DestinosGastronomiaHospedagemNacionaisVitória

O que fazer em Vitória? Roteiro de 2 dias!

27 de fevereiro de 2018 1 Comentário

Não sabe o que fazer em Vitória? Acompanhe o roteiro detalhado que preparamos para você aproveitar 48 horas na capital do Espírito Santo. O passeio é perfeito para um final de semana ou um feriado prolongado.

O que fazer em Vitória?

Voo de ida/volta entre São Paulo e Vitória

A viagem começa com o voo da Avianca Brasil que parte de São Paulo no finalzinho da tarde, por volta das 17h35, e chega a Vitória ás 19h10. A volta é com o voo que parte de VIX cerca de 19h45 com destino a Guarulhos. Você pode ir visitar a cidade de diferentes locais do Brasil fazendo conexão em SP.

Onde se hospedar em Vitória?

A negócios ou a lazer? Não importa! As melhores regiões para se hospedar em Vitória são a Praia do Canto e a orla da Praia de Camburi. Nesses locais estão a maior oferta de hotéis, restaurantes e estabelecimentos comerciais.

 

Primeira Noite em Vitória

Para começar a sentir o clima da cidade, vá à Rua da Lama. O local reúne vários botecos e  restaurantes descontraídos de hambúrgueres, esfiha, pizza, panqueca, tapioca, crepes e waffles. O mais legal é que tem uma parte da rua que fica fechada para os carros durante a noite.

Dia 1 – Passeio por Vitória

Trem Vitória Minas

#1 Praias

O ideal seria conhecer os pontos históricos e depois passar a tarde nas praias, mas as visitas aos edifícios só podem ser feitas a partir das 13h. Sendo assim, acorde bem cedo e vá explorar a orla capixaba.

Comece o passeio pela Praia de Camburi, alugue uma bicicleta pública (Bike Vitória) ou caminhe pela orla em direção à Praia do Canto. Passe pela Praça dos Namorados, observe a Ilha do Frade e vá até a Curva da Jurema.

Você irá visualizar a Pedra da Ilha do Boi e o Hotel Senac. Seguindo por cerca de 650 metros pela Rua Renato Nascimento Daher Carneiro e virando a direita na Rua Kleber José de Andrade, é possível ter uma vista incrível da Terceira Ponte, do Morro do Moreno e do Convento da Penha. Capriche na foto!

Atravesse para o outro lado da ilha e se depare com as entradas para duas pequenas e lindas praias: a Praia da Direita e a Praia Grande.

Se ainda tiver tempo e disposição, você pode devolver a sua bike no ponto da Praça do Papa e dar uma esticada até o Projeto Tamar.

#2 Almoço

Quer apreciar uma boa moqueca capixaba? Vá à Ilha de Caieiras! Além do prato tradicional, os restaurantes que margeiam o Rio Santa Maria trazem outras delícias culinárias feitas de frutos do mar. Você pode fazer o seu pedido e passear pelo cais, observando as desfiadeiras de siri e os pescadores.

Os restaurantes mais famosos são o Caieiras e o Pirão da Ilha. Importante lembrar que os estabelecimentos são bastante simples. Na época que antecede a Páscoa o bairro fica bastante movimentado pelos locais e visitantes que querem degustar a Torta Capixaba.

#3 Paneleiras de Goiabeiras e Parque da Cebola

As Paneleiras de Goiabeiras se reúnem em um centro de produção das peças que são bastante usadas no preparo dos pratos típicos capixabas.

No local, é possível observar o preparo da argila que é extraída na própria região, o minucioso trabalho artesanal para modelar as panelas, a queima dos produtos e a pintura para impermeabilização.

Pegue um Uber ou um táxi e vá até o Parque da Cebola, aproveite o momento para ver a cidade do alto e fazer lindas fotos tendo como cenário pedras, flores, árvores e lagos.

#4 Centro Histórico

Tirando a Catedral Metropolitana de Vitória, os prédios históricos da cidade tem como horário de visitação das 13h às 17h.  Vale a pena reservar umas duas horas para desbravar a região e conferir os seguintes pontos turísticos:

  • Palácio Anchieta – sede do Governo do Espírito Santo.
  • Igreja de São Gonçalo – tombada como patrimônio histórico, possui arquitetura barroca com entalhes em madeira pintados a ouro em sua fachada.
  • Catedral Metropolitana de Vitória – a planta da igreja é em forma de cruz latina e seu estilo arquitetônico faz referência ao gótico. Destaque também para os vitrais desenhados pelo italiano César Alexandre Formenti.
  • Capela Santa Luzia – erguida no século XVI, a igreja é a mais antiga de Vitória.
  • Convento São Francisco – uma das construções franciscanas mais antigas do país, atualmente abriga o núcleo principal da Igreja Católica no Espírito Santo.
  • Convento do Carmo – fundado por Carmelitas, atualmente o local divide-se entre uma Escola Municipal e uma igrejinha.
  • Teatro Carlos Gomes – o edifício tem como estilo predominante o neoclássico e foi construído tendo como inspiração o Teatro Scala, de Milão. A pintura do teto da plateia é de Homero Massena.

Dica: você pode subir até o último andar do Sesc Glória para observar o centro de uma forma panorâmica.

Segunda Noite em Vitória

O ponto mais famoso e badalado da noite de Vitória é o Triângulo das Bermudas. A área reúne diversos bares, restaurantes e casas noturnas. Vale andar pela região e escolher os lugares que mais combinam com você para aproveitar a vida noturna capixaba.

 

Dia 2 – Passeio por Vila Velha

O que fazer em Vila Velha

O segundo dia do roteiro é dedicado a Vila Velha. Não tem como ir a Vitória e não atravessar a Terceira Ponte para conhecer a cidade vizinha.

#1 Convento da Penha

O Convento da Penha é o ponto turístico mais visitado da Grande Vitória e não é para menos. A atração consegue reunir história, fé e uma vista incrível.

Do alto do monte, é possível observar o Forte São Francisco Xavier da Barra, a Prainha, o Morro do Moreno, a Terceira Ponte, Vila Velha e Vitória. O convento abre bem cedinho às 5h30 e conta com missas ao decorrer do dia.

#2 Fábrica da Garoto

Vale a pena fazer o Tour pela Fábrica da Garoto. O passeio tem que ser agendado com antecedência pelo site. Nele, você é guiado pelo processo de produção dos chocolates com degustação ao final e visita ao museu. Para esse roteiro de 2 dias, o ideal e ir às 9h – na primeira turma. Fique atento às exigências para a visita, como: ir de calça, tênis e camiseta.

#3 Museu Ferroviário – Vale

Próxima parada: Museu Vale! O Centro Cultural e de Exposição da Vale fica na antiga Estação Ferroviária Pedro Nolasco e tem vista para os portos de Vitória e de Vila Velha. O espaço reúne artigos, maquetes, fotos, maquinários e até mesmo uma Maria Fumaça que contam a história da Estrada de Ferro Vitória a Minas.

Fazer a visita com o Audioguia faz toda a diferença. Peça o seu, é gratuito!  O Café do Museu fica dentro de uma locomoção.

#4 Almoço

Aproveite a culinária local! Os restaurantes mais famosos de Vila Velha são os que possuem os caranguejos como carro-chefes. Entre eles estão o Caranguejo do Assis e a Ilha do Caranguejo. A estrutura deles é bastante completa, tendo até playground para as crianças. Os pratos variam entre peixes, moquecas e outros frutos do mar.

#5 Praias de Vila Velha

As praias de Itaparica, Itapuã e da Costa são as mais recomendadas para você aproveitar a linda costa de Vila Velha. A Praia de Itaparica tem estrutura de quiosques, a praia de Itapuã é dominada pelos pescadores e a Praia do Canto é a mais movimentada. Se tiver disposição, é possível caminhar ou andar de bicicleta pelo calçadão dessas três praias.

#6 Farol Santa Luzia

Quer uma vista diferente da Baía de Vitória? Vá ao Farol Santa Luzia. Ele fica em uma área militar e é preciso vestir roupas adequadas, ou seja, não pode ir só com traje de banho.

#7 Morro do Moreno

Se depois de tudo você ainda tiver tempo, vale encarar a subida ao Morro do Moreno. Vá de carro até a subida principal do morro, na Rua Xavantes, e depois é possível subir de 4×4, moto ou andando. Não é recomendado fazer o percurso com objetos de valor e sozinho. A vista é sensacional, principalmente para admirar o pôr do sol.

 

Compre sua passagem para Vitória!

Conheça mais destinos para visitar pelo Brasil!

Veja Também

1 Comentário

DEYVISSON FERREIRA RIBEIRO ALMEIDA 14 de março de 2018 at 11:35

Venham seus lindos! Bem vinda Avianca, braços abertos para vocês!

Responder