Relatos

Você está viajando demais quando…

28 de março de 2013 3 Comentários

Quando me preparava para escrever minha próxima coluna (esta, no caso) me vi em uma encruzilhada temática. Dicas de viagem? Macetes para passar rápido pela imigração? Como pegar o melhor assento no vôo? Melhores comidinhas de bordo? Todas igualmente interessantes e sintomáticas: realmente tenho viajado bastante. Se não bastassem as missões com o “Não Conta lá em Casa”, não perco a oportunidade de gastar as milhas acumuladas em viagens de férias a destinos menos “polêmicos”.

 

Foi assim que acabei viajando para o Japão duas vezes em menos de um mês. Voltava eu de um período delicioso de férias na terra do sol nascente com a namorada quando, ao desembarcar no aeroporto internacional do Rio de Janeiro, fui interpelado com surpresa e preocupação por amigos e familiares. “Vocês estão bem? Sofreram algo?” Sem entender nada, fomos informados que um terremoto e tsunami sem precedentes haviam arrasado a costa norte japonesa. Cenário perfeito para retornar com meus colegas de programa para participar de uma missão humanitária às regiões mais afetadas. Experiência única.

 

Ou seja, entre viagens a passeio ou missões profissionais, o fato é que estou acumulando um tanto quanto elevado “tempo de vôo”. E, como todo bom viajante sabe, a viagem em si é a parte mais curta da epopéia. Fazer mala, deslocamento até aeroportos, espera no check-in, salas de embarque, atrasos, imigração… compõem grande parte da realidade do frequent flyer. Mas alguns pitorescos detalhes podem ser um indicativo curioso de que você também está viajando demais.

 

Confira:

– Você nem se dá mais o trabalho de desfazer toda a mala

imãs

– Um tubo de pasta de dente normal parece gigante já que você está acostumado com aqueles mini tubinhos distribuídos pelas cias aéreas

– Quando vai ao banheiro em casa fica se escorando nas paredes para “não desequilibrar durante uma turbulência”

– Já desistiu de obedecer a fusos horários: janta as 6AM, dorme às 4PM e trabalha as 2AM.

– Entra no carro e procura um cinto abdominal para afivelar

– Pede um assento na janela ao comprar entrada pro cinema

– A hora no seu relógio de cabeceira é diferente do relógio de pulso que por sua vez é diferente da do celular (fusos horários).

– Ao sentar em casa e relaxar, automaticamente aciona a opção “Modo Avião” no celular

– Saca o porta-níqueis para facilitar o troco e encontra moedas de quatro continentes diferentes (só não encontra Real)

– Todas as suas canetas tem nome de hotel

 

André Fran é um dos criadores/apresentadores da série de TV “Não Conta lá em Casa” (Multishow), onde quatro amigos encaram os roteiros mais polêmicos do planeta e semanalmente escreve aqui no nosso blog!

Veja Também

3 Comentários

Juliana 28 de março de 2013 at 15:38

Com as postagens do Fran, sempre encontro as melhores dicas de viagem!! Aliás, preciso tirar meu celular do modo avião. rs
Parabéns, excelente Blog!!!

Responder
Marketing Avianca 1 de abril de 2013 at 10:05

Ficamos muito felizes em saber que você está gostando do blog, Juliana! continue sempre acompanhando nossas novidades!

Responder
Rodrigo 28 de março de 2013 at 18:04

Acho que quando a sua geladeira começa a tombar para frente porque tem imãs demais significa que esta viajando muito

Responder