Tag

Belo Horizonte

Selecionamos cinco destinos para você viajar no Outono e aproveitar o melhor da estação. Seja pela escassez de chuvas, pelas vegetações típicas afloradas, pelo clima, pela temperatura das águas ou pelos preços mais em conta, a época é perfeita para curtir alguns destinos do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Confira:

Viajar no Outono

#1 Pantanal (MT/MS)

Por que é melhor viajar durante o outono ao Pantanal? Simples! Porque, nessa época, é possível estar mais próximo aos animais que vivem no bioma. Onças, jacarés e aves lindíssimas saem em busca de água nas beiras dos rios, ficando perto dos visitantes.  As estradas estão menos alagadas, possibilitando os passeios a cavalo, a pesca esportiva, as caminhadas e o acesso às fazendas pantaneiras.

Como chegar: o Pantanal está localizado na divisa dos estados de Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul. Sendo assim, você pode desembarcar no Aeroporto de Cuiabá ou no de Campo Grande. Das rodoviárias das duas capitais saem ônibus para cidades pantaneiras.

#2 Chapada dos Veadeiros (GO)

O outono é a época perfeita para visitar o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Na estação, as chuvas diminuem, o sol predomina e as belezas naturais ganham ainda mais destaque. As estradas e as trilhas ficam livres das restrições de acesso frequentes nos períodos úmidos. A vegetação do cerrado mostra a sua exuberância e os esportes radicais nos paredões de pedras, cânions, cachoeiras e rios são favorecidos.

Como chegar: apesar de ficas em Goiás, o aeroporto mais próximo da Chapada dos Veadeiros é o Internacional de Brasília. De lá, é preciso alugar um carro ou pegar ônibus.

#3 Caldas Novas (GO)

Quer tranquilidade em Caldas Novas e clima perfeito? Visite o destino no outono. As piscinas estão mais vazias e os restaurantes quase sem filas. Sem falar que o clima é perfeito, não chove muito, mas também não está tão calor como durante o restante do ano. Os valores dos hotéis estão mais em conta por ser baixa temporada. Aproveite!

Como chegar: Caldas Novas está a cerca de 170 km de Goiânia. Para chegar, desça no Aeroporto da capital de Goiás e depois pegue um carro ou um ônibus até o destino final.

#4 Belo Horizonte (MG)

Você pode viajar a BH em qualquer época do ano, mas é entre abril e maio que acontecem dois eventos que agitam a capital mineira: o “Comida di Buteco” e o “Botecar”. As atrações são perfeitas para quem curte bares e bons quitutes. A atmosfera boêmia da cidade ganha ainda mais força com a participação de diversos estabelecimentos nos concursos, alegrando visitantes e locais.

#5 Curitiba (PR)

O clima mais ameno no outono, comparado ao inverno, permite que o visitante aproveite melhor os lindos parques e os pontos turísticos de Curitiba.  Aproveite os cafés e os restaurantes da região que contemplam diferentes culinárias, como: a italiana, a mexicana, a polonesa e a alemã. Vale ainda fazer o passeio de trem até Morretes e visitar o Parque Estadual de Vila Velha.

Garanta sua passagem para os melhores destinos de outono 

Saiba o que fazer em outros destinos dentro do Brasil!

Fim de Semana em Belo Horizonte

Passar um fim de semana em Belo Horizonte é uma ótima opção para quem quer sair da rotina e ficar mais próximo da cultura, das belezas e da culinária mineira. Confira o roteiro especial que preparamos como sugestão para você desbravar a capital de Minas Gerais!

Sexta (noite)

Para já entrar no clima de “Beagá”, comece a viagem relaxando em um dos botecos da cidade. Provavelmente terá um desses estabelecimentos que servem boa comida e bebidas próximo ao hotel em que estiver hospedado.

Se preferir, vá algum dos bairros de Belo Horizonte que são conhecidos pela vida boêmia: Savassi, Prado, Santa Tereza, Sion, São Pedro e Serra.

Bora botecar, mas com moderação, pois no sábado o dia será cheio!

Sábado (dia inteiro)

Manhã

Comece o dia tomando um café coado com pão de queijo. Provavelmente o hotel irá oferecer o desjejum, mas uma sugestão é experimentar essa combinação bem mineira na A Pão de Queijaria. Na verdade, eles oferecem a iguaria em todas as refeições com diferentes combinações e acompanhamentos.

O passeio pela capital mineira começa pelo Circuito Liberdade que reúne diversas instituições culturais, históricas e artísticas.

As atrações ficam ao redor da Praça da Liberdade e os destaques são o Palácio da Liberdade, a Biblioteca Pública, o Memorial Minas Gerais, o Centro de Arte Popular, o Museu das Minas e do Metal e o Centro Cultural Banco do Brasil.

Tarde

Próxima parada: Mercado Central de Belo Horizonte. No local, visitantes e locais se encontram para apreciar a cultura, o artesanato e a gastronomia de Minas Gerais.

Temperos, queijos, doces, cachaças e muito mais sabores mineiros estão reunidos no espaço. Almoce no Mercado Central, o restaurante mais badalado é o Casa Cheia que serve aperitivos, bebidas e pratos.

Para fazer a digestão, passeie pelo Parque Municipal e vá ao Palácio das Artes, um espaço que recebe shows, exposições e apresentações teatrais. Vale olhar a programação e ver se não há uma atração imperdível!

O melhor lugar para curtir o final da tarde é o bairro de Mangabeiras. Passe pela Rua do Amendoim, desligue o carro, tire o pé do freio e tenha a impressão de que o veículo está subindo a ladeira.

Quer curtir o pôr do sol? Escolha entre a Praça do Papa e o Mirante Mangabeiras.

Noite

Você pode escolher jantar em algum dos restaurantes renomados da cidade, como: o Glouton, o Vecchio Sogno e o Taste-Vin, ou fazer uma espécie de pub craw mineiro e passear por vários bares. A Rua Pium-í, no Sion, é o local ideal para essa experiência.

Domingo (manhã e tarde)

Domingo é dia de desbravar o cartão-postal de Belo Horizonte, o Conjunto Arquitetônico da Pampulha. Sim, você precisa de praticamente um dia todo para curtir o local.

O complexo carrega o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, dado pela UNESCO, e abriga quatro edifícios projetados por Oscar Niemeyer localizados às margens de uma linda lagoa.

Além das obras de Niemeyer – Igreja de São Francisco de Assis, do Iate Tênis Clube, da Casa do Baile e do Museu de Arte da Pampulha -, o Estádio do Mineirão e do Mineirinho também ficam na região.

Para o almoço, a recomendação é degustar a culinária local no famoso restaurante Xapuri.

Dica de voos para esse roteiro:

A Avianca Brasil tem um voo que sai na sexta-feira às 20h45 de São Paulo (GRU) com chegada prevista às 22h05 em Confins, na Grande Belo Horizonte.

Na hora de voltar, no domingo, aproveite o voo da Avianca que sai às 18h45 de Confins e tem chegada prevista para às 20h04 no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos.

Veja mais dicas de viagens!

Todo mundo que viaja para Minas Gerais, já vai pensando em visitar um restaurante, um bar ou um boteco. Afinal, quem não quer comer um Frango com Quiabo, um Tutu a Mineira, ou até mesmo tomar um cafezinho com pão de queijo levando um “dedin de prosa”?

A culinária mineira é sem dúvida uma das mais gostosas do Brasil!

Com influência dos tempos do ciclo do ouro (séc XVIII), dos migrantes de outros estados e estrangeiros, surgiram adaptações e novos pratos que encantam a todos.

Quem nunca saboreou a famosa ”Vaca Atolada” – famosa receita de costela bovina e mandioca – não sabe o que está perdendo. Não importa aonde você vá, se é para o interior ou para BH, “ocê” não vai passar aperto. Nós do Blog, separamos algumas dicas que você não pode deixar de conhecer:

Ouro Preto:

Bené da Flauta: Que tal saborear uma cachaça, acompanhada do famoso “Menina do Sobrado”, prato a base de carne, manteiga de garrafa, abóbora e pimenta dedo-de-moça? E o melhor, tudo isso contemplando as obras do Aleijadinho!

http://www.benedaflauta.com.br/

Tiradentes:

Theatro da Vila: Localizado na parte alta do centro histórico, o restaurante tem um vista maravilhosa da Serra de São José. Com apenas 42 lugares e decorado a luz de velas, é para obrigatória para quem vista a cidade. Destaque para o Menu Degustação de 3 ou 4 pratos!

http://www.theatrodavilla.com.br/

Belo Horizonte

A cidade organiza todo ano o tradicional concurso “Comida di Buteco”, que hoje se espalhou por várias outras cidades do Brasil. Assim fica impossível indicar aonde ir né? Na dúvida, conheça o máximo de lugares que você puder e claro, de o seu voto!

http://www.comidadibuteco.com.br/belo-horizonte/

 

E você, tem alguma dica para a gente?