DestinosInternacional

Irã

21 de agosto de 2014 0 comentário

ira2

Depois de fazer roteiros sobre o Campeão da Copa do Mundo de Futebol (Munique, na Alemanha), de listra meus programas alternativos favoritos de nossa vizinha Argentina (Buenos Aires) e de voltar ao meu país realizando um outro sobre a cidade de Salvador, Bahia, percebi que era hora de radicalizar. Ninguém espera de um “viajante radical” roteiros tradicionais ou caretas, e acho que quanto a isso eu estava cumprindo bem meu papel. Apesar dos destinos não serem assustadores ou impressionantes, fiz questão de manter a originalidade nas sugestões . Pontos turísticos e atrações manjadas não entram nas minhas colunas. Mas estava sentindo falta de apresentar um roteiro totalmente inovador ao meu querido leitor. Então, se você também estava esperando por isso prepare-se, vem aí: um roteiro para o Irã.

 

Confesso que antes de conhecer o lugar a minha imaginação flertava com termos como terroristas, fundamentalistas, extremistas… Mas, depois de conhecer a fundo a capital e rodar bastante pelo país, me sinto totalmente a vontade para inclui-lo entre meus roteiros recomendados. A pérsia (eles fazem questão de frisar que não são árabes e que inclusive sua língua principal é o farsi) tem uma variedade intensa de atrações e é um oásis no deserto para quem curte culturas diferentes e história. E o povo iraniano talvez seja um dos mais hospitaleiros que já conheci! Um passeio incrível e porta de entrada perfeita para um delicioso, diferente e encantador mundo.

ira3

Teerã– ponto inicial de sua viagem. O trânsito é intenso e a cidade é meio caótica, mas é o ponto de partida ideal para se acostumar com as diferenças culturais. Sobretudo para as mulheres. Para os homens, não é legal andar de bermuda ou camisa de manga curta. Mulheres: roupas compridas também e um lenço cobrindo a cabeça (não é necessária a burka, como muitas podem pensar). O grande bazar é um mercado oriental incrível com tapetes persas clássicos a preço de banana! A simpatia dos vendedores um caso a parte (você vai ser convidados para vários tchais). Outro ponto de interesse é a antiga embaixada americana protagonista do sequestro aos embaixadores, hoje cheia de pichações anti-EUA.  A Azadi Tower, ou Torre da Liberdade, é um dos marcos principais do inicio da cidade. Muito interessante!

 

Persepolis– era a capital do império Persa. Hoje, um amontoado de ruínas muito bem conservadas dá a dimensão do tamanho do lugar! Patrimonio da Humanidade dos mais fantásticos que já conheci. É de encher os olhos de quem ama história. Imperdível!

 

Shiraz– a cidade dos poetas tem como destaque justamente o túmulo de Hafez.

 

Isfahan- uma viagem no tempo. A praça grandiosa Imã Khomeini com seus jardins vastos situados entre mesquitas e palácios é arrebatadora!

 

Yazd- é a cidade oásis. Toda cor de barro no meio do deserto. O lema é: “se perca em Yazd”. O que não é difícil de acontecer passeando por suas pequenas ruas e vielas.

Veja Também