Author

Rock Content - SEO

O Carnaval é a manifestação cultural que melhor representa o espírito dos brasileiros. Toda a alegria, a diversão, os ritmos, as cores e os movimentos se expressam na festa mais popular do país.

Além de curtir os cinco dias de folia, os viajantes têm nesse feriado uma grande oportunidade de explorar novos lugares. Não importa se você quer sambar na avenida ou apenas relaxar na praia ou na montanha, o que vale é aproveitar esses momentos ao máximo.

Já está planejando a sua viagem de Carnaval? Neste artigo vamos mostrar quais são os melhores locais, no Brasil e no exterior, para visitar durante a festa mais alegre do mundo. Aqui você conhecerá os principais atrativos de cada destino, tanto para quem quer cair na festa quanto para quem deseja fugir dela. Boa diversão!

O que devo saber antes de viajar durante o Carnaval?

Em 2019, o feriado de Carnaval começa de forma oficial no dia 1º de março (sexta-feira) e vai até a quarta-feira de cinzas (6/3). Como se trata de um período de muita procura por passagens e hospedagens, essa data é considerada alta temporada.

Isso quer dizer que os valores dos serviços de turismo tendem a aumentar, sendo necessário fazer as reservas com antecedência. Faça as pesquisas pelos voos o mais cedo possível, já que os clientes podem conseguir bons descontos reservando os seus assentos com, ao menos, dois meses antes do embarque. Vale o mesmo quando o assunto é hospedagem e outros serviços oferecidos nas cidades turísticas, como passeios, aluguel de automóveis e atividades de lazer.

Antecipe os traslados

Como essa é uma época de muito movimento nos aeroportos, o recomendado é sair mais cedo de casa no dia da viagem. O maior fluxo de pessoas pode gerar filas nos balcões de check-in e nos postos de segurança antes do embarque.

Em geral, as companhias recomendam chegar ao terminal com duas horas de antecedência para voos nacionais. Quando se tratar de uma viagem internacional, o indicado é se apresentar no aeroporto de três a quatro horas antes de voar. Esse tempo extra garante tranquilidade para os passageiros, que ficam com boas margens para superar eventuais problemas durante o traslado.

Quais são os melhores destinos para curtir o Carnaval no Brasil?

Cada cidade brasileira tem as suas peculiaridades na hora de celebrar o Carnaval. Locais como Salvador, Rio de Janeiro, Recife e São Paulo têm extensas programações, que envolvem desde desfiles de escolas de samba até bailes privados, passando por blocos de rua. Para saber mais sobre esses destinos tradicionais, veja este outro conteúdo que preparamos.

Contudo, o Brasil é um país continental, e o Carnaval pode ser muito bem aproveitado em outras capitais. No Nordeste, por exemplo, se destaca o litoral de praias paradisíacas, localizadas em cidades com ótima infraestrutura para receber os turistas. As festas ocorrem dia e noite, por isso o viajante tem a possibilidade de desfrutar das atrações naturais sem perder a folia.

O Sudeste é muito mais do que o eixo Rio-SP. Desde as montanhas de Minas Gerais à orla do Espírito Santo, o viajante terá uma porção de destinos incríveis para curtir o Carnaval. Afinal, essa grande expressão da cultura brasileira é celebrada em todos os cantos do território nacional.

A seguir, vamos contar quais são as melhores cidades do Brasil para pular o Carnaval.

Fortaleza (CE)

A capital do encantador Ceará tem 15 ótimas praias urbanas, que fazem um cenário perfeito com a modernidade e a quantidade de atrações da cidade. O ponto mais conhecido é a avenida Beira-Mar, onde ficam os melhores hotéis, restaurantes e bares. Um dos principais passeios é visitar a feirinha de artesanato dessa região, bem como apreciar a deliciosa gastronomia local nos quiosques de frente para o mar.

Entre o sábado (2) e a terça (5) de Carnaval, a cidade tem uma grande programação de desfiles na avenida Domingos Olímpio. Entre escolas de samba, maracatus, blocos, cordões e afoxés, são mais de 40 apresentações para os turistas caírem na festa.

Veja outros locais para visitar quando for passar o Carnaval em Fortaleza:

  • praia de Iracema;
  • praia do Futuro;
  • Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura;
  • Mercado Central de Fortaleza;
  • Parque Ecológico do Rio Cocó;
  • Ponte dos Ingleses;
  • Catedral Metropolitana de Fortaleza;
  • praça dos Mártires;
  • praia do Mucuripe;
  • Jardim Japonês.

Brasília (DF)

A Capital Federal, ao contrário do que muita gente pensa, tem uma intensa programação de Carnaval. A folia ocorre nas ruas, com os desfiles de dezenas de blocos no Plano Piloto.

Entre as festas privadas, o grande destaque tem sido o Carnaval no Parque, que reúne milhares de pessoas no Parque da Cidade. As atrações são shows de artistas famosos em todo o país.

Brasília também guarda muitas atrações turísticas interessantes para conhecer, como as construções concebidas pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Nos dias mais quentes, ficar às margens do Lago Paranoá é uma boa pedida para aproveitar a natureza no Planalto Central.

Pontos legais para visitar em Brasília:

  • Catedral de Brasília;
  • Praça dos Três Poderes;
  • Parque Nacional de Brasília;
  • Torre de TV de Brasília;
  • Memorial JK;
  • Jardim Botânico de Brasília;
  • Centro Cultural Banco do Brasil;
  • Planetário de Brasília.

Natal (RN)

Na maior cidade do Rio Grande do Norte, o Carnaval tem a presença de centenas de bloquinhos, que saem de diversos pontos de Natal atraindo os foliões. Na praia de Ponta Negra, a mais conhecida da capital potiguar, é a concentração de muitos blocos, como o Folias de Estandarte.

Entre um desfile e outro, é possível curtir a cidade, que oferece praias gostosas para banhos de mar e práticas de esportes aquáticos, como mergulho, windsurf e kitesurf. Em Genipabu, o grande destaque são as dunas, que formam o cenário perfeito para se aventurar a bordo de um buggy.

Outro destaque da cidade é a culinária, que tem como base ingredientes como os frutos do mar, a macaxeira, o feijão-de-corda, a farofa d’água, a carne de sol e a manteiga de garrafa. Existem centenas de restaurantes deliciosos, que oferecem pratos bem servidos a preços honestos.

Aproveite a sua visita e conheça também estes outros pontos turísticos:

  • Morro do Careca;
  • Parque Estadual Dunas de Natal;
  • Forte dos Reis Magos;
  • praia dos Artistas;
  • lagoa de Pitangui;
  • Museu Câmara Cascudo;
  • Cidade da Criança;
  • Catedral Metropolitana de Natal;
  • Aquário Natal.

Florianópolis (SC)

A “Ilha da Magia”, como é conhecida a principal cidade de Santa Catarina, tem uma natureza exuberante, mas com todas as facilidades de uma metrópole. Entre as suas praias, destaca-se a Joaquina com suas dunas, onde os mais corajosos podem se aventurar morro abaixo a bordo de pranchas.

A Lagoa da Conceição é outra importante atração de Floripa, que reúne muitos restaurantes e bares, além de ser um dos palcos preferidos dos locais para praticar esportes. Um passeio delicioso é subir no mirante da lagoa para apreciar o pôr do sol, que é um dos mais bonitos do sul do Brasil.

Durante os dias do Carnaval, os desfiles das escolas de samba rolam na passarela Nego Quirido, que é a sede oficial da festa há 30 anos. Em todas as regiões da cidade ocorrem as apresentações de blocos, que tomam as ruas de Florianópolis com muita alegria.

Esses são os pontos turísticos que merecem a sua visita em Floripa:

  • praia Mole;
  • Ilha do Campeche;
  • praia do Santinho;
  • Ponte Hercílio Luz;
  • praia de Naufragados;
  • Palácio Cruz e Sousa;
  • Museu de Arte de Santa Catarina;
  • Jurerê Internacional;
  • Mercado Público de Florianópolis.

Maceió (AL)

Com as praias urbanas mais belas do Brasil, a capital de Alagoas é um paraíso natural no Nordeste. As formações de corais no litoral de Maceió, conhecidas como galés, atraem turistas para a prática do mergulho. A vida marinha que habita essa região pode ser apreciada bem de perto, graças às águas cristalinas do mar.

O Carnaval é comemorado tanto nas ruas quanto em clubes, com grupos organizando desfiles de blocos animados, apresentação de espetáculos folclóricos e palcos com bandas. As atividades estão espalhadas por diversos bairros de Maceió, com destaque para as festividades na praia de Pajuçara, como desfiles de escolas de samba, grupos de bumba meu boi e bandas de afoxé.

Veja quais são as melhores atrações da cidade:

  • praia do Gunga;
  • Feirinha de Artesanato da Pajuçara;
  • Mirante São Gonçalo;
  • praia do Saco;
  • Pontal da Barra;
  • Museu Palácio Floriano Peixoto;
  • Igreja de Nosso Senhor Bom Jesus dos Martírios;
  • Museu de Arte Pierre Chalita;
  • letreiro “Eu Amo Maceió”.

Belém (PA)

A histórica Belém do Pará tem um Carnaval animado e bastante disputado, com três grupos de escolas de samba, que desfilam na avenida Marechal Hermes, no bairro do Umarizal. Além da festa tradicional das agremiações, existem muitos blocos de rua, que garantem a diversão dos turistas.

Os clubes da cidade, como a unidade da rede Sesc, promovem bailes de Carnaval para as crianças, os adultos e o pessoal mais velho.

Quando os visitantes quiserem dar um tempo na folia, podem conhecer os principais pontos turísticos de Belém, como o popular Mercado Ver-o-Peso. Entre as construções seculares, o destaque é para a bela Basílica Santuário Nossa Senhora de Nazaré, que começou a ser erguida em 1909.

Outros pontos interessantes em Belém do Pará:

  • Museu Histórico do Estado do Pará;
  • praia do Chapéu Virado;
  • Mangal das Garças;
  • Museu Goeldi;
  • Forte do Castelo de Belém;
  • Estação das Docas;
  • Parque Estadual do Utinga.

Foz do Iguaçu (PR)

Localizada na tríplice fronteira entre o Brasil, o Paraguai e a Argentina, a bela Foz do Iguaçu é o lar das maravilhosas Cataratas do Iguaçu, uma formação de quedas d’água que impressionam pelas suas enormes vazões. A atração fica no Parque Nacional do Iguaçu, uma unidade de proteção ambiental com grande variedade de espécimes da fauna e da flora.

Quem visita Foz também pode conhecer os países vizinhos, que são ligados ao território nacional por meio da Ponte da Amizade (Paraguai) e da Ponte Tancredo Neves (Argentina). Nessas regiões existem zonas de livre comércio, onde os turistas encontram produtos eletrônicos, cosméticos, bebidas e roupas a preços mais em conta.

Aproveite a visita e conheça as seguintes atrações:

  • Parque das Aves;
  • Templo Budista de Foz do Iguaçu;
  • Ecomuseu de Itaipu;
  • Marco das Três Fronteiras;
  • Polo Astronômico Casimiro Montenegro Filho;
  • Itaipu Binacional;
  • Memorial Cabeza de Vaca.

Quais são os melhores destinos internacionais para fugir do Carnaval?

Tudo bem que o Carnaval é uma festa espetacular, mas há quem prefira passar os dias de folia numa outra “vibe”. Como se trata de um feriado nacional, uma boa saída é explorar destinos no exterior.

Serão de 5 a 6 dias de folga no início de março. Então, o ideal é escolher viagens mais curtas, que não demandem conexões e longos períodos de espera nos aeroportos. Afinal, ninguém quer passar a maior parte do período do Carnaval no traslado. Quando embarcamos numa jornada dessas, tudo o que queremos é chegar logo e curtir as atrações daquele país.

Enquanto o verão estará no fim aqui na América do Sul, o hemisfério norte tem os seus últimos dias de inverno. Isso quer dizer que o turista deve programar os seus passeios conforme o clima, que costuma variar bastante nessa época de mudança de estação. Mesmo assim, os visitantes podem encontrar temperaturas agradáveis, excelentes para atividades ao ar livre.

A seguir, vamos mostrar alguns dos melhores destinos internacionais para aproveitar o Carnaval longe da agitação brasileira.

Nova York

A cidade mais charmosa dos Estados Unidos tem voos diretos partindo do Brasil. É possível fazer um roteiro incrível em Nova York com o tempo disponível no feriado de Carnaval.

Como estamos falando da cidade com uma das maiores diversidades do mundo, a “Big Apple” oferece um extenso cardápio de atrações culturais e de lazer. Os amantes da gastronomia têm restaurantes dos mais requintados aos icônicos food trucks, mas que servem comida deliciosa das culinárias de todos os cantos do mundo.

O visitante pode curtir um espetáculo na famosa Broadway, uma região no centro de Manhattan na qual estão localizados mais de 40 teatros. Como estamos falando da cidade que nunca dorme, todos os dias são apresentadas peças, musicais, performances e shows dos melhores artistas da atualidade. Entre os preferidos do público, estão as montagens de “Rei Leão”, “Frozen” e do bruxinho “Harry Potter”.

Os ingressos para as apresentações dos maiores sucessos da Broadway são muito concorridos. O indicado é garantir os bilhetes com bastante antecedência, já que alguns espetáculos costumam estar esgotados bastante tempo antes da data. No entanto, como a quantidade de opções de entretenimento é bem grande, ainda é possível assistir a outros shows menos concorridos comprando os ingressos minutos antes do início.

Quem é fã dos esportes americanos pode assistir a uma partida da NBA, a liga profissional de basquete. Nessa época também ocorrem em Nova York as partidas da NHL, que é o campeonato de hóquei no gelo dos EUA. Assim como nos eventos culturais, as entradas para os jogos devem ser compradas antes da viagem, para garantir o passeio.

Os museus, institutos e galerias dedicadas às artes são uma atração à parte da cidade, já que os acervos desses locais contam com obras dos maiores artistas da nossa história, como Van Gogh, Picasso, Matisse, Basquiat, Andy Warhol e muitos outros. Uma instituição que vale a visita é o MoMA (Museu de Arte Moderna), onde estão expostos trabalhos de nomes conhecidos, entre eles, do chinês Ai Weiwei e da sérvia Marina Abramović.

Esses são alguns dos melhores pontos turísticos para visitar em Nova York.

  • Metropolitan Museum of Art;
  • American Museum of Natural History;
  • Rockefeller Center;
  • High Line Park;
  • Whitney Museum of American Art;
  • Times Square;
  • 5ª Avenida;
  • Brooklyn Bridge Park;
  • Central Park;
  • Estação Grand Central;
  • One World Trade Center;
  • SoHo;
  • Chelsea Market.

Santiago

A capital do Chile está a apenas algumas horas de voo das principais cidades do Brasil. A curta distância ajuda muito o turista, que pode começar a aproveitar essa bela metrópole no mesmo dia da viagem. Santiago está localizada aos pés da imponente Cordilheira dos Andes, com lindas paisagens que podem ser admiradas de diversos pontos da cidade.

No Sky Costanera, que fica no bairro Providência, os visitantes podem subir os 300 metros de altura do edifício para ter uma vista de 360 graus da cidade. Do mirante mais alto da América Latina, é possível apreciar um pôr do sol maravilhoso.

No período do Carnaval, o país andino estará no fim do verão, então é possível curtir dias agradáveis de calor. Os habitantes de Santiago têm o hábito de ocupar as ruas, parques e praças. No fim da tarde, é comum ver o pessoal praticando esportes, passeando com a família ou apenas tomando um sorvete sentado em um banco ao ar livre.

O melhor lugar para curtir as áreas verdes é o Parque Florestal, que ocupa uma grande espaço na região central, próximo do metrô Baquedano. Esse belo parque é muito bem-cuidado, repleto de árvores, flores e gramados bem-aparados, ótimos para fazer um piquenique.

Quando estiver passeando por ali, faça uma visita ao Museu Nacional de Bellas Artes, que conta com um excelente acervo de pinturas, esculturas, instalações, vídeos e até documentação histórica. A entrada do museu é grátis.

Próximo do parque fica o boêmio bairro Bellavista, onde estão instalados centenas de bares, cafés, restaurantes, lojas e serviços. Nessa parte de Santiago, o turista pode saborear as delícias da gastronomia chilena, como as empanadas, o ceviche (peixe marinado no limão com especiarias e hortaliças), os frutos do mar e o famoso vinho, um dos principais produtos de exportação do Chile.

Confira outros locais interessantes para conhecer em Santiago.

  • Cerro San Cristóbal;
  • Palácio de La Moneda;
  • Plaza de Armas;
  • Cerro Santa Lucía;
  • Parque Metropolitano de Santiago;
  • Valle Nevado;
  • Cajón del Maipo;
  • La Chascona (casa do poeta Pablo Neruda);
  • rua José Victorino Lastarria;
  • Parque Quinta Normal;
  • Pueblito de Los Dominicos;
  • Catedral Metropolitana de Santiago;
  • Centro Cultural Gabriela Mistral;
  • Vinícola Concha y Toro.

Miami

A sempre ensolarada Flórida, nos Estados Unidos, é um dos destinos preferidos dos brasileiros. O clima agradável, com temperaturas na casa dos 24 graus, as belas praias e a agitação de uma grande cidade fazem de Miami uma ótima opção para passear durante o Carnaval.

Como a folga terá entre 5 e 6 dias, dependendo do calendário e da disponibilidade de cada viajante, o importante é fazer um roteiro compacto, com as visitas às atrações ordenadas por proximidade. Quando a aventura é feita por um grupo, o ideal é alugar um carro e ter mobilidade para conhecer as praias mais distantes do centro de Miami, como Fort Lauderdale, que vale muito o passeio.

O dia da chegada é sempre puxado, então aproveite a região de South Beach, que fica na área mais movimentada da cidade. Caminhe pelo calçadão admirando o oceano, que tem uma cor incrível. Nessa parte, que fica em Miami Beach, uma ilha na baía de Biscayne, existem várias lojas de marcas famosas, bem como bares, baladas, restaurantes, cafés, cervejarias, docerias, serviços e muito entretenimento.

Entre os prédios da Ocean Drive e a faixa de areia da praia, fica o Parque Lummus, uma área verde cheia de coqueiros onde os cidadãos andam de bicicleta, praticam exercícios e passeiam admirando a paisagem. A sombra das árvores sobre o gramado é um convite a se sentar e passar algum tempo sem fazer nada, apenas sentindo a brisa do mar.

Não é só de centros de compras que vive a cidade. Miami tem diversos museus, galerias de arte e um bairro construído em art déco. As ruas do cool Wynwood, na parte continental, abriga centenas de obras de arte ao ar livre, além de uma extensa programação artística. É comum encontrar apresentações de dança e música, em meio a um comércio agitado e muitas opções de alimentação.

Veja outros postos turísticos interessantes em Miami:

  • Aquário de Miami;
  • Villa Vizcaya;
  • Bayside Marketplace;
  • Bill Baggs Cape Florida State Park;
  • Venetian Pool;
  • Bayfront Park;
  • Museu de Arte de Miami;
  • Haulover Park;
  • Virginia Key;
  • Miami Children’s Museum;
  • Matheson Hammock Park;
  • Wolfsonian-FIU;
  • History Miami Museum;
  • Historic Virginia Key Beach Park;
  • Miami Beach Architectural District.

E aí, encontrou o seu destino perfeito para o Carnaval? Não importa se o seu perfil de turista é festeiro ou sossegado, sempre existe uma opção incrível para conhecer.

Gostou deste conteúdo? Deixe o seu comentário no post e conte para a gente como você vai curtir esse feriadão no início de março de 2019!

Entrar em contato com a natureza é uma excelente estratégia para fugir um pouco da rotina, renovar as energias e se conectar consigo. E o melhor: há inúmeros locais para fazer isso, inclusive se você deseja viajar sozinho no Brasil.

As opções são diversas, afinal, o país conta com uma grande biodiversidade e é possível visitar locais próximos ou outros mais distantes.

Quer dicas de destinos para viajar sozinho no Brasil e ficar em contato com a natureza em sua próxima folga? Acompanhe o post e confira a lista que preparamos!

1. Pirenópolis

Localizada a 150 km de Brasília, a cidade tem uma infraestrutura eficiente para receber os turistas e conta com diversos atrativos, incluindo passeios em meio à natureza.

Em 1989, ela foi tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) devido à importância de seu conjunto arquitetônico, paisagístico e histórico.

Entre os atrativos naturais, estão as trilhas e cachoeiras Sonrisal e Garganta do Inferno no Parque Estadual dos Pireneus, a Cachoeira Bonsucesso, a Cachoeira das Araras e o Pico dos Pireneus, com 1.385 metros de altura.

2. Serra do Cipó

Localizada a cerca de 100 km de Belo Horizonte, a região abriga o Parque Nacional da Serra do Cipó e é uma boa sugestão de destino para quem deseja ficar em contato com a natureza.

Por lá você poderá apreciar uma rica biodiversidade, fazer trilhas, ir em cachoeiras e visitar grutas e cavernas com pinturas rupestres. Além disso, o local oferece atividades de aventura, como canoagem, rafting e rapel.

A cidade tem opções diversificadas de hospedagem com campings, hostels, pousadas e hotéis. Para quem pretende viajar sozinho no Brasil, a estadia em hostel ou albergue é uma boa alternativa, pois esses estabelecimentos incentivam a interação entre os hóspedes.

3. Cambará do Sul

A parte sul do país também conta com opções para os amantes da natureza. Uma delas é Cambará do Sul. O pequeno município, a cerca de 180 km de Porto Alegre, guarda inúmeros tesouros como cânions, cachoeiras, rios e florestas de araucárias.

O destino é ótimo para quem deseja contemplar a natureza e praticar turismo ecológico. Ele está em meio a locais como o Parque Nacional de Aparados da Serra e o Parque Nacional da Serra Geral. É possível visitar o Cânion Itaimbezinho e o Cânion Fortaleza, além de fazer passeio de bote e andar a cavalo, entre outras atividades.

4. São Francisco Xavier

São Francisco Xavier é uma boa alternativa para viajar sozinho, se você quiser algo próximo a São Paulo. O município, localizado nas montanhas da Serra da Mantiqueira, fica a cerca de 150 km da capital paulista e apresenta diversas atrações naturais.

Entre as sugestões de passeio, estão: as cachoeiras Pedro Davi, do Pouso Rochedo e do Roncador, o Mirante da Pedra do Porquinho e o Pico do Selado. Com mais de 2 mil metros de altitude, ele oferece uma linda vista do Vale do Paraíba e do Sul de Minas.

5. Formosa

Formosa, a 80 km de Brasília, é mais um bom destino para curtir a natureza na região centro-oeste.

A cidade é conhecida como “Berço das Águas” devido à presença de inúmeras cachoeiras, nascentes e rios que correm para as bacias do Amazonas, São Francisco e Paraná.

Alguns dos atrativos são o Salto do Itiquira, uma cascata de 168 metros de altura, o Buraco das Araras, a Gruta das Andorinhas e a Lagoa Feia — que, ao contrário do nome, apresenta uma bela paisagem e 6 km de extensão.

6. Bonito

Quando se fala em turismo ecológico, um dos principais destinos é Bonito, no Mato Grosso do Sul. A melhor forma de chegar até lá é desembarcar no aeroporto de Campo Grande, a 300 km de distância.

Entre os pontos turísticos, estão o Aquário Natural, a Gruta do Lago Azul e o Parque das Cachoeiras. Além disso, é possível realizar atividades de mergulho, cavalgadas e trilhas.

Esta é uma boa opção para famílias ou grupos, mas também para quem pretende viajar sozinho no Brasil. Como muitos passeios são feitos com agências, o turista terá a oportunidade de conhecer novas pessoas.

7. Foz do Iguaçu

A cidade abriga uma das sete maravilhas da natureza e não poderia ficar de fora desta lista, não é mesmo? E o grande atrativo da região são as Cataratas do Iguaçu, tanto do lado brasileiro quanto do argentino.

O Parque Nacional do Iguaçu recebe inúmeros visitantes, que chegam ao local para apreciar a magnitude das quedas d’água. Além disso, há ainda trilhas para observação de espécies nativas da fauna e flora e passeios de barco.

8. Chapada dos Veadeiros

Quem busca contato com a natureza também pode visitar a Chapada dos Veadeiros, localizada no estado de Goiás. Ela encanta os turistas devido às belas paisagens formadas por paredões rochosos, cachoeiras e uma extensa área verde.

A Chapada abrange vários municípios, mas os principais destinos dos turistas são Alto Paraíso de Goiás (a 230 km de Brasília e a 400 km de Goiânia) e a vizinha São Jorge, onde está a entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

O parque é uma reserva ambiental de mais de 65 mil hectares que guarda diversas espécies animais, cachoeiras e trilhas com tamanhos variados, nascentes e cursos d’água.

9. Ilha Grande

Ilha Grande é um bom destino de praia para viajar sozinho no Brasil e passar alguns dias perto da natureza.

A região é repleta de belezas naturais, a exemplo das águas cristalinas das praias e das paisagens formadas pela Mata Atlântica. Para chegar até lá, é necessário pegar embarcações em Mangaratiba, a aproximadamente 100 km do Rio de Janeiro, ou em Angra dos Reis.

Entre as atrações turísticas estão as praias Lopes Mendes e Caxadaço, a Cachoeira da Feiticeira, a Lagoa Verde e a Lagoa Azul, além dos passeios de barco e trilhas.

Acima, listamos bons locais para viajar sozinho no Brasil. Veja qual deles é mais adequado ao seu perfil, orçamento e ao tempo que você terá disponível, e aproveite para começar a organizar o próximo passeio!

E então, já conhecia todos esses destinos? Tem outras dicas de locais para entrar em contato com a natureza? Deixe o seu comentário!

Se você pretende passar alguns dias fora do Brasil, precisa conhecer a importância da vacina para viagem internacional a fim de evitar imprevistos durante o passeio.

As vacinas são uma forma de prevenção para diversas doenças, e alguns países exigem o comprovante delas. Por isso, dependendo do destino da viagem, será imprescindível providenciar o documento.

Quer entender melhor o assunto e descobrir se você deve tomar vacina para viagem internacional? Acompanhe o texto e saiba mais!

Vacinas obrigatórias e recomendadas

Hoje em dia, a única vacina obrigatória é a da febre amarela. Muitos países exigem comprovante de vacinação para quem embarca em áreas consideradas de risco, ou para quem pretende visitar essas regiões. Esse documento é conhecido como Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP).

A febre amarela é uma doença infecciosa viral que pode causar graves problemas de saúde. Ela é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti e está presente em zonas tropicais da América Central e do Sul e na África. A vacinação é essencial para evitar que ela se espalhe por outros países.

Como o Brasil teve casos da doença nos últimos anos, alguns brasileiros ficam na dúvida se é necessário apresentar o comprovante da vacina em qualquer viagem internacional. Contudo, é importante saber que muitos locais não exigem o certificado de vacinação de turistas brasileiros, a exemplo de EUA, Chile e países da Europa.

Entretanto, durante os preparativos da viagem, não deixe de consultar o site da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ou da embaixada do destino. Confira as informações atualizadas, já que pode haver alteração nas regras em casos de surto da doença.

Além disso, lembre-se de que os órgãos de saúde aconselham que todos os moradores do território nacional sejam imunizados contra a febre amarela, desde que não estejam no grupo de contraindicação. A medida é preventiva e visa impedir o avanço da doença.

Em relação à imunização não obrigatória, a Anvisa recomenda que os turistas estejam com a carteira de vacinação em dia, incluindo proteção para Tétano e Difteria, Hepatites A e B e Sarampo, Caxumba e Rubéola (Tríplice Viral).

Essas vacinas são indicadas para evitar problemas de saúde durante e após a viagem, especialmente para quem visitará regiões rurais, terá grande contato com a natureza ou fará passeios ao redor do mundo.

Como obter o certificado de vacina para viagem internacional

Como falamos acima, o documento que comprova a imunização é conhecido como CIVP. Ele é emitido gratuitamente pelo governo. Veja abaixo quais são os principais passos para solicitá-lo.

Veja se o destino exige o comprovante de vacinação

O primeiro passo é descobrir se o destino pede algum tipo de vacina para viagem internacional. Você pode conferir essa informação no site da Anvisa ou com a companhia aérea.

Atualmente, o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia é obrigatório em mais de 130 países, como acontece, por exemplo, na Colômbia. Sendo assim, em uma viagem para Bogotá você deverá apresentá-lo.

Tome a vacina

Antes de solicitar o certificado é necessário tomar a vacina exigida pelo país. No caso da febre amarela, isso deve acontecer com no mínimo dez dias antes do embarque, que é o período para que o organismo produza anticorpos.

A imunização pode ser feita em postos de saúde ou clínicas particulares. No entanto, é essencial esclarecer que as vacinas fracionadas — que foram aplicadas em algumas regiões para conter a expansão da doença — não permitem a obtenção do certificado. Para isso, é preciso tomar a dose padrão, que oferece proteção para a vida toda.

Cadastre-se no site da Anvisa

Para facilitar o processo, a Anvisa recomenda que os turistas façam um pré-cadastro e realizem o agendamento online antes de comparecer nos postos emissores do CIVP — que podem ser centros de orientação a viajantes em aeroportos, unidades básicas de saúde, entre outros locais.

Caso haja urgência para a viagem, é possível entrar em contato com o posto de emissão mais próximo e se informar sobre o atendimento sem necessidade de agendamento.

Compareça ao local de emissão do certificado

Após realizar o agendamento, você deve comparecer ao local escolhido. O processo é feito pessoalmente, com exceção de crianças e menores de 18 anos, que podem ser representados pelos pais.

Se você for realizar um passeio em família com crianças pequenas, vale lembrar que bebês a partir de 9 meses também precisam do certificado de vacina para viagem internacional.

Para obter o CIVP, será preciso levar a carteira de vacinação com o comprovante da imunização e um documento de identidade original com foto (ou certidão de nascimento no caso de crianças pequenas). Além disso, os órgãos de emissão podem solicitar um comprovante de viagem ao país que exige a imunização, como reserva de passagem ou outro item que confirme a ida ao exterior.

Após receber o certificado, guarde-o junto com outras documentações da viagem, pois será necessário apresentá-lo no momento do check-in.

Como proceder caso você não possa tomar a vacina contra a febre amarela

A vacina da febre amarela é bastante segura. Entretanto, ela não é indicada para pessoas que apresentam alergia ao ovo ou que estejam com sistema imunológico debilitado. Entre os grupos de contraindicação, estão:

  • pessoas com reação alérgica grave ao ovo;
  • bebês de até 6 meses;
  • pacientes em tratamento de quimioterapia;
  • portadores de doenças autoimune;
  • pacientes que utilizam medicações antimetabólicas ou medicamentos modificadores do curso da doença.

Além desse grupo, idosos acima de 60 anos, gestantes ou lactantes e bebês entre 6 e 9 meses também só devem ser imunizados com indicação médica.

Caso você ou algum familiar tenha alguma das características acima e o médico mantenha a contraindicação para o procedimento, será necessário solicitar um atestado de isenção de vacinação em inglês ou francês. No site da Anvisa há um modelo para isso.

Se você está programando as próximas férias ou feriado no exterior, não se esqueça de conferir se há necessidade de vacina para viagem internacional. Além de ser requisito obrigatório para ingressar em alguns países, esse procedimento tornará o seu passeio mais tranquilo e seguro.

Gostou do texto? Quer receber outras dicas sobre organização de viagem? Então, siga a Avianca nas redes sociais e acompanhe as próximas publicações. Nós estamos no Facebook, Instagram, Twitter, LinkedInYouTube!

Se tem uma data que todo brasileiro espera ansiosamente para chegar é o Carnaval. A maior festa do calendário do país agita foliões em cidades como Rio de Janeiro, Salvador e Recife, deixando saudade no coração de quem aproveita bastante os 4 dias de festa. Mas você sabia que o Carnaval em Belo Horizonte também é um dos mais procurados do Brasil?

Segundo dados da Prefeitura de Belo Horizonte, 3,8 milhões de pessoas participaram dos festejos da capital mineira em 2018, e a expectativa é de que em 2019 esse número aumente em 20%.

Está curioso para saber mais sobre o Carnaval em Belo Horizonte e ficar por dentro de quais são os maiores blocos? Então, continue a leitura!

Como começou o Carnaval em Belo Horizonte

Muita gente não sabe, mas o Carnaval em Belo Horizonte teve início em 1940, com blocos caricatos e escolas de samba. No entanto, o primeiro desfile aconteceu apenas em 1990, na Avenida Afonso Pena, e a folia se restringiu a apenas essa apresentação por bastante tempo.

Felizmente, quem era de BH e região não ficava sem cair na folia. Afinal, as cidades históricas de Ouro Preto, Mariana, Diamantina, Sabará, entre outras, sempre receberam turistas de todas as partes do Brasil para curtir muito ao som dos blocos e aproveitar as centenas de festas realizadas nas repúblicas.

Em 2010, um Decreto do então Prefeito de Belo Horizonte proibiu a realização de determinados eventos em praças da capital. E esse foi o marco para que o Carnaval de Belô começasse a ganhar destaque nacional.

A população contrária à ideia se organizou, dando origem ao movimento Praia da Estação. Centenas de pessoas passaram a ocupar a principal praça da cidade nas tardes de sábado para se divertir em trajes de banho junto a um caminhão-pipa comandado por um Chapolin Colorado.

A partir daí, músicos e outros artistas da capital se uniram e iniciaram a ocupação do espaço público por meio de um autêntico carnaval de rua. Quase 9 anos depois, já são 400 blocos registrados na cidade e a folia aumenta a cada ano.

Principais blocos do Carnaval de BH

O grande diferencial do Carnaval de Belo Horizonte é a imensa variedade de blocos e a ocupação das ruas nos quatro cantos da cidade. Isso sem contar as elaboradas fantasias e o clima de muita diversão.

A seguir, listamos os maiores blocos da cidade para que você já comece a montar o seu roteiro!

Chama o Síndico

Se você curte MPB, mas não quer deixar de aproveitar o Carnaval, esse bloco é perfeito para você. Isso porque o Chama o Síndico arrasta multidões ao som de músicas de Tim Maia e Jorge Ben Jor. Claro, sempre com muita batucada.

O bloco faz parte da agenda de pré-carnaval, já que vai às ruas na semana que antecede os dias oficiais da folia, sempre no período da noite. O trajeto geralmente é pela Afonso Pena, no centro da capital. Em 2018, cerca de 60 mil pessoas foram atrás do bloco.

Baianas Ozadas

Em qualquer Carnaval não pode faltar axé! E é por isso que o Baianas Ozadas hoje é o maior bloco da cidade.

Em 2018, estima-se que 500 mil pessoas em trajes brancos tenham acompanhado o bloco na manhã da segunda-feira de Carnaval e prestigiado a lavagem da escadaria da Igreja São José, no centro da capital. Essa é uma forma de homenagear o ritual das tradicionais baianas na Igreja do Senhor do Bonfim, em Salvador.

Então, Brilha!

Esse bloco tem a inclusão das pessoas marginalizadas como marca principal. A saída acontece no sábado de Carnaval bem cedo, antes das 7h da manhã, e o principal lema é brilhar!

Então, não deixe de pular da cama e caprichar no glitter e nos acessórios nos tons de rosa e dourado. Em 2018, 125 mil pessoas acompanharam o trilho elétrico ao som do mais tradicional axé dos anos 1990.

Pena de Pavão de Krishna

Com nome retirado de um verso da canção “Trilhos Urbanos”, de Caetano Veloso, esse bloco presta uma homenagem à cultura indiana e promove um desfile todo em tons de azul. Isso porque os foliões seguem o trio com os corpos pintados em homenagem a Shiva, a famosa entidade induísta.

Outro diferencial do PPK (como é conhecido) é que o trajeto só é revelado no dia anterior ao desfile. O local escolhido é sempre uma comunidade de BH ou entorno. E é bom se preparar para a caminhada, pois o cortejo costuma seguir de forma bem tranquila na manhã do domingo de Carnaval, sempre ao som de músicas que pregam a paz e o amor.

Juventude Bronzeada

Esse é um dos points do Carnaval de BH para quem procura um clima de paquera. O Juventude Bronzeada arrebata os foliões com muito axé dos anos 1990 e presta uma homenagem ao drink que é a cara do Carnaval de Belô: o “catuçaí”, uma mistura de catuaba com açaí.

Em 2018, mais de 60 mil pessoas estiveram no desfile, que aconteceu na terça-feira de Carnaval, na região leste da cidade.

Além desses blocos, existem muitos outros com propostas diferenciadas e com cortejo em diversos horários e pontos da cidade. Alguns dos que também têm uma excelente repercussão com o público são:

  • Bloco da Bicicletinha;
  • Tchanzinho Zona Norte;
  • Bloco da Calixto;
  • Unidos da Estrela da Morte;
  • Beiço do Wando;
  • Alô Abacaxi;
  • Havayanas Usadas;
  • Me beija que eu sou pagodeiro;
  • Corte Devassa;
  • Magnólia;
  • Garotas Solteiras;
  • Alcova Libertina;
  • Ordináááários;
  • Manjericão.

Como você viu, atualmente o Carnaval em Belo Horizonte não perde em nada para as festas de outras regiões do país. E o melhor é que quem escolhe passar esse feriado na capital mineira ainda pode aproveitar para conferir a folia de Ouro Preto e de outras cidades históricas.

Ou seja, se você ainda não sabia onde passar o próximo período de folia, agora já pode começar a arrumar as malas!

Para ficar por dentro das novidades da Avianca e receber dicas de outros destinos, é só seguir a gente nas redes sociais. Estamos no Facebook, no Instagram, no Twitter e no YouTube!

Quando se pensa em uma viagem tranquila, a primeira preocupação é quanto ao período dentro da aeronave. Entretanto, é importante lembrar que o passeio tem início algumas horas antes disso.

O tempo no aeroporto, por exemplo, pode ser um pouco longo e deve ser planejado com atenção. Esse intervalo se faz necessário para a realização dos procedimentos de segurança de embarque e desembarque de todos os passageiros.

A boa notícia é que, ao seguir algumas recomendações, é possível garantir momentos mais agradáveis em todas as etapas da viagem, especialmente em época de alta temporada, quando a movimentação é ainda maior.

Quer saber como ter uma viagem tranquila nas próximas férias? Continue a leitura e veja nossas 8 dicas!

1. Procure chegar cedo ao aeroporto

Programar a chegada cedo ao aeroporto é uma das etapas essenciais para ter uma viagem tranquila e evitar perder o voo.

No caso dos nacionais, a recomendação é chegar com pelo menos uma hora de antecedência. Já em viagens internacionais, esse período é de no mínimo duas horas. Contudo, ainda é preciso considerar o trânsito até o local, o tempo para estacionar, entre outras situações.

Dessa forma, você terá mais tranquilidade para fazer o check-in, despachar malas e se dirigir ao portão de embarque. Para agilizar esse processo, o check-in pode ser feito de forma online, pelos canais virtuais da companhia aérea.

2. Viaje com uma roupa confortável

É recomendado viajar com roupas confortáveis em viagens longas de avião. Essa atitude também é positiva para o tempo de espera no terminal. O sapato é outro item importante nessa situação. Considere que pode haver filas e longos trajetos dentro do aeroporto, por isso, opte por um tênis ou sapato confortável.

3. Confira se a bagagem tem dimensões adequadas

É fundamental conhecer as regras de dimensão e peso das bagagens, tanto as que serão despachadas quanto as de mão, antes de preparar as malas. Não se esqueça de conferir os itens proibidos para embarque.

Essa atitude é positiva para deixar a viagem tranquila, pois evita tarifas extras e problemas no momento de despachar ou embarcar com as malas, caso elas estejam acima do peso ou fora dos padrões, por exemplo.

A bagagem de mão em voos domésticos e para a América Latina ou EUA deve pesar no máximo 10kg. Já a franquia para despachar é de 23kg. Se o seu voo for internacional, fique atento às regras para embarque com líquidos. O limite permitido é de 100ml por frasco. Ele deve ser acomodado em uma embalagem plástica transparente e bem vedada.

4. Alimente-se

A espera para o embarque pode ser demorada, e ficar com fome causa irritação e mau humor. Portanto, faça uma refeição adequada antes de sair de casa, providencie alguns petiscos ou vá a um dos restaurantes do aeroporto enquanto aguarda o voo. Cuidado para não exagerar no prato ou nas bebidas alcoólicas, isso pode causar um mal-estar no trajeto.

Se for viajar com crianças pequenas, procure manter a rotina de alimentação para que elas não fiquem irritadas no aeroporto. Nesse caso, a dica é levar mamadeiras prontas, biscoitos, frutas ou outro alimento que elas estão acostumadas a comer.

5. Separe itens de entretenimento para uma viagem tranquila

Mais uma dica para ter uma viagem agradável é separar itens de entretenimento. Eles são positivos tanto para o período dentro da aeronave quanto no aeroporto. Por isso, confira a bateria do celular antes de sair de casa e separe livros, revistas, jogos e outras ferramentas para se distrair enquanto aguarda o início do embarque.

Essa estratégia poderá ter melhor impacto em casos de viagem em família. As crianças costumam ficar impacientes durante os momentos de espera. Por isso, ter brinquedos, jogos e outros eletrônicos pode ajudar a entretê-los.

6. Faça uma boa mala de mão

A mala de mão é importante para armazenar objetos frágeis ou de valor, artigos de higiene, mudas de roupas, entre outros itens úteis durante toda a viagem. Por isso, prepare-a com atenção para não esquecer nada. Tente manter tudo organizado, pois isso facilitará a inspeção de segurança.

Outra recomendação para ter uma viagem tranquila é separar a documentação para o embarque em um local seguro e com fácil acesso. Procure colocar passaportes, passagens e documentos de identidade em uma pasta ou compartimento de sua bolsa.

7. Antecipe os procedimentos de segurança

A etapa de inspeção de segurança pode gerar um certo incômodo devido às filas. Esse procedimento é essencial para a integridade dos passageiros e deve ser feito com atenção, por isso, pode ser um pouco demorado.

Contudo, é possível tomar algumas atitudes para agilizar esse processo. Ao passar pelo detector de metal, por exemplo, não se esqueça de tirar acessórios que podem disparar o alarme, como cinto, relógios e chaves.

Ao colocar sua mala na esteira do raio-x, retire o notebook e outros eletrônicos e coloque-os na bandeja, assim como a embalagem com líquidos em caso de voos internacionais.

8. Fique atento às informações de embarque

Fez o check-in, despachou as malas e passou pelo portão de embarque? Então, esse será o momento de aguardar a liberação do voo!

Durante a espera, você pode passear pelas lojas, usar o Wi-Fi para conferir e-mails e redes sociais, analisar o roteiro da viagem etc. Entretanto, não se esqueça de ficar de olho no painel de informação e nos avisos sonoros que indicam o portão e o início do embarque.

Além disso, preste atenção nas informações da equipe da companhia aérea — as filas do embarque podem variar de acordo com a numeração do assento, além de haver prioridade para idosos, pessoas com crianças de colo e passageiros da classe executiva. Confira se você está na fila certa.

Essas foram nossas dicas para deixar o período no aeroporto mais agradável e garantir uma viagem tranquila em todas as etapas. Elas são simples e fáceis de cumprir, concorda? Ao seguir essas recomendações, você começará as férias da melhor forma possível.

Já conhecia essas dicas? Deixe seu comentário no post e conte para nós como você garante um início de viagem tranquilo!