Durante a Viagem

Leitura de bordo

18 de abril de 2013 4 Comentários

Eu, em processo de produção do MEU livro. Em breve…).

 

Taí, parece que peguei gosto por essa história de dar dicas de viagem de uma maneira inusitada. Muito mais interessante que carregar na mochila um guia tradicional de suas sei lá quantas mil folhas ou passar horas a fio juntando links de blogs, sites e WikiTravels da vida, é instigar o imaginário com referencias lúdicas como filmes e… livros! Sim, esse será o tema de hoje. Uma listinha interessante de livros que podem transformar os seus roteiros e, mais do que isso, revolucionar a sua maneira de planejar uma viagem!

 

Novamente, não esperem de mim uma lista comum de livros no estilo: “Os Restaurantes mais transados de Paris”, “Os 10 Lugares mais Românticos da Grécia” ou “Cool Places NY”. Isso você encontra às pencas em qualquer livraria de fundo de quintal. A pegada aqui são livros com uma proposta original e uma escrita criativa, capazes de te fazer analisar a viagem sob um novo prisma. Como que perguntando as grandes questões atemporais da humanidade, só que adaptadas em forma de roteiro de viagem. Quem somos? Para onde vamos? E por aí vai…

Um guia tradicional as vezes também pode ser útil.

 

15 países com 15 coisas

A Modern Manual – 15 Countries With 15 Things/ CreateSpace, 2012

 

A proposta do autor Andrew Hyde era passar dois anos viajando por 15 países diferentes da maneira mais frugal possível: com apenas 15 objetos pessoais dentro de sua mochila. Ele prova que mesmo com pouco luxo é possível viver a vida de seus sonhos e que a viagem em si é o grande bem que você pode possuir.

 

O longo caminho de volta

The long way home / Free Press, 2012

 

O ex-ator Andrew McCarthy se encontra em um ponto determinante de sua vida: seu casamento! E isso provoca nele uma série de questionamentos que ele só consegue equacionar caindo na estrada. É escalando o Kilimanjaro, cruzando o Amazonas de barco e no meio das florestas da Costa Rica que ele se descobre como viajante e ser-humano.

 

Com a cabeça na cama

Heads in Beds / Doubleday, 2010

 

Por mais que você seja o tipo aventureiro, não tem jeito: grande parte de qualquer viagem é passada dentro do quarto do hotel. E a qualidade do mesmo é determinante na sua viagem. Esse livro é escrito por um funcionário de mais de uma década de uma das maiores cadeias de hotéis do mundo. E aqui ele entrega tudo que você achava que sabia sobre os bastidores de nossa “casa longe de casa”.

 

Marco Polo não foi lá

Marco Polo did´nt go there / Traveler´s Tales, 2008

 

Os relatos de um escritor de viagens pós-moderno. Rolf Potts ficou conhecido como o Jack Kerouac da era da internet graças a seu estilo solto de escrever e encarra as suas andanças pelo mundo. Literalmente deixando a vida lhe levar, Potts narra aventuras incomuns para o andarilho mais ressabiado. Aulas de sexo tântrico na India, perdido sem água no deserto da Líbia, invadindo o set de um filme de Leonardo Di Caprio na Tailândia são algumas das experiências que só ele poderia contar. Mas que podem servir como um exemplo de como levar a vida (e suas viagens) menos a sério.

 

Alguns desses livros nada óbvios foram os principais responsáveis por mudanças estruturais na minha maneira de encarar minhas viagens, minha forma de escrever e, sem dúvida nenhuma, a minha vida. Espero que alguma delas se torne pelo menos uma agradável leitura de bordo para você.

 

André Fran é um dos criadores/apresentadores da série de TV “Não Conta lá em Casa” (Multishow), onde quatro amigos encaram os roteiros mais polêmicos do planeta e semanalmente escreve aqui no nosso blog!

Veja Também

4 Comentários

Marjorie 18 de abril de 2013 at 18:02

Demais este post!! Avianca está de Parabens!!!

Responder
Marketing Avianca 19 de abril de 2013 at 08:56

Obrigado Marjorie! Ficamos muito felizes que você curtiu!

Responder
Rodolfo Lucheis 19 de abril de 2013 at 01:05

Grande Andre Fran!
Curti ao saber que você escreverá aqui também. Além de ver o NCLC, acompanhar no twitter, acompanharei aqui também!
Parabens cara!

Responder
Bianca Andrade 21 de setembro de 2017 at 20:45

Oie! Adorei o post e achei d+ o seu blog!
Obrigada pela dica.

Bianca

Responder