Categoria

Santiago

Quando pensamos em férias com os amigos, os parques de diversões não podem ficar de fora. Seja em busca de atrações radicais ou aquáticas, passar alguns dias com pessoas queridas em um espaço totalmente voltado para o entretenimento não tem preço, certo?

Sem dúvidas, o mais famoso complexo de parques de diversões é a Disneyland. Afinal, não há quem não queira conhecer o castelo de Magic Kingdom, as atrações do Universal Studios e também se surpreender com as exibições do SeaWorld.

Mas você sabia que é possível conhecer parques de diversões em muitos outros lugares, incluindo o Brasil e a América Latina? E não são poucas as opções aquáticas e cheias de adrenalina!

Ficou curioso? Então, confira a seguir 7 parques que você precisa conhecer agora mesmo!

1. Thermas dos Laranjais — Olímpia, SP

Quem pensa que para se divertir em um excelente parque aquático precisa viajar para fora do Brasil está enganado. O Thermas dos Laranjais, localizado em Olímpia, a 400 km da capital São Paulo, é o melhor exemplo disso.

Totalmente alimentado por águas termais, o parque ocupa uma área de 260 mil m². Além disso, só em 2017, recebeu mais de 2 milhões de visitantes, o que o levou à colocação de 3º parque aquático mais visitado do mundo.

E não é para menos! O Thermas dos Laranjais oferece uma gama completa de lazer para a família e os amigos, incluindo:

  • toboáguas,
  • tirolesa,
  • piscinas de ondas,
  • quadras esportivas,
  • praça de alimentação,
  • lanchonetes e muito mais.

A principal atração é a Master Blaster, a primeira montanha-russa aquática da América Latina.

2. Hot Park — Rio Quente, GO

Se você quer relaxar durante as férias, não deixe de conhecer o Hot Park — o primeiro do mundo com águas naturalmente aquecidas!

Inaugurado no ano de 1977, o parque está localizado a 30 minutos de Caldas Novas e a 170 km da capital Goiânia. O acesso ao Hot Park é gratuito para os hóspedes do Rio Quente Resorts.

As atrações vão desde piscinas aquecidas, ideais para quem procura relaxamento e descanso, até opções mais radicias, como passeios de caiaque, mergulho com cilindro e toboáguas. Uma das atrações mais recomendadas é a Praia do Cerrado, uma enorme piscina com ondas que estão entre as maiores da América do Sul.

Atualmente, o Hot Park está na lista dos 20 principais parques aquáticos do mundo!

3. Beto Carrero World — Penha, SC

Essa dica é para quem procura ótimas atrações e não abre mão de brinquedos radicais. O Beto Carreiro World, localizado a 126 km do aeroporto de Florianópolis, é considerado o maior parque temático da América Latina e já ocupou a posição de 6º melhor parque de diversões do mundo, na opinião dos frequentadores.

O empreendimento tem mais de 100 atrações, em 9 áreas temáticas:

  • Avenida das Nações,
  • Mundo Animal,
  • Vila Germânica,
  • Velho Oeste,
  • Ilha dos Piratas,
  • Aventura Radical,
  • Madagascar,
  • Natal do Shrek e
  • Terra da Fantasia

Um dos brinquedos mais procurados é a FireWhip, a primeira montanha-russa invertida do Brasil. Além disso, 6 grandes shows são exibidos diariamente.

4. Fantasilandia — Santiago, Chile

Localizado no interior do Parque O’Higgins, o segundo maior parque público do Chile, Fantasilandia recebe mais de 1 milhão de visitantes a cada ano e tem cerca de 40 atrações para todas as idades. É a opção certa para quem procura se divertir com os amigos em Santiago!

Apesar de não ser um parque com muitas opções radicais, as categorias de diversão conseguem agradar a todos. Algumas são: Adrenalina, Jogos Familiares e Dark Rides. A dica é levar algumas peças de roupas extras, já que existem vários brinquedos aquáticos.

5. Parque Nacional do Café — Quindio, Colômbia

Muitos viajantes procuram aliar em seus passeios diversão e cultura. Se esse é o seu caso, ao visitar a Colômbia, não deixe de conhecer o Parque Nacional do Café, situado a aproximadamente 300 km de Bogotá.

Trata-se de um lugar com muito verde e dedicado à cultura cafeeira do país. Por isso, grande parte das atrações abordam esse tema, a exemplo do Museu Interativo do Café e dos shows e atrações musicais exibidos regularmente.

Mas a diversão não para por aí! No Parque Nacional do Café os visitantes também encontram teleférico, montanha-russa, rodas-gigantes e outros brinquedos.​

6. Legoland — Winter Haven, Flórida

Nem só de Disneyland vive a Flórida. Se você vai viajar pelo estado americano ou fazer compras em Miami, precisa fazer um passeio na Legoland — um parque temático inteiramente dedicado aos famosos brinquedos de montar!

São várias as atrações e diferenciais do parque. Na LEGO City, as crianças representam papéis de adultos e podem pilotar barcos. Na LEGO Pirates Cove é possível encontrar piradas construídos em LEGO. Na Miniland, os visitantes conhecem pontos turísticos de diversas partes do mundo também construídos em LEGO, como Manhattan, São Francisco e Paris.

7. Six Flags — New Jersey, NY

A maior corporação de parques de diversão do mundo, com várias unidades no México, Estados Unidos e Canadá, conta com parques temáticos, parques aquáticos e vários centros de entretenimento para todas as idades. Somente em 2009, os empreendimentos da Six Flags receberam quase 24 milhões de visitantes!

A unidade de New Jersey, o Six Flags Great Adventure, é o maior parque de diversões do mundo especializado em montanhas-russas. Se o que você procura é adrenalina, ao visitar Nova York, não deixe de reservar um dia para conhecer o parque, que fica a apenas 1 hora e 30 minutos de Manhattan, na cidade de Jackson, em New Jersey.

Ao todo, são mais de 50 montanhas-russas e outros brinquedos. A atração mais procurada (e temida) é a Kingda Ka. Nesse brinquedo, com altura de um prédio de 40 andares, a velocidade chega a 200 km por hora, e a descida tem uma inclinação de aproximadamente 90º! Essa é a montanha-russa mais alta, rápida e inesquecível da América do Norte!

E então? O que acha de conhecer parques de diversões ao redor do mundo? Aproveite e compartilhe este conteúdo em suas redes sociais. Quem sabe você consegue novas companhias para a sua próxima viagem?

Quer curtir a neve no Chile? Reunimos tudo o que você precisa saber para se planejar e se jogar nessa viagem! Então, veja como chegar, onde se hospedar, onde comer e como aproveitar o melhor do Valle Nevado.

Valle Nevado

Como chegar ao Valle Nevado?

Chegar ao Valle Nevado na Temporada de Neve pode não ser fácil, mas a paisagem compensa e muito. A estação de esqui está a cerca de 3000 metros de altitude, no alto da Cordilheira dos Andes, e a aproximadamente 60 km de Santiago.

O recomendado é contratar um transfer até o Valle Nevado. O serviço pode ser particular, dessa forma você controla seus horários, ou em grupo, com um roteiro mais restrito. Nada te impede de subir de carro a Cordilheira, porém durante o inverno, é preciso contar com as nevascas.

As empresas que fazem o trajeto Santiago – Valle Nevado costumam buscar os visitantes em seus hotéis, parar em uma locadora de roupa e equipamentos para esqui e depois iniciar a subida.

Na metade das 40 curvas mais sinuosas há outra parada. A ideia é admirar a paisagem, tentar evitar o enjoo e minimizar os efeitos da altitude. Você pode tomar um remédio contra o enjoo antes de sair da hospedagem, mascar chiclete durante o percurso, beber chá de coca e dizem ainda que cheirar limão também ajuda.

É importante saber que há horário de funcionamento da estrada para subidas e descidas durante sábados, domingos e feriados. Sendo a subida das 8h às 13h e a descida entre 15h e 20h.   

Chegue a Santiago voando com a Avianca Brasil! Há três opções de voos diários e diretos saindo de São Paulo. Os clientes possuem descontos na temporada de neve 2018 do Valle Nevado.

Onde se hospedar no Valle Nevado?

Valle Nevado

É possível se hospedar no Valle Nevado! O Ski Resort conta com três hotéis e apartamentos em edifícios nas montanhas que podem ser alugados. Veja a diferença:

  • Hotel Valle Nevado: é o que fica mais próximo às pistas e tem o serviço mais exclusivo. Aqui estão a academia e o spa do complexo. Todas as refeições estão inclusas na estadia e todos os quartos possuem varanda.
  • Hotel Puerta del Sol: está a 50 metros das pistas. Os quartos podem ser conectados, sendo assim ideal para as famílias. Algumas acomodações possuem varanda. Estão inclusos jantar e café da manhã. Aqui ficam a piscina aquecida, a sala de cinema e um espaço para jogos.
  • Hotel Três Puntas: fica a 150 metros das pistas de esqui e é considerado ideal para a hospedagem de amigos. Os quartos possuem uma maior quantidade de camas e podem ser conectados. Além de ser onde está localizado o pub do complexo.  Aqui o serviço é também de meia pensão.
  • Apartamentos: as acomodações proporcionam maior espaço, independência e privacidade. Nelas, você pode se sentir mais a vontade, fazer a sua própria comida e reunir os amigos e a família.

Os hóspedes dos hotéis têm livre acesso à área de esquis. Já os dos apartamentos precisam adquirir tickets a parte.

Onde comer no Valle Nevado?

Quando você vai passar o dia na estação de esqui, as empresas de turismo já avisam que comer e beber no Valle é caro. Por isso, elas recomendam levar água e lanches ao passeio. Mas, se você quiser ter a experiência de fazer sua refeição nas montanhas, o Ski Resort conta com 6 restaurantes.

  • Bajo Zero: é um fast food que fica no meio das pistas de esqui. É o mais em conta!
  • La Fourchette: restaurante francês com vista para a montanha.
  • Monte Bianco Ristorante: restaurante especializado em comida italiana próximo ao Valle Lounge.
  • Restaurant Sur: ótimo para quem quer degustar da culinária chilena. Fica no Hotel Tres Puntas.
  • Mirador del Plomo: buffet com opções de comidas da gastronomia internacional no Hotel Puerta del Sol.
  • La Leñera: ponto de encontro pós-esqui para curtir o pôr-do-sol com bebidas, petiscos e Djs.

Ao comprar o passe do dia, o Ski Day, é possível escolher uma opção de ticket que dá direito ao almoço na montanha ou um combo fast food.

Um dia no Valle Nevado

Valle Nevado

Quem faz o tradicional bate e volta, desembarca do transfer ou estaciona o carro na Praça da Gôndola, na Curva 17. Nesse espaço, o visitante pode alugar seus equipamentos e roupas, e contratar aulas de esqui ou snowboard. Além de comprar o ticket que dá acesso às pistas e demais atrações do resort e guardar seus pertences.

Se você não quiser esquiar, compre o ticket que dá acesso à Gôndola. Com ele, você sobe uma parte da montanha, chega ao Bajo Zero e pode curtir a neve. Este é o único teleférico que pode ser usado por quem não está com os equipamentos de esqui.

Além disso, um transporte gratuito do complexo faz o trajeto entre a Curva 17 e a área dos hotéis e dos restaurantes. Vale passear por lá também.

Como funcionam as pistas de esqui?

Na temporada de inverno, as pistas de esqui funcionam todos os dias das 9h às 17h. São 900 hectares de áreas esquiáveis, sendo a maior estação da modalidade do Hemisfério Sul.

Há opções para diferentes níveis de esquiadores: iniciante, intermediário, avançado e expert. Se quiser aprender ou se aperfeiçoar no esqui ou no snowboard, é possível fazer aulas em grupo ou particulares. Crianças de 4 a 11 anos podem ter atendimento personalizado com instrutores que as acompanham em todos os momentos.

Dicas Extras!

  • Passe protetor solar.
  • Leve óculos de sol.
  • Vá com uma bota impermeável mesmo se não for esquiar.
  • Leve água.
  • Contrate um seguro viagem que englobe acidentes com esportes.
  • Divirta-se como se fosse uma criança!

Compre suas passagens para Santiago com a Avianca Brasil para ter descontos na Temporada de Neve 2018 do Valle Nevado. 

Conheça o roteiro para conhecer o centro de Santiago a pé. 

Centro Histórico de Santiago

Dizem que só vivemos e realmente conhecemos uma cidade quando caminhamos por ela. Por isso, preparamos um roteiro para desbravar a pé o Centro Histórico de Santiago, no Chile.

O passeio começa e termina próximo a estações de metrô. O início é na parada La Moneda e o final na Santa Lucia. Reserve um calçado confortável!

Palacio La Moneda

A primeira parada é no Palacio La Moneda que é a sede da Presidência da República do Chile e de outros órgãos do governo.

É possível visitar o interior do prédio fazendo o agendamento prévio pela internet com pelo menos uma semana de antecedência.

A troca de guardas do palácio acontece desde 1851 e é realizada a cada dois dias às 10h durante a semana e às 11h aos finais de semana e feriados.

Atrás do Palácio encontra-se o Centro Cultural La Moneda que abriga grandes exposições e tem entrada gratuita até às 12h. Na frente, é possível observar o Monumento al Presidente Salvador Allende, na Plaza de la Constitución.

Ahumada

Seguindo o roteiro, siga pela Rua Moneda e vire à esquerda na Ahumada. Ande pelo calçadão que reúne pontos de comércio popular, grandes lojas de departamento, bancos, cafés e casas de câmbio com boa cotação para a troca de Reais por Pesos Chilenos até chegar a Plaza de Armas.

Plaza de Armas

A Plaza de Armas concentra uma grande quantidade de chilenos e de turistas. Artistas de rua se apresentam e expõem suas obras na praça e algumas pessoas aproveitam o espaço para descansar.

Ao redor da Plaza de Armas estão a Catedral Metropolitana de Santiago e o Museu Histórico Nacional. Que valem a visita!

Mercado Central

Seguindo pela Puente, que é a continuidade da Ahumada, você chegará ao Mercado Central de Santiago. O local é bastante conhecido por suas especiarias gastronômicas locais com destaque para os frutos do mar.

São mais de 50 estabelecimentos com ofertas de peixes, mariscos, carnes, frango, empanadas, vinhos, sorvetes e muito mais. Aproveite para almoçar!

Museu de Belas Artes e Cerro Santa Lucia

Caminhe pela Ismael Valdés Vergara até chegar ao Museu Nacional de Belas Artes. O espaço cultural é dedicado às artes moderna e contemporânea.

Desça a José Miguel de La Barra e chegue ao Cerro Santa Lucia. A colina encanta pela natureza e tranquilidade que transmite mesmo estando no coração de Santiago e pela linda vista panorâmica da cidade com os Andes ao fundo a partir de seu topo. No caminho até o Mirante, passe pelo Castillo Hidalgo e pela Fuerte Neptuno.

Teatro e Biblioteca municipais

Se ainda tiver disposição, entre na Agustinas e depois à esquerda na San Antonio e chegue ao Teatro Municipal. Volte a Moneda e vire à direita na Miraflores para finalizar o roteiro na Biblioteca Nacional do Chile.

 

A Avianca Brasil possui dois voos diários e diretos para Santiago a partir do aeroporto internacional de São Paulo (Guarulhos). Reserve a sua passagem!

 

Conheça mais atrações de Santiago!

Confira mais matérias sobre os destinos operados pela Avianca Brasil!