

 

GRUPO D

 

Uruguai- Um dos últimos países que conheci. Bem na época que o novo e já famoso presidente Jose Mujica move uma série de mudanças radicais e super elogiáveis no país. Montevideo me lembrou uma Buenos Aires menor e mais pacata. Mas o destaque foi a cidade histórica de Colônias del Sacramento a beira do Rio da prata que lembra uma viagem no tempo.

 

Inglaterra- Não curti. Talvez pelo clima quase sempre feio, chuvoso e fechado. E talvez por isso também eu sempre torça contra eles.

 

Itália- O mais brasileiro dos países europeus.Aquele povo expansivo, barulhento, afeito a uma confusão, mas que sabe receber com uma alegria contagiante. As belezas naturais também estão lá, talvez menos exuberantes mas compensadas por cenários rústicos e idílicos a beira do mediterrâneo, como Cinque Terre.

 

GRUPO E

 

Suíça- Lembro de saltar do trem em Genebra e me imaginar em um cartão-postal. Eram relógios suíços, chocolates suíços e aqueles montes nevados cercando a paisagem. A ONU tava por ai, a FIFA tava por ali… Se a tranquilidade não indicava ser a capital do mundo, a Suíça parecia o local onde “o mundo” escolheu para morar.

 

França- A grandiosidade histórica que está presente em cada monumento de Paris transmite um ar de imponência épica à Franca. Por isso, nas Copas, sempre espero deles performances magistrais. O problema é que, assim como seu campeonato nacional, a performance em campo é sempre pra lá de razoável.

 

GRUPO F

 

Argentina- Nossos queridos hermanos! Adoro o país e posso afirmar que nunca conheci um argentino que não fosse gente boa. Mas também posso afirmar que nunca deixei de sacanea-los por isso. Da capital Buenos Aires as estações de esqui em Bariloche, a Argentina, por mais que nos doa afirmar, é o que mais perto de Europa temos aqui na América do Sul.

 

Bósnia- Vi em vídeos do YouTube, em imagens coloridas, a guerra rolando nas ruas de Sarajevo. Anos depois vi uma cidade marcada pela guerra mas em franca recuperação. Marcas de tiros em todas as paredes, mas uma cidade limpa, organizada cheia de vida e historia. Um dos lugares mais legais de se visitar no leste europeu. Em sua primeira participação no campeonato, contam com minha torcida.

 

Irã- Talvez o povo mais hospitaleiro que já conheci. O que me fez quebrar paradigmas religiosos, culturais, históricos e alguns preconceitos que tinha sobre o país dos aiatolás. Foi uma experiência incrível, agradável, segura e pacifica conhecer o Irã. Só por pensar que o mundo os vê de uma maneira totalmente deturpada já me faz solidarizar com meus amigos muçulmanos e torcer sempre para que surpreendam na competição. Quem sabe aqui no Brasil!

Veja Também