Tag

We Love

Relatos

We Love – Tatiana Muller

4 de setembro de 2014 1 Comentário

10543168_902275069785884_1246112460_n

Bom dia, meu nome é Tatiana Müller e viajei com minha filha pela Avianca nos dias 01 e 04 de Agosto para Aracaju, e quero deixar registrado aqui minha satisfação com a companhia. Primeiro vou falar um pouquinho desta amável cidade.

10592428_902245916455466_225275840_n (1) Aracaju é a cidade natal de minha vó Aparecida…uma cidade encantadora, repleta de história!!!
Tive oportunidade de conhecer o Canyon do Xingó, Praia do Saco, Porto da Folha ( no sertão do Brasil) e tomar banho no velho Chico…um modo íntimo de chamar o rio São Francisco, e as belas parais da Atalaia…ahhh é um paraíso. Momentos maravilhosos foram vividos neste lugar. E ao voltar para o Rio de Janeiro fui surprrendida por um atendimento de excelência
A Avianca entende a dor da partida. Digo isso porque minha filha é muito sentimental e sofre com despedidas rsrs, com apenas seis anos ela sente, mesmo quando é por pouco tempo a dor de uma despedida.
 E no dia 04 no Vôo de Aracaju para o Rio de Janeiro, com conexão em Brasília, minha filha entrou na aeronave chorando…pois havia deixado em Aracaju seu querido avô e sua bisavó a “bibi” como ela chama, e ao nos acomodarmos veio até nós um comissário (que infelizmente não peguei o nome) e deu à Mirella um copinho de balas, numa tentativa de amenizar sua dor. Esse gesto pra mim, vai muito além do profissionalismo de uma equipe, essa atitute tem haver a sensibilidade de um funcinário que faz parte de uma empresa que entende a dor da saudade e da partida!
” quem meu filho beija, minha boca adoça”
Obrigado Equipe Avianca e Até a próxima!!!
Relatos

We Love – Gisele Conceição

9 de agosto de 2014 2 Comentários

045 (1)

Me lembro muito bem, 21 de dezembro de 2011, estava trabalhando e o telefone toca.
Era a ligação que eu estava esperando, que ia mudar a minha vida.

Tenho uma doença rara, chamada Mucopolissacaridose – falta da proteína Enzima no organismo – E por conta dela, preciso de alguns tratamentos especiais.

Do outro lado da linha estavam médicos e pesquisadores da minha doença. Eles me disseram que a partir de fevereiro do próximo ano, eu deveria morar em Porto Alegre para começar um tratamento experimental.

Eu moro em Florianópolis e desde que eu desliguei o telefone, comecei a pensar na minha vida longe da minha família e dos meus amigos.

Eu nunca tinha andado de avião, pensava que era coisa de gente rica e fina, além disso, tinha muito medo de voar. Esse medo me fez morar durante 1 ano em Porto Alegre, longe das pessoas que eu mais amo.

Foi ai, em fevereiro de 2013, que eu conheci a Avianca! Percebi que tinha perdido a oportunidade de continuar morando perto da minha família e amigos, e decidi que a partir daquele momento ia começar a ir e voltar de Porto Alegre sempre que precisasse, mas moraria em Florianópolis.

Viajo semanalmente a Porto Alegre e hoje posso dizer que fui adotada pelos excelentes profissionais que viajam comigo, desde os comandantes, os comissários, amigos do check-in até a turma que despacha a minha mala. Me sinto verdadeiramente dentro de uma família.

Afinal, foi graças a esse carinho e atenção que eu recebo desde a minha primeira viagem, que eu não vou para Porto Alegre sem a Avianca!

Poderia citar o nome de alguns desses meus amigos, mas não vou fazer isso, pois são muitos
e não quero me esquecer de ninguém.

Hoje em dia eu me considero uma pessoa muito feliz, e tenho o avião como a minha segunda casa!

É difícil falar da Avianca sem me emocionar, afinal foi graças a ela que consegui me manter mais próximo da minha família, e foi nela que eu descobri pessoas incríveis que me ajudam e me tratam com todo carinho.

Agradeço por todo cuidado e atenção de vocês, e pela oportunidade de contar a minha historia de vida e o amor a essa grande Empresa.

 

Atenciosamente,

 

Gisele Conceição

 

Relatos

We Love – Roseli Lopes

17 de fevereiro de 2014 1 Comentário

We Love

Adoro o nordeste. Há pouco tempo tive o prazer de conhecer Salvador e seu povo adorável, bem como a Praia do Forte, o Projeto Tamar e Morro de São Paulo, que são como um presente de Deus. Realizei também um sonho antigo que era andar pelo Pelourinho e visitar a Igreja do Senhor do Bonfim. Na minha opinião, todo bom passeio começa quando escolhemos a companhia de viagem. E nada melhor que sair de casa para viajar, a trabalho ou passeio, com a certeza de um atendimento  de primeira que a Avianca sempre nos presta.

We Love2

Minha sogra mora em Natal, cidade especial, onde sempre que posso vou respirar aquele ar saudável e me deleitar nas suas praias maravilhosas.  Em nossas idas e vindas para lá,  ou quando providenciamos passagens para minha sogra vir nos visitar, sempre escolhemos a  Avianca. Afinal, queremos sempre o melhor para quem amamos.

Tenho um projeto antigo e que acredito ser o sonho de muitos: conhecer todos os cantinhos do nosso Brasil. Nesse projeto uma coisa é certa: irei bem acompanhada pelo marido e  pela Avianca, que fará parte de mais esse momento especial em nossas vidas.

Minha história com a cia vai além das cidades do Brasil que pude conhecer nas viagens que já fiz.  Com a Avianca também pude viajar sem sair do chão. E a última delas vou contar agora: sou apaixonada por teatro, especialmente pelos musicais. Viajei longe com as emoções que vivi assistindo ao maravilhoso espetáculo “Crazy For You” como convidada da Avianca. A peça estreou em Dezembro em São Paulo e tem no elenco Claudia Raia, Jarbas Homem de Mello e muitos outros atores queridos que, sempre que posso, faço questão de prestigiar nos palcos paulistanos. Fico muito feliz em saber que, assim como eu, a Avianca também aposta na cultura do nosso País. E ela vai além, apoiando essas montagens para que possam chegar até todos nós.

We Love 3

Obrigada Avianca por me proporcionar mais esse prazer. Desejo imensamente que esse apoio continue e seja duradouro porque um país com cultura é um país próspero e feliz.

 

 

Roseli Lopes

Relatos

We love – José Antonio

19 de novembro de 2013 1 Comentário
Capa We Love
Quero dividir com vocês as férias que tive com a minha família, e claro que foi com a Avianca!
Embarcamos de Chapecó para Natal e tivemos muitos momentos prazerosos e marcantes. Foi a primeira viagem de avião meu filho, e fiquei impressionado com o atendimento que tivemos desde o check-in até a nossa chegada em Natal. A tripulação do A318, avião que voamos de Chapecó à Brasília, fez todos a bordo se sentirem em casa. Foram todos muito simpáticos e prestativos. O serviço de bordo também estava excelente, meu filho adorou os lanches, mas o melhor de tudo foi poder contar com o entretenimento de bordo. Nesse voo estava sendo exibido o filme Monstros S/A 2. Com os fones de ouvido, o meu pequeno esqueceu que estava em uma aeronave e viajou, literalmente,  no filme, um dos seus favoritos! Chegando em Brasília, nós trocamos de aeronave. Dessa vez viajamos em um A319, que é um pouco maior do que o A318. Meu filho aproveitou ainda mais a viagem e as telas individuais que esse avião oferece. Eram tantos jogos e desenhos que ele nem viu o tempo passar.
Chegando em Natal, fizemos vários passeios turísticos, passeamos de buggy, curtimos as praias e nos divertimos muito! Deem uma olhada nas fotos que tiramos:
Recomendo a todos irem conhecer as belezas desse lugar!
Depois de muitas aventuras em Natal, chegou a hora de voltar para casa, e claro que a Avianca estava lá de asas abertas para nos levar de volta!
Muito obrigado
José Levandoski
Relatos

We Love – Dona Maria

25 de setembro de 2013 3 Comentários

we love 6

Desde criança, e olha que minha infância já vai longe, lá em Agudos do Sul (interior do Paraná), eu olhava para o céu, via aquele enorme risco branco nas nuvens e meu avô dizia; olha o avião!!!!!!!!!!  Corríamos todas as crianças para ver o avião. Mesmo que fosse só risco no céu, era um avião.

Minha filha mais nova, Maria Carolina, hoje com 20 anos deu nome para esse risco branco deixado no céu pelo avião, quando tinha 3 anos mais ou menos, isso em 1996, olhou para o céu e gritou: – Mãe,olha o lapizão!!!!!! E de lá para cá, cada vez que vejo um avião deixando seu rastro já grito, mesmo que para mim mesma “olha o lapizão!”. Diga-se lá de passagem, sou apaixonada por voar, ainda mais quando descobri a Avianca.

Mas voltando à minha infância, ver um avião no céu era muito raro acontecer e só fui entender depois de grande que ali não era rota de aviões e se passassem, era muito alto, além dos nossos pequeninos olhos.

Mas como o tempo passa e ainda bem que passa, porque assim como as coisas boas ficam para trás assim as ruins também, as fases passam, cresci, mudei pra cidade grande, estudei muito, aprendi pouco, porque, por mais que se passe uma vida inteira estudando ainda assim, se sabe muito pouco.

Mas, graças ao bom DEUS consegui embarcar num avião… E que avião!

O tempo passou, foram muitas idas e vindas e meu desejo mesmo, era levar minha mãe pra voar junto. Esse assunto era divertido quando eu contava das minhas viagens, e só isso bastava para vir aquele “DEUS me livre”. Este ano dona Maria Leocádia fez 78 anos.

Foi muito difícil conseguir convencê-la, pois o medo do desconhecido e o medo das alturas eram maiores. Mas de tanto eu falar de avião, falar de Salvador (adoro Salvador), ela tomou coragem e em julho de 2012 quando eu voltei de férias com minha filha Maria Carolina ela falou: Bem que eu poderia ter ido junto! E de imediato já respondi: Não seja esse o problema mãe. Vou de novo a Salvador! Finalmente ela decidiu e mesmo sem dinheiro, consegui marcar as passagens porque a AVIANCA opera com cartões a perder de vista, é uma maravilha. Marquei para setembro. E lá fomos nós.

Começaram os preparativos e ela preocupada com a viagem. De julho a setembro todas as vezes que eu ligava pra ela o assunto era a viagem e ela me dizia: – Tenho perdido o sono por causa disso, pensando nessa viagem!

Eu sabia que esse pensar na viagem não era imaginando os passeios, os lugares diferentes, as novidades, mas sim o medo do avião.

Os dias se aproximando e a ansiedade aumentando. Confesso que algumas vezes fiquei preocupada, achando que ela poderia passar mal ou algo assim… Bobagem se saiu melhor do que eu.

Na semana anterior à partida, desci a serra e fui busca-la no litoral onde ela mora, a 100 km de Curitiba.

O horário do voo era 08:30 e o aeroporto fica a 15 minutos da minha casa mas, 5 horas da manhã eu já podia ouvir o caminhar dela dentro de casa. Levantei às 6 horas e ela já estava no banheiro, arrumada.

Não quis nem tomar café antes de ir para o aeroporto. Disse que comeria no avião aquele sanduíche gostoso que eu falava tanto.

Fomos então para o aeroporto. Fiquei admirada com a confiança que ela estava, afinal, esteve tão ansiosa por quase dois meses.

Fizemos o check-in, despachamos as bolsas, nos despedimos da Marina, Artur e Maria Carolina que foram nos levar e adentramos o corredor de embarque.

As crianças ficaram longe olhando para a avó e ansiosos também.

Dona Maria parecia muito íntima daqueles corredores do aeroporto, caminhava rápido, desembaraçada pelo tubo que leva ao avião, como diz ela.

Ela subiu antes as escadas com todo o carinho e atenção dispensado pelos colaboradores da Avianca.

Nos instalamos na nossa poltrona do MK 28, no fundo da aeronave porque eu gosto de viajar na traseira. Ela estava atenta a tudo, mas não deixava transparecer a ansiedade. De imediato procurou o cinto de segurança, a ajudei a colocar e observava tudo como criança.

As pessoas foram subindo e se acomodando em seus lugares e finalmente estava pronta a partida. No momento da decolagem ela ficou apreensiva com os ruídos os movimentos, mas aos poucos fui explicando e ficou tudo bem.

Após atingir altura, o som da campainha tocou e uma moça da poltrona da frente levantou.

Mãe então falou alto, e todos que estavam próximos puderam ouvir: – Mas nem bem embarcou e já vai descer? E virou tudo risada. No momento que a campainha da aeronave soou, que alguém solicitou a comissária, minha mãe achou que era como no ônibus circular, onde os passageiros que querem descer acionam uma campainha e o coletivo para no ponto. Depois mais tarde ela me disse que estava tão ansiosa que nem tinha se dado conta que estava nas alturas.

Tomou o lanche, comeu o sanduíche dela e o meu também, tomou suco, café, tudo que tinha, ela experimentou. Depois perguntou: – Onde que paga isso, é lá quando descer? E eu respondi: Não mãe, na Avianca a gente não paga o lanche, é cortesia.

E ela achou tudo muito chique.

Viajamos em torno de 1h40 minutos até Brasília e desembarcamos para troca de aeronave. Mais uma vez fiquei agradecida ao pessoal da Avianca que foram muito atenciosos com ela em especial, porque são sempre atenciosos com todos, mas aquele dia era um dia diferente, pois era a primeira viagem de minha mãe.

Em Brasília saímos do aeroporto, respirar um pouco o ar de Brasília como disse ela.

Já logo voltamos e embarcamos na aeronave maior. A318 se não me engano. Que AVIÃO!!

Em pouco tempo estávamos desembarcando em Salvador.

Passeamos no Bonfim, no Pelourinho, aliás eu gosto de ficar hospedada no Pelourinho quando vou a Salvador. As praias maravilhosas, Elevador Lacerda, tantas maravilhas e o povo é muito acolhedor.

Mamãe adorou tudo, mas tínhamos que voltar porque eu tinha que trabalhar. Assim voltamos para ao aeroporto depois de 4 dias. Embarcando no A318 ela me disse que preferia o pequeno porque o grande era muito grande. Nos acomodamos na penúltima poltrona e ela já parecia familiarizada com tudo. Depois da decolagem ele começou a comentar que meu Irmão tinha que fazer uma viagem e parece que ia de carro, só de medo de voar. Dai eu falei para ela; “AH mãe, vamos fazer um vídeo então daqui de dentro do avião e a senhora conta pra ele como é gostoso voar”. E assim, depois de tantas fotos fizemos um videozinho dentro da aeronave onde ela conta como gostou de voar pela AVIANCA.

Graças a esse vídeo meu irmão finalmente decidiu voar também.

Em Brasília embarcamos no MK 28 e como eu não tinha marcado as poltronas foi nos dado a poltrona que tem a saída de emergência. Maior espaço e tudo mais, mas eu já imaginei que iriam nos trocar os assentos devido a idade dela e a impossibilidade de operar a saída de emergência caso necessário.

Novamente virou em risadas quando, a comissária solicitou que trocássemos de lugar com o casal do assento da frente e ela agarrou à porta e disse que estava tão bom ali e brincando disse que não iria sair. Tirei até foto desse momento. Aliás, a viagem toda foi motivo de tantas fotos e satisfação.

Hoje, aquele termo “Deus me livre” transformou-se em “Vamos com Deus” e “obrigada meu Deus por mais essa viagem maravilhosa”.

Fizemos uma ótima viagem tanto de ida como de volta e de lá pra cá Dona Maria não parou mais de voar. Fomos para outros lugares maravilhosos, mas essa viagem ficou marcada como a Especial. Agradeço a Avianca e todos os colaboradores, pelo respeito com os usuários e em especial com os idosos como a minha mãe e pela atenção dispensada.

 

Maria do Rocio de Cristo

 

Nós que agradecemos “Marias”!! Estamos muito felizes em fazer parte desse momento tão especial.

Relatos

We Love – Adriana de Melo Rocha

2 de setembro de 2013 0 comentário

z4

 

Oi, Avianca…

 

Voar com vocês foi um momento especial.

Minha viagem foi completa com esse atendimento de qualidade. Fiz o trecho Rio de Janeiro – Brasília.

Não escondo que já viajei em quase todas as empresas aéreas e não imaginei que a Avianca fosse tão especial.

Além do preço bem em conta, tive uma viagem super tranquila onde a pontualidade foi presença marcante, juntamente com o ótimo atendimento dos funcionários.

Confirmo também o conforto regado a lanche super gostoso e filme muito interessante (sou cinéfila e me distraí com essa oferta).

Espero que esta empresa continue fortalecendo e estreitando os laços com seus clientes, onde todos têm a ganhar.

E posso dizer sem medo: Quando viajar quero dar preferência para essa empresa.

Sou agora mais do que uma cliente, sou uma fã.

 

Abraço!

 

z6

 

Adriana de Melo Rocha

 

Muito obrigado pela sua história Adriana! esperamos encontrá-la sempre a bordo de nossos aviões.

Mande você também a sua história para marketing@avianca.com.br, quem sabe a sua história não aparece por aqui!

Relatos

We Love – Catharina e Isabel

15 de julho de 2013 9 Comentários

We Love - Catharina 3

 

“Três meses e três dias de vida. Muito jovem para muita coisa, mas idade suficiente para voar! Foi o primeiro vôo da nossa filha, Isabel, e escolhemos voar com a Avianca por ser uma empresa que preza pelos detalhes, é confortável acima da média e ainda oferece mais espaço entre as cadeiras – fundamental para quem está viajando com criança de colo.

Sou mãe de primeira viagem estava nervosa por estar viajando só com minha filha e preocupada com a reação dela. Mas a equipe da Avianca facilitou tudo: do embarque com prioridade, a atenção no vôo, ajuda com a bolsa, cuidado para nos acomodar em um assento melhor e até mesmo no desembarque fomos bem atendidas!

A Isabel não chorou e dormiu durante a maior parte do vôo. A viagem foi tão tranquila que deu a impressão que Brasília nem é tão longe assim de Fortaleza. Ainda bem que o primeiro vôo dela foi assim, a vovó da Isabel, que nos recebeu em Fortaleza, também ficou muito feliz!

Obrigada a tripulação da Avianca do vôo 6374 (10/07/13), vocês fizeram a diferença na primeira experiência de vôo da Isabel e claro, ajudaram muito a esta mãe de primeira viagem também. Vamos voar mais vezes com vocês, em agosto já estamos agendados, até breve!

Mande você também a sua história para a gente, através do email: marketing@avianca.com.br . Quem sabe ela não aparece aqui no nosso blog!

Relatos

We Love – Kamila Nascimento

3 de maio de 2013 0 comentário

Foto Kamila Nascimento

 

Minha “história” com a AVIANCA é bem recente. Sempre viajo para Congressos apresentando trabalhos de pesquisa e dessa vez fui com mais duas amigas (Elga Batista e Ivanilda Augusta), rumo à Gramado. Já havia ido ano passado, mas nada se compara a experiência dessa viagem. A princípio fiquei ansiosa, era a primeira vez voando pela Avianca.

Entretanto, ao fazer check-in fomos muito bem atendidas. WE LOVE

Já no avião, nos acomodamos em poltronas confortáveis de couro, com serviço de bordo impecável, com um lanche saboroso e de qualidade.

Ficamos tão à vontade que nem percebemos a viagem passar. Assim podemos avistar da janela um lindo entardecer, além de ter sido muito bem acolhida por toda a tripulação. Parabéns pela qualidade do serviço, nos surpreendeu!!!

 

Muito obrigado pela sua história Kamila! esperamos encontrá-la sempre a bordo de nossos aviões.

Mande você também a sua história para marketing@avianca.com.br, quem sabe a sua história não aparece por aqui!

Relatos

We Love – Jacqueline Matte

7 de março de 2013 0 comentário

“Tenho ido mensalmente a São Paulo, nesta última viagem comprei passagens da Avianca. Tive sinceramente, a grata surpresa que gostaria de compartilhar:

A Avianca me passou a imagem de ser uma companhia no tamanho certo para as minhas necessidades e com um ótimo serviço.

Para começar, no balcão de check-in, fui super bem atendida e nem precisei perguntar se eu podia escolher meu assento, a atendente se antecipou e me perguntou se eu queria corredor ou janela. São pequenos gestos como esse que fazem eu me sentir em casa!

Outro fato que me surpreendeu foi o cuidado que tiveram em acomodar minha bagagem!

O que encontrei ao embarcar foi pontualidade, comissários gentis, lanche delicioso… E o principal: segurança.

Viajei nos dias 01/03 e 03/03/2013. E todas as boas impressões do primeiro voo se repetiram no retorno.

Gostaria de mencionar que viajar recebendo um belo sanduíche quentinho, servido com um sorriso gentil, foi muito bom. Pude perceber que o serviço desde o balcão é feito com a intenção de realmente atender o passageiro que está ali.

Obrigada pelos voos e até breve.”

Jacqueline Matte

 

Ficamos muito felizes com a sua história Jacqueline, obrigado por dividi-la com a gente e até breve!

Blog

Bem-vindos ao nosso blog, aqui você ficará por dentro de tudo que acontece na Avianca, além de conferir muitas dicas, curiosidades e promoções que estarão divididas nas seguintes categorias: We Love, Promoções, Experimente, Voe Bem, Diversos e Enquetes.

Na categoria We Love, postaremos histórias e experiências de vocês em suas viagens conosco. Envie sua história para marketing@avianca.com.br e torça para sua história ser selecionada!

O blog conta ainda com a participação do jornalista e publicitário André Fran, que semanalmente escreverá aqui sobre diversas experiências que teve ao longo de sua vida e como integrante do programa Não Conta Lá em Casa do canal Multishow. Você já viu o primeiro post da André? Confira agora, logo aqui embaixo, ou clicando no espaço dele na lateral do nosso blog.

Não deixe também de participar de nossas enquetes para que o blog fique cada vez mais com a sua cara!

Esperamos que vocês curtam!

Relatos

We Love – Juarez Passos de Araujo Junior

25 de fevereiro de 2013 2 Comentários

We Love - Juarez Passos

“Nada melhor do que ficar e estar super satisfeito com uma empresa que me deixou uma das melhores impressões.

Assim é a Avianca…

Em 12 de Janeiro de 2013, pela primeira vez entrei em um lindo avião.

Foi a minha primeira experiência, foi meu primeiro voo e fiquei super satisfeito com toda tripulação, com as acomodações, assim como todo serviço de bordo.

Dava-se início a Operação Canudos – Projeto Rondon – Lição de Vida e Cidadania, O MAIOR MOVIMENTO VOLUNTÁRIO DO PAÍS, patrocinado pelo Ministério da Defesa.

Mais de 400 acadêmicos de todo o país estavam participando dessa jornada de cidadania e solidariedade.

Tive a oportunidade de embarcar em Salvador-BA com destino a Petrolina-PE e escala em Recife, e para minha satisfação retornei no dia 27 do mesmo mês pela mesma empresa.

Quero parabenizar a Avianca pelas belas e modernas aeronaves, assim como a gentileza e atenção de toda tripulação responsável por cada voo.

Vocês não conquistaram um cliente, vocês conquistaram um fã…

A partir de hoje, passeios, férias, cursos, simpósios, seminários, congressos existe uma empresa de minha preferência e ela tem nome: AVIANCA.”

Sds,

Juarez Passos de Araujo Junior.

Acadêmico de Medicina Veterinária

 

Ótima história, Juarez, obrigado por dividi-la com a gente!

Mande você também a sua história para marketing@avianca.com.br, quem sabe a sua história não aparece por aqui!