Categoria

Dicas de Viagem

A organização de uma viagem de avião passa pela etapa de escolher uma companhia aérea. Muitas pessoas não se dão conta, mas esse procedimento é extremamente relevante, já que pode interferir diretamente na experiência do passeio.

Além do preço da passagem, é importante avaliar outros fatores antes de tomar a decisão, a fim de garantir que a empresa escolhida atenda às suas necessidades. Quer saber quais são eles? Acompanhe o texto e confira nossas dicas!

O que levar em consideração na hora de contratar uma companhia aérea?

Escolher uma companhia aérea parece uma tarefa fácil. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados antes de adquirir as passagens, pois você começará e terminará sua viagem em contato com essa empresa.

Um problema com atendimento ou desconforto dentro da aeronave já no início do trajeto, por exemplo, pode deixar você estressado e comprometer os primeiros dias do passeio.

Sendo assim, avalie o serviço como um todo, considerando não apenas o preço, mas os diferenciais de cada companhia. Veja abaixo quais aspectos devem ser analisados para evitar contratempos durante a sua viagem.

Preço e opções de pagamento

O preço é, sem dúvida, o principal fator observado no momento de escolher a companhia área. Entretanto, é necessário avaliar o custo-benefício, considerando o valor da passagem, os serviços oferecidos, as tarifas para marcação de assento e bagagens, os procedimentos para reembolso, entre outros itens.

Também são pontos significativos a forma de pagamento e o programa de fidelidade, que podem contribuir com o orçamento da viagem. Por isso, confira quais empresas oferecem as melhores opções de pagamento e parcelamento para voos nacionais e internacionais.

Variedade de destinos

Um passo importante antes de escolher uma companhia aérea é pesquisar sobre a variedade de destinos. Afinal, ela precisa atender a região que você deseja visitar, não é mesmo?

Algumas pessoas não sabem, mas as empresas de transporte aéreo, geralmente, fazem parte de um grupo com outras companhias internacionais, o que amplia a área de atendimento.

É o caso da Star Alliance, uma aliança global de companhias aéreas da qual a Avianca Brasil faz parte.

Além das rotas nacionais e internacionais, como MiamiSantiago e Nova York, a Avianca consegue conectar o passageiro a outros destinos por meio de voos de parceiras no exterior, a exemplo do trecho Brasil-Singapura.

Esse procedimento reduz o tempo para a compra e a emissão de passagens, já que não é necessário comprar voos separados para chegar até o destino.

Outra vantagem é que o passageiro acumula pontos no programa de fidelidade e pode emitir passagens pela companhia brasileira, ou para voar com membros da aliança para diversos países.

Dessa forma, não deixe de conferir os destinos de viagem em cada companhia e nas empresas parceiras antes de fazer a compra da passagem.

Credibilidade da companhia aérea

credibilidade das empresas reas também deve ser avaliada. É recomendado verificar o histórico delas em relação à qualidade dos serviços prestados, satisfação dos passageiros, índice de reclamação, entre outros pontos.

Além disso, quando a companhia faz parte de uma aliança de linhas aéreas globais, por exemplo, ela precisa seguir uma série de padrões para assegurar a credibilidade e a qualidade dos serviços.

Qualidade no atendimento

Quem já teve algum problema durante o voo sabe como isso pode se tornar uma grande dor de cabeça se a companhia aérea não realizar um atendimento de qualidade.

A empresa deve ter uma equipe eficiente, tanto dentro do avião quanto nos canais de atendimento. Sendo assim, avalie a diversidade de canais de comunicação, o tempo de solução e a cortesia dos profissionais.

Há pesquisas e prêmios de reconhecimento, como o Prêmio Consumidor Moderno e o Melhores Serviços, do Jornal Estadão, que investigam o setor para identificar as linhas aéreas com excelência em serviços ao cliente.

Estrutura da aeronave e conforto

Esses dois fatores fazem a diferença em uma viagem, especialmente em voos mais longos. Por isso, é necessário analisá-los antes de escolher a companhia aérea.

As aeronaves modernas, geralmente, apresentam mais espaço no corredor e entre as poltronas, o que melhora a experiência durante a viagem, tanto em voos internacionais quanto domésticos.

A ANAC conta com um Programa de Avaliação Dimensional para analisar a distância entre as fileiras de assentos, e a Avianca é a única companhia brasileira classificada na faixa A.

Ou seja, os aviões apresentam um espaço maior entre as poltronas. Além disso, a empresa tem a frota mais jovem da América Latina, com aviões da Airbus.

Pontualidade

Embora a condição climática seja a principal causa de atrasos e cancelamento de voos, ainda existem outros fatores que contribuem para essa situação. Portanto, verifique a pontualidade da empresa.

Um atraso no voo pode comprometer sua viagem e resultar em problemas relacionados a compromissos com horário marcado, tanto em viagens a trabalho quanto a lazer.

Serviço de bordo

Também é importante pesquisar sobre os serviços de bordo. Afinal, eles podem representar um diferencial na viagem e tornar o período mais agradável.

Verifique a alimentação oferecida, analisando a qualidade, a diversidade dos alimentos e bebidas e se há tarifas pelo serviço. Caso você precise seguir uma dieta vegetariana ou restritiva, veja se a companhia aérea conta com cardápio alternativo.

Para ter uma boa experiência durante o voo, confira se há um serviço diferenciado, com comidas e bebidas de qualidade, sanduíches quentes e frios, além de refeições especiais, como cardápio no padrão VLML (ovo-lacto-vegetariana).

Entretenimento de bordo

Esse item pode parecer dispensável para algumas pessoas, mas contar com entretenimento de bordomelhora muito a experiência durante a viagem. Antes de escolher uma companhia aérea, verifique se ela oferece esse serviço.

Além disso, analise a qualidade do entretenimento. Observe se há tela individual na poltrona, programação de áudio e vídeo atualizada e variada, revistas, carregador USB, entre outros aspectos.

2Se o voo for longo, sem dúvida, você vai se beneficiar ainda mais dessas comodidades.

As empresas apresentam diferentes características e serviços, por isso, é importante avaliar os fatores listados acima antes de escolher uma companhia aérea para sua viagem. Assim, você garante que sua experiência seja a melhor possível!

Que tal voar com a Avianca Brasil na sua próxima viagem? Acesse o site e conheça nossos destinos!

As viagens em família são ótimas oportunidades para passar momentos ao lado de quem se ama. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados ao montar um roteiro de viagem com crianças, a fim de que elas aproveitem melhor o período.

A definição do destino e do hotel é uma etapa essencial durante o planejamento, que deve priorizar locais interessantes, seguros e, se possível, com uma boa infraestrutura para a criançada.

Outra dica é estabelecer um roteiro tranquilo, com horário para refeições e períodos maiores dedicados aos passeios, de forma que as atividades não se tornem cansativas.

No texto de hoje, separamos algumas dicas que podem garantir o sucesso de sua viagem em família. Continue a leitura e saiba mais!

Como montar um roteiro de viagem com crianças

Ao estabelecer a programação da viagem com as crianças procure conciliar o interesse dos membros da família para que o período seja agradável a todos.

Além de definir as atrações turísticas, é importante pensar em outros fatores. Veja alguns abaixo.

Considere o tempo de deslocamento

O meio de transporte e o tempo de deslocamento são elementos relevantes em toda viagem, ainda mais com crianças, já que períodos longos podem deixá-las entediadas e irritadas.

Em trajetos de avião, geralmente há entretenimento de bordo. No entanto, uma recomendação é levar itens como jogos e livros para minimizar a espera no embarque e em outros trechos do itinerário.

Além disso, programe a chegada aos compromissos com horário definido e certa antecedência. Assim, se houver algum imprevisto no momento da saída ou durante o trajeto — uma parada para as crianças irem ao banheiro, por exemplo — você evita problemas como atrasos.

Escolha bagagens adequadas

Quem viaja com filhos pequenos carrega muitos itens, não é mesmo? E além de tudo isso, precisa ter as mãos livres para apresentar documentos e cuidar das crianças.

Uma dica significativa é escolher bem as bagagens — malas grandes e pesadas podem se tornar um incômodo durante os deslocamentos. Pensando nisso, procure montar malas práticas e com um tamanho adequado.

Para evitar o excesso de roupas e objetos, analise a temperatura do local, a duração da viagem e leve apenas a quantidade suficiente para esse período.

Outra recomendação é levar uma mochila ou bolsa pequena para armazenar os itens que a família poderá precisar durante as atividades turísticas, como água, boné, lenço de papel, protetor solar etc.

Defina os passeios

Algumas cidades contam com inúmeras atrações e pontos turísticos. Assim, para não haver discussões durante a estadia, a dica é definir o roteiro de viagem antes de embarcar.

Também é importante conversar com as crianças e explicar que haverá períodos específicos para atividades infantis, como passeios em parques e praias, e momentos voltados aos adultos, com visitas a museus, por exemplo.

Procure não incluir muitas atividades ao longo do dia, especialmente para locais mais distantes, pois no fim da tarde a criançada ficará cansada e irritada com o passeio.

Deixar alguns dias livres durante a viagem é outra excelente estratégia. Dessa forma você poderá adaptar o roteiro caso haja imprevistos que atrapalhem a programação, como dias chuvosos.

Estabeleça horários para almoço e jantar

Defina horários para as refeições e verifique as opções de estabelecimento na região. Assim, você não precisará entrar no primeiro restaurante do caminho e correr o risco de ter uma experiência negativa.

Outra dica é levar frutas, água, suco e biscoitos para que as crianças se alimentem nos intervalos das refeições ou em locais sem muita infraestrutura, como em praias mais afastadas e desertas.

Reserve um tempo para aproveitar as áreas de lazer do hotel

Se o hotel escolhido tiver boa infraestrutura, com piscina, salão de jogos e playground, inevitavelmente seus filhos vão querer aproveitar essas atrações. Portanto, ao montar um roteiro de viagem com crianças, reserve um período do dia para que elas consigam se divertir na hospedagem.

Sugestões de destinos para viagem em família

Há diversos destinos nacionais e internacionais que contam com atrações para adultos e crianças. Confira algumas ótimas opções para viagens em família.

1. Salvador

Salvador tem boa infraestrutura hoteleira e ótimas opções de resorts com atrações para toda a família, entre eles o Catussaba Resort Hotel e o Gran Hotel Stella Maris.

Além disso, a cidade guarda uma parte da história do Brasil, o que faz do destino uma excelente escolha, especialmente para as crianças em idade escolar.

A Praia do Forte, próxima à Salvador, também é uma alternativa para viagens em família, pois tem mar calmo, com água quente e cristalina, e bons hotéis, como o Iberostar.

2. Florianópolis

A capital de Santa Catarina é outro destino interessante para um roteiro de viagem com crianças. A cidade tem praias para diferentes públicos, e as crianças mais aventureiras podem se divertir nas Dunas da Joaquina, um dos cartões-postais da região.

Se a ideia for fazer uma viagem de férias, você pode aproveitar a período mais longo para visitar o parque Beto Carrero World, no município de Penha, que fica a menos de 2 horas do centro de Florianópolis.

3. Gramado

Gramado fica a cerca de 100 km de Porto Alegre e é famosa pelas atrações natalinas durante o fim do ano, mas também é uma boa opção para as férias de julho e feriados.

Entre os atrativos turísticos estão o GramadoZoo, o Museu de Cera Dreamland, o Snowland (parque com pista de patinação no gelo e neve artificial) e o parque de diversões Alpen Park, localizado em Canela, cidade vizinha.

4. Valle Nevado

Uma boa opção para uma viagem internacional em família é o Valle Nevado, que fica a aproximadamente 60 km de Santiago, capital do Chile.

De junho a setembro, a temporada de neve está aberta. Assim, é possível esquiar e se divertir nas montanhas do local, que também conta com opções de hospedagem. Além disso, você e sua família podem aproveitar a estadia para conhecer o centro histórico da capital chilena e outras atrações da região.

Essas foram nossas dicas para montar um roteiro de viagem com crianças. Escolha o destino do passeio e aproveite os dias com a família!

Gostou do texto? Então, compartilhe-o em suas redes sociais e ajude seus amigos que precisam planejar uma viagem com crianças!

Viajar sozinho é algo que divide opiniões! Enquanto algumas pessoas têm bastante receio em fazer uma viagem sem amigos ou familiares, outras sonham em embarcar nessa aventura.

Se você faz parte do primeiro grupo, no post de hoje vamos mostrar que explorar novos destinos em sua própria companhia pode ser uma ótima opção.

Caso você já tenha vontade de se aventurar pelo mundo, mostraremos algumas dicas essenciais, além dos melhores destinos para viajar sozinho.

Gostou da ideia? Então continue a leitura e saiba mais!

Viajar sozinho: uma experiência de autodescoberta

Fazer uma viagem por conta própria é uma experiência única que proporcionará momentos de autoconhecimento, independência e liberdade. A seguir, listamos as 3 principais vantagens de viajar sozinho.

1. Fazer novas amizades

Sozinho, sim. Solitário, nunca! Esse deve ser o lema daqueles que decidem embarcar nessa experiência. Uma das principais vantagens de viajar sozinho é a possibilidade de conhecer novos lugares, culturas e pessoas.

Não são poucos os relatos de viajantes que fizeram grandes amizades durante suas excursões, tanto com moradores locais quanto com outros turistas. Especialmente para quem escolhe se hospedar em hostels, conhecer novas pessoas é quase obrigatório!

2. Traçar seu próprio roteiro

Só quem já viajou com um grande grupo de pessoas conhece as dificuldades de traçar roteiros que agradam a todos os gostos. Viajando sozinho, esse problema simplesmente não existe!

Afinal, é você quem decide quais atrações conhecer, quanto tempo permanecer em cada cidade e quando ficar de bobeira. Essa liberdade é um diferencial importante para fazer da sua viagem uma experiência única e ainda mais prazerosa.

3. Conhecer-se melhor

Conhecer o mundo também pode levar a uma excitante e inesperada viagem para dentro de si. Passar um tempo por conta própria ajuda bastante no autoconhecimento, que é essencial em uma vida mais feliz e plena.

Aproveite a viagem para redescobrir qualidades, experimentar novas coisas e enxergar possibilidades ao redor com a melhor companhia: a sua!

5 destinos para viajar sozinho

Dentro e fora do Brasil, o que não faltam são destinos imperdíveis para quem deseja embarcar em uma viagem por conta própria. Abaixo, listamos algumas das melhores cidades. Confira!

1. Rio de Janeiro (Rio de Janeiro)

Um dos destinos turísticos mais buscados do país, a cidade maravilhosa abriga o famoso cartão postal do Brasil: o Cristo Redentor. Ao visitar a cidade, conhecer o Corcovado e o bondinho do Pão de Açúcar é praticamente obrigatório para os turistas!

Mas também há muito mais o que explorar: as lindas praias do Rio são uma atração à parte. Durante a tarde, vale a pena alugar uma bicicleta e dar um passeio pela orla, do Leme ao Leblon, conhecer bairros charmosos, como o de Santa Teresa, e o belíssimo Parque Lage.

À noite, uma boa sugestão é curtir um samba de raiz sob os arcos da Lapa, o bairro boêmio da cidade. Para quem gosta de agito, também há muitas opções de shows e casas noturnas badaladas.

2. Belo Horizonte (Minas Gerais)

A capital mineira é perfeita para quem tem espírito boêmio e não dispensa uma boa mesa de bar — a cidade, inclusive, é considerada a capital dos bares! Cervejas artesanais podem ser degustadas nas próprias cervejarias, como é o caso da Vilela, localizada no bairro Santa Efigênia, ou nos bares da região da Savassi, Santa Tereza e no famoso Edifício Maletta.

Mas nem só de vida noturna se faz Belo Horizonte. A cidade também tem pontos turísticos famosos e que valem o passeio, como a igrejinha da Pampulha e a belíssima paisagem vista do alto da Praça do Papa.

Não deixe de dar uma volta pelo Mercado Central para provar o famoso fígado acebolado com jiló e degustar as delícias de Minas, como o queijo canastra e o doce de leite.

Há também opções dentro da cidade, como o Circuito Cultural da Praça da Liberdade, que conta com exposições de artistas renomados. Para quem se interessa por arte, vale a pena conhecer o Inhotim, o maior museu a céu aberto do mundo, localizado na cidade de Brumadinho, na região metropolitana da capital.

3. Itacaré (Bahia)

Cidade turística localizada na Costa do Cacau, a 70km de Ilhéus, Itacaré é um dos pontos mais procurados no litoral sul da Bahia. A cidade atrai turistas do mundo inteiro por conta de sua natureza exuberante e praias paradisíacas, como Jeribucaçu, Engenhoca, Itacarezinho e Prainha.

Itacaré também é um dos destinos preferidos dos surfistas, recebendo campeonatos a nível mundial. Entre os meses de julho e outubro, é possível ver as baleias jubarte que descem à costa brasileira para se acasalar e ter filhotes nas águas mornas do Nordeste.

Quem busca novidades e aventura poderá aproveitar as aulas de surfe, canoa ou stand up paddle, além de belíssimas trilhas para as praias. À noite, vale a pena curtir um samba na Passarela da Vila ou uma volta pela Pituba, a rua principal da cidade, e desfrutar da autêntica culinária baiana.

A cidade, que é bastante tranquila na baixa temporada e agitada durante o verão, conta com uma ótima estrutura para turistas, com muitas opções de hotéis, pousadas e hostels.

4. Nova York (EUA)

Conhecida como a cidade que nunca dorme, Nova York parece reunir em um só lugar todos os cantos do mundo. Para quem busca uma metrópole completa, multicultural e bastante agitada, esse é o destino certo.

Nova York é uma cidade que habita o imaginário de muitas pessoas por conta dos inúmeros filmes e séries gravados por lá. Quem nunca se imaginou dando uma volta pelo Central Park ou pelos famosos bairros da região, como Brooklyn, Bronx e Queens?

No mês de dezembro, durante o inverno no Hemisfério Norte, a cidade fica ainda mais deslumbrante por conta das atrações de Natal — um verdadeiro cenário de cinema!

5. Santiago (Chile)

Uma das capitais mais visitadas da América Latina, Santiago é uma cidade cheia de charme, mesclando a beleza natural da Cordilheira dos Andes e da arquitetura com ares de modernidade.

A metrópole chilena conta com uma vida cultural agitada, além de um circuito gastronômico de dar água na boca.

Santiago é cercada pelos Lagos Andinos e por estações de esqui, uma ótima opção para quem deseja se aventurar no esporte. Além disso, vale a pena conhecer as vinícolas da região, como a internacionalmente famosa Concha y Toro, e desfrutar de deliciosos vinhos.

E então, curtiu este post? Gostou das nossas sugestões de destinos para viajar sozinho? Aproveite e veja também os lugares para visitar na baixa temporada!

As diferenças entre viajar de carro ou de avião causam dúvidas em muitos turistas. E não é para menos, afinal, as duas modalidades apresentam vantagens.

O planejamento da viagem deve ser feito com atenção para que o período resulte em boas experiências e lembranças. Por isso, além de definir a hospedagem e o roteiro, é importante escolher o meio de transporte adequado.

viajar de carro ou de avião

Pensando nisso, no post de hoje, vamos mostrar o que você deve considerar antes de escolher viajar de carro ou de avião. Continue a leitura e saiba mais!

Quando a viagem de carro é mais indicada?

As viagens de carro, geralmente, são mais indicadas para trajetos de curta duração. Assim, o motorista e os acompanhantes não ficam cansados com o percurso.

Para viagens organizadas em cima da hora, essa modalidade também pode ser mais interessante. Como nesses casos é um pouco mais difícil encontrar assentos livres em voos com horários convenientes, o trajeto terrestre se torna uma boa opção.

Quem deseja visitar mais de uma cidade, e tem um tempo longo para o passeio, pode optar pela viagem de carro para apreciar a paisagem e ter mais flexibilidade no percurso. Contudo, antes de planejá-la, é importante pesquisar sobre a situação das rodovias e fazer um levantamento dos custos com pedágio e gasolina, além da manutenção do veículo.

Algumas pessoas preferem viajar de carro para facilitar o deslocamento no destino, contudo, é preciso avaliar bem esse fator. Em determinadas regiões o trânsito é intenso, o que pode prejudicar o passeio. Em muitos casos, a melhor alternativa é optar pelo transporte público ou aplicativos de táxi.

Quando a viagem de avião é a melhor opção?

A principal diferença entre viajar de carro ou de avião é a rapidez, já que com o transporte aéreo é possível chegar em um tempo menor ao destino.

Para você ter uma ideia, o deslocamento entre São Paulo e Salvador por via terrestre dura cerca de 26 horas, sem considerar o período de pausas para refeições, pernoite e etc. Já o percurso de avião dura aproximadamente 2 horas e 20 minutos.

Além da viagem de avião ser a melhor opção para longas distâncias, ela também é indicada em outros casos. Confira!

Viagem solo

Se você pretende viajar sozinho, o deslocamento aéreo pode apresentar melhor custo-benefício e mais comodidade.

Para saber se essa opção é a mais vantajosa, é preciso calcular os custos com combustível, pedágios e desgaste do carro. Como não haverá amigos para dividir a conta e o volante, dependendo da distância, viajar de avião será mais econômico.

Além disso, você pode parcelar o valor da passagem para tornar a viagem mais acessível, ou ainda utilizar um programa de milhas.

Período curto para a viagem

Conseguiu uma folga ou tem poucos dias de férias? Nesses casos, a viagem de avião é a melhor alternativa. Assim, você pode aproveitar o tempo livre para passear pela cidade, conhecer os atrativos da região, entre outras atividades.

Em feriados, por exemplo, a movimentação nas estradas é intensa, por isso, o avião é mais vantajoso para quem não quer perder o tempo de folga no trânsito.

Baixa temporada

Planejar uma viagem na baixa temporada é bastante positivo, pois você encontra locais mais vazios, além de hospedagens e voos com bom custo-benefício.

Antes de definir viajar de carro ou de avião, verifique os preços das passagens aéreas. Em muitos casos, elas podem ser mais econômicas que os custos de um trajeto de carro.

Promoção de passagens

As tarifas promocionais também tornam a viagem de avião economicamente mais vantajosa. Cadastre-se no site da companhia aérea para receber informativos sobre descontos e fique atento às promoções.

Outros diferenciais da viagem de avião são a segurança e a tranquilidade para o deslocamento, já que muitos trechos rodoviários têm estradas de má qualidade e excesso de caminhões.

Como escolher a melhor modalidade?

Acima listamos as principais características de cada modalidade. No entanto, a escolha entre viajar de carro ou de avião dependerá de seus interesses, do perfil da sua viagem, além do tempo e orçamento disponíveis.

Faça um levantamento dos custos e veja o que é mais importante no seu caso. Se você não teve tempo de planejar o passeio, mas o local é próximo, o carro pode ser uma boa alternativa.

Agora, se você quer priorizar o tempo no destino ou ter mais conforto para o deslocamento, por exemplo, a viagem de avião será a melhor opção.

Como se preparar para uma viagem de avião?

Você analisou as principais diferenças entre viajar de carro ou de avião e optou pelo transporte aéreo? Essa modalidade tem algumas particularidades e recomendações. Veja, a seguir, como se preparar para a viagem:

  • pesquise as passagens. Analise o valor das passagens com antecedência para conseguir bons horários e valores;
  • prepare a bagagem. As bagagens da viagem de avião devem ter peso e dimensões adequadas. A mala de mão, por exemplo, não pode ter mais de 10kg. Se você adquirir franquia de bagagem, poderá despachar uma mala de até 23kg;
  • separe a documentação. Para o embarque em voos domésticos é preciso apresentar um documento original com foto;
  • planeje a chegada ao aeroporto com antecedência. Em voos nacionais, o recomendado é chegar cerca de 1 hora antes do horário de embarque para realizar o check-in e despachar as malas;
  • faça o check-in online. Para facilitar os procedimentos de embarque, você pode realizar o check-in online a partir de 72 horas antes do voo;
  • prepare sua mala de mão. Cada passageiro pode embarcar com uma mala de mão e um item pessoal. Separe os produtos que podem ser necessários durante o voo, como blusa de frio, itens de higiene e remédio, e coloque-os nesse acessório;
  • cuidado com a alimentação antes do voo. Se você tem enjoo em viagens de avião, evite consumir alimentos pesados ou bebidas alcoólicas antes de embarcar.

Esses são os pontos que devem ser considerados antes de decidir viajar de carro ou de avião. Esperamos que o texto tenha esclarecido suas dúvidas e que você tenha uma boa experiência em sua próxima viagem!

E que tal começar a organizar sua viagem de avião hoje mesmo? Acesse o site da Avianca e conheça nossos destinos nacionais!

Se você deseja viajar em novembro, os feriados desse mês são ótimas oportunidades. Em algumas regiões, esse período conta com até 3 datas comemorativas!

O recesso prolongado é propício para sair um pouco da rotina de trabalho e de estudo. Então, que tal aproveitar esse tempo livre para realizar uma viagem e conhecer um destino novo?

Continue a leitura e veja nossas dicas!

Viajar em Novembro

Feriados em novembro

Se você está com a rotina corrida e ainda não se deu conta dos feriados de novembro, este ano eles acontecem em:

  • Finados: 2 de novembro, sexta-feira;
  • Proclamação da República: 15 de novembro, quinta-feira;
  • Dia da Consciência Negra: 20 de novembro, terça-feira.

O feriado do Dia da Consciência Negra não é nacional e depende da legislação de cada região. São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza e Cuiabá são exemplos de cidades que decretaram feriado na data.

Quem emenda os feriados ainda tem a chance de desfrutar de uma folga caprichada, do dia 15 ao dia 20 de novembro, com a junção da Proclamação da República e o Dia da Consciência Negra.

Destinos para viajar em novembro

1. Salvador

Quem quer aproveitar o feriado para curtir a praia e descansar em hotéis confortáveis encontra boas opções em Salvador, que tem uma rede hoteleira variada, indo de pousadas a resorts.

Se for sua primeira vez na região, não deixe de incluir no roteiro a visita a pontos turísticos famosos, como o Pelourinho, o Elevador Lacerda e o Farol da Barra. Além disso, os viajantes podem aproveitar o passeio para provar a culinária típica.

2. Belém

Belém é um bom local para viajar em novembro e aproveitar uma folga de 3 ou 4 dias, pois a quantidade de chuva é menor nessa época do ano. Além disso, cidades como São Paulo e Brasília contam com voos diretos para chegar ao destino em poucas horas.

A gastronomia riquíssima e original é um dos atrativos do local. Se você deseja provar o verdadeiro açaí, estará no lugar certo! Outros pratos típicos são o pato no tucupi, o tacacá e a maniçoba, produzidos com iguarias da região amazônica.

Entre os pontos turísticos estão o Mercado Ver-o-Peso, o Theatro da Paz e o Parque Mangal das Garças. Além disso, você pode aproveitar o passeio de barco pela Baía do Guajará.

3. Belo Horizonte

Aproveite um dos feriados de novembro para conhecer Belo Horizonte e visitar lindos pontos turísticos, como a Lagoa da Pampulha.

Embora novembro seja um mês um pouco mais chuvoso, a cidade tem boas atrações em locais fechados, a exemplo dos museus da Praça da Liberdade e o Mercado Central.

Se o tempo estiver bom, outra dica é aproveitar a viagem e ir ao Instituto Inhotim, conhecido como o maior museu a céu aberto do mundo. O local fica em Brumadinho, a cerca de 60 km de Belo Horizonte.

4. João Pessoa

Para quem busca uma área de praia no Nordeste, mas deseja fugir dos destinos mais movimentados, João Pessoa é uma boa alternativa, pois é um pouco mais tranquila.

Entretanto, isso não quer dizer que a cidade não tenha atrativos turísticos. Além de praias e boa infraestrutura para os visitantes, a região apresenta belas paisagens.

O pôr do sol na Praia do Jacaré, a visita à Praia de Areia Vermelha e as piscinas naturais de Picãozinho são passeios encantadores.

5. Fortaleza

Fortaleza também é um ótimo local para as famílias que desejam viajar em novembro, pois é um município conhecido por ter altas temperaturas praticamente o ano todo.

O Beach Park é o ponto preferido do público infantil. No entanto, ainda há outras atrações para adultos e crianças, como a Praia de Iracema e a Praia do Futuro, o Centro de Turismo, o passeio de buggy na Praia do Cumbuco, a cerca de  30km de Fortaleza, entre outros.

6. Rio de Janeiro

A capital carioca é mais uma sugestão de viagem para os feriados de novembro. Em 3 dias você consegue aproveitar as praias e conhecer alguns pontos turísticos da cidade.

O Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, o Jardim Botânico e a Praia de Copacabana são os principais cartões-postais. E você ainda pode incluir no roteiro a visita ao Boulevard Olímpico e ao Museu do Amanhã.

7. Nova York

Nova York pode ser uma boa opção de destino internacional para viajar em novembro, especialmente se você tiver condições de emendar os feriados da Proclamação da República e da Consciência Negra.

O clima já começa a esfriar por lá nessa época do ano, mas as temperaturas não são tão baixas como no inverno, o que facilita os passeios a pé.

Entre os atrativos para incluir no roteiro estão: Central Park, Times Square, Quinta Avenida e Empire State.

A programação cultural também é intensa. A cidade abriga museus como o MET e o Moma, além dos espetáculos da Broadway.

Se você conseguir esticar a estadia poderá aproveitar a Black Friday, que acontece no dia 23 de novembro, e fazer compras com grandes descontos.

8. Santiago

Santiago, no Chile, é mais uma opção internacional para visitar durante os feriados de novembro.

Embora o destino seja famoso para viagens no inverno — devido às montanhas de neve do Valle Nevado — o clima ameno da primavera favorece os passeios pela cidade e para as vinícolas da região, como a Concha y Toro.

Entre os pontos turísticos estão a Plaza de Armas, a Catedral Metropolitana, o Cerro Santa Lúcia e o Palácio de La Moneda.

Outra dica é aproveitar a temperatura mais quente para fazer passeios de um dia a Valparaíso e Viña Del Mar, que ficam na parte litorânea e a cerca de 130km de Santiago.

Dicas para organizar a viagem no feriado

Para planejar uma viagem que seja interessante para a família toda, é preciso considerar alguns fatores:

Um ponto importante para viagens no feriado é fazer a reserva de hospedagens e passagens com antecedência. Assim é possível garantir horários de voos mais convenientes e vagas em hotéis com boa infraestrutura e custo-benefício.

Em 2019, a quantidade de feriados prolongados será menor. Sendo assim, aproveite para viajar em novembro e curtir os feriados ao lado da família e amigos!

Achou o conteúdo interessante? Conhece alguém que precisa dessas dicas? Compartilhe este texto em suas redes sociais para ajudá-lo!

Os procedimentos para viajar de avião com crianças causam dúvidas em muitos pais, principalmente pelo fato de que muitas delas ficam entediadas e irritadas durante o trajeto.

Contudo, não dá para fugir de situações como essa, especialmente se você planeja organizar uma viagem em família para destinos mais distantes e precisa do transporte aéreo.

A boa notícia é que algumas atitudes podem facilitar a organização da viagem, tornando o período mais agradável. Quer saber quais são elas? Confira o texto e veja as nossas dicas sobre o assunto!

Viajar de Avião com Crianças

Conheça as regras para viajar de avião com crianças

O primeiro passo para uma viagem de sucesso é se informar sobre as regras e valores para embarcar com crianças.

Valor das passagens

O preço da passagem depende da política de cada companhia aérea. Geralmente, nos voos nacionais, em classe econômica, é cobrada uma taxa simbólica para crianças com menos de 2 anos, que devem viajar no colo de um adulto.

Já em voos internacionais é cobrada uma porcentagem do valor total da passagem, mais as taxas de embarque e impostos. As passagens para crianças entre 2 e 12 anos, em rotas domésticas, costumam ter 25% de desconto sobre a tarifa do adulto.

Documentação

A documentação varia de acordo com o destino da viagem. Em geral, é necessário levar:

  • certidão de nascimento ou documento de identidade, para voos nacionais;
  • documento de identidade em boas condições, para destinos da América do Sul;
  • passaporte e visto (se necessário), para outros destinos internacionais.

Se a criança tiver menos de 12 anos e for viajar com um adulto sem comprovação de parentesco, é preciso apresentar uma autorização assinada pelos pais, com firma reconhecida.

É possível contratar o serviço de Assistência a Menores Desacompanhados para jovens de 5 a 18 anos incompletos, sendo que para menores de 12 anos o serviço é obrigatório.

Já em voos internacionais, caso o jovem (menor de 18 anos) viaje apenas com um dos pais, com parentes de até 3 º grau ou com pessoas sem parentesco, os responsáveis devem emitir uma autorização.

Embarque e acomodação no voo

Ao viajar de avião com crianças de colo, você terá preferência no embarque, o que é positivo para acomodar as bagagens mais facilmente. No entanto, se conseguir entrar por último é melhor, pois assim você evita que os pequenos fiquem irritados antes mesmo da decolagem.

Outro ponto importante é que a maioria das aeronaves oferece berços para bebês com até 10 kg. Verifique a disponibilidade do serviço, as regras de uso, os assentos específicos e o período de reserva — normalmente, isso é feito em até 24 horas antes do embarque.

Mala de mão

Ao viajar de avião com crianças de até 23 meses é preciso organizar a mala de mão com cuidado e levar os itens necessários para qualquer imprevisto.

A dica é dividir a bagagem. Organize uma mala de bordo para seus pertences e uma mochila ou bolsa com os produtos do bebê, contendo lenços umedecidos, mudas de roupa, fraldas, trocador, mamadeiras, remédios, termômetro digital, alimentos, brinquedos, cobertor etc.

Além da bagagem de mão, você também terá direito a levar, gratuitamente, um bebê conforto ou um carrinho, que poderá ser despachado na porta da aeronave, facilitando o deslocamento dos pequenos por todo o trajeto.

Já as crianças acima de 2 anos têm direito a mala de mão e franquia de bagagens, conforme o serviço contratado.

Alimentos na bagagem de mão

A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) esclarece que os alimentos para bebês e líquidos de dietas especiais podem ser transportados em quantidade satisfatória para o período total do voo.

O embarque com líquidos é bastante rígido em voos internacionais, a dica é levar o leite em pó em potes com as medidas exatas para a duração da viagem, ou em uma embalagem lacrada, e solicitar água mineral durante o voo para preparar as mamadeiras.

Checklist: 9 dicas para fazer o tempo voar

Agora que você já conhece os principais procedimentos para viajar de avião com crianças, continue a leitura e veja algumas dicas para tornar esse período mais agradável para os pequenos e para toda a família.

1. Opte por voos noturnos

Se o destino for distante, a melhor alternativa são os voos noturnos e, se possível, sem escalas. Assim, a chance da criança dormir em grande parte do trajeto é maior, minimizando o desconforto com a viagem.

2. Coloque alguns brinquedos na mala de mão

Livros, itens para desenho, brinquedos ou jogos eletrônicos sem som são ideias interessantes para entreter as crianças durante a viagem — e não incomodam os outros passageiros.

3. Utilize o entretenimento de bordo

Algumas companhias aéreas oferecem entretenimento de bordo, inclusive com filmes infantis. Sendo assim, ao viajar de avião com crianças, opte por empresas que ofereçam essa comodidade.

4. Vista as crianças com roupas confortáveis

Opte por vestir as crianças com peças confortáveis e que sejam fáceis de trocar. Assim, se cair algum líquido ou comida na roupa, a substituição será mais simples.

Embora as aeronaves contenham trocadores nos banheiros, a dica é trocar a fralda dos bebês um pouco antes do embarque para reduzir esse processo dentro do avião.

5. Ofereça refeições leves antes da viagem

Comidas leves são a melhor alternativa para não causar mal-estar ou enjoo durante o trajeto. Leve alimentos que as crianças gostem e com os quais estejam acostumadas, como frutas secas, biscoitos, leite em pó e outros itens que não necessitam de refrigeração.

6. Veja se há refeições especiais para crianças

Normalmente, em voos internacionais há comidas específicas para bebês e crianças. Veja se isso se aplica no seu caso e solicite a refeição especial no momento da compra da passagem ou pela central de atendimento.

7. Dê algo para a criança sugar ou mastigar durante a decolagem e o pouso

Os momentos de decolagem e pouso podem causar incômodos no ouvido devido à diferença da pressão atmosférica. Para aliviar a situação, a dica é amamentar o bebê nesse período ou dar algo para que ele possa sugar, como uma chupeta.

8. Separe os medicamentos necessários

Se seu filho faz uso de algum medicamento, separe os itens necessários e a receita médica para acomodar na mala de mão.

Outra recomendação é levar a criança ao médico alguns dias antes da viagem para se informar sobre os medicamentos de primeiros socorros mais adequados para ela, como antitérmico, antialérgico e remédio para enjoo.

9. Procure manter a calma em caso de choro

Se seu filho começar a chorar durante o voo, procure manter a calma. O nervosismo dos pais pode aumentar a irritação das crianças.

O melhor a se fazer em situações como essa é oferecer algo para comer ou um brinquedo para se distrair.

Essas são as principais dicas para viajar de avião com crianças e fazer com que o período seja agradável para todos. Depois dessa etapa, é só aproveitar o destino e os dias de lazer e descanso com a família.

Está em busca de passagens aéreas para sua próxima viagem em família? Entre em contato conosco e conheça nossas rotas.

Seja para frequentar belas praias, aproveitar os preços convidativos dos outlets ou mesmo sair da rotina em um país de primeiro mundo, viajar para Miami é sempre uma experiência inesquecível.

É possível deixar o passeio ainda mais especial, escolhendo um hotel que atenda a suas necessidades e ainda ofereça um ótimo custo-benefício. Para ajudar você a decidir onde ficar em sua próxima estadia nos Estados Unidos, apresentamos os 10 melhores hotéis em Miami na avaliação dos hóspedes. Confira!

1. Aloft Coral Gables

Esse hotel é um dos preferidos em Miami por turistas de todo o mundo. E os motivos não são poucos.

Com wi-fi gratuito em todas as dependências, o Aloft Coral Gable ainda conta com piscina, academia e lounge. Os quartos são muito elogiados pelos hóspedes e todos têm banheiro privativo, mesa de trabalho, ar-condicionado e TV.

Mas a grande vantagem do Aloft Coral Gable é a localização. Fica a apenas 500 m da Miracle Mile Miami — parada obrigatória para quem deseja fazer compras — e a 5 km do Aeroporto Internacional de Miami.

2. Homewood Suites by Hilton Miami Dolphin Mall

Quem preza por uma boa relação custo-benefício não pode deixar de considerar essa opção. Isso porque, além de alguns dos quartos terem cozinha equipada com micro-ondas e geladeira, o Homewood Suites by Hilton Miami Dolphin Mall também serve diariamente um café da manhã continental. Outras vantagens são a piscina, a academia e o minigolf.

Se a ideia é aproveitar a viagem para ir às compras, esse hotel é um dos mais indicados, uma vez que fica a 500 m do shopping Dolphin Mall, que conta com alguns dos melhores outlets da cidade. O Aeroporto Internacional de Miami, por sua vez, está a 10 km do Homewood Suites.

3. EB Hotel Miami Airport

Se a ideia é aproveitar a estadia nas terras do Tio Sam para relaxar com muito conforto, você não pode deixar de conhecer o EB Hotel Miami Airport.

A apenas 4 km do Aeroporto Internacional de Miami, esse hotel conta com amplos apartamentos com TV de tela plana, wi-fi e mesa de trabalho. Os banheiros são um dos grandes diferenciais, já que são equipados com box espaçoso e chuveiro duplo.

Os hóspedes também podem usufruir de academia 24 horas totalmente equipada, bar e piscina. Há opções de diária com café da manhã e também serviço de traslado para o aeroporto.

4. Element Miami Doral

Se a sua viagem a Miami será em família, considere fazer uma reserva no Element Miami Doral. As acomodações são equipadas com TV, wi-fi e cozinha com geladeira, micro-ondas e utensílios. O banheiro privativo dispõe de secador de cabelo.

Entre as outras vantagens desse hotel estão o serviço de lavagem a seco, a facilidade de um mercadinho e a disponibilização de bicicletas. É perfeito para quem quer aproveitar a viagem para compras, já que fica a 5 minutos de carro do Dolphin Mall e de vários outlets.

5. SpringHill Suites by Marriott Miami Doral

Quando estamos de férias, nada melhor do que experimentar novos sabores e aproveitar a gastronomia local. O SpringHill Suites by Marriott Miami Doral é muito elogiado pelos hóspedes por seu café da manhã completo, com itens frescos. Além disso, nas proximidades há várias opções de restaurantes e outros comércios, como o Dolphin Mall (a 2,8 km de distância).

As acomodações também merecem destaque, já que contam com sofá-cama, TV de tela plana e cozinha compacta, com micro-ondas e geladeira pequena. Outra vantagem é a lavanderia self-service.

6. Hampton Inn & Suites by Hilton Miami Downtown/Brickell

Essa opção é a ideal para quem quer ficar no coração de Miami e aproveitar a vida noturna. O Hampton Inn fica a 1 minuto da estação Brickell do Metromover, em área cercada de ótimos bares e restaurantes. Para repor as energias, é possível desfrutar de um café da manhã completo e gratuito.

As acomodações são confortáveis e equipadas com TV de tela plana, secador de cabelo, cofre, entre outras facilidades.

7. Hyatt Centric Brickell Miami

Se para você um hotel em Miami precisa contar com uma bela vista, o Hyatt Centric Brickell Miami pode ser exatamente o que você procura!

Localizado em uma das melhores áreas da cidade (próximo ao Bayfront Park e a 2,3 km do Porto de Miami), esse hotel oferece acomodações confortáveis e com várias facilidades, além de servir diariamente um delicioso café da manhã continental.

Para quem gosta de passeios culturais, outra vantagem é a proximidade do Adrienne Arsht Center for the Performing Arts e da Villa Vizcaya.

8. SLS LUX Brickell

Conforto, sofisticação e praticidade. Tudo isso você encontra no SLS LUX Brickell, localizado no coração da cidade — a 15 minutos a pé do Bayfront Park.

O grande diferencial desse hotel é a beleza dos jardins e da piscina, que oferecem um ambiente perfeito para renovar as energias e relaxar. As acomodações são modernas, confortáveis e, além do café da manhã, o hotel também oferece um excelente restaurante com pratos da culinária japonesa.

9. EAST, Miami

Para elevar a sua experiência na cidade a outro nível, conheça o EAST, Miami. Isso porque ele está localizado no Brickell City Center — um mall com lojas premium, restaurantes, cinema, bares, spas etc.

Além disso, o EAST conta com 4 piscinas (incluindo olímpica e de hidromassagem) e suítes modernas, com TV 50″ e varanda. No 40º está o rooftop, onde os hóspedes podem curtir as baladas apreciando a bela vista da cidade.

10. Hotel Beaux Arts

Não podíamos finalizar a nossa lista de hotéis em Miami sem citar uma opção bem perto da praia — mais precisamente a 11 minutos a pé! Além disso, o Hotel Beaux Arts conta com quartos espaçosos equipados com TV, sofá, Apple iPad e máquina de café expresso. Outro grande diferencial é o Bistro Modern, que oferece pratos da culinária francesa, e o Met Café and Bar, especializado em cozinha internacional.

Como você viu, o que não faltam são hotéis em Miami que esbanjam conforto, praticidade e ainda cabem no bolso. Então, está esperando o que para fazer a sua reserva?

E para continuar planejando cada detalhe da sua viagem, confira o nosso post sobre o que fazer em Miami Beach.

Garanta agora mesmo a sua passagem área para Miami!

São tantos tipos de mala que fica difícil definir qual é a melhor, não é mesmo? As principais diferenças estão no tamanho e nos materiais dos produtos. Mas, há ainda outros fatores que devem ser analisados para a escolha da mala perfeita!

É fundamental ter um equipamento apropriado para suas necessidades e para o porte de sua viagem. Do contrário, isso pode gerar transtornos, como dificuldades para locomoção, peso e tamanho acima do permitido, Além de confusão com a bagagem de outros passageiros, entre outros imprevistos.

Se você precisa comprar uma mala para sua viagem e está com dúvidas sobre qual modelo escolher, acompanhe o texto e veja quais critérios considerar antes de tomar sua decisão. Boa leitura!

Quais as principais diferenças das malas?

Tanto as viagens mais curtas quanto as mais longas, como férias ou destinos internacionais, precisam de uma bagagem adequada. Afinal, ela é essencial para levar os itens que você utilizará no passeio. Evite transtornos como a falta de peças de frio ou de um tênis para atividades esportivas.

Além de ficar atenta para não esquecer nada importante, é necessário investir em malas com boa estrutura. Para armazenar seus objetos pessoais de forma segura e evitar que elas quebrem durante a viagem. Veja a seguir as principais características das malas:

Tamanhos

Normalmente, as malas de viagem são classificadas em P, M ou G, mas pode haver variações na dimensão e na capacidade, de acordo com cada marca.

O tamanho da mala ideal dependerá da duração de seu passeio e da temperatura do local. Quem embarca em um feriado para destinos de praias pode adquirir uma mala menor. Já em viagens para destinos de inverno, como o Chile, é necessário investir em um produto maior para acomodar casacos e botas.

Entretanto, é preciso tomar um certo cuidado com malas muito grandes, a não ser que você realmente precise, pois elas podem ficar muito pesadas e difíceis de carregar.

Materiais

Hoje em dia, as principais malas encontradas no mercado são de tecido semiflexível ou rígidas. A grande diferença está na proteção, já que as malas tipo “caixa” asseguram maior integridade dos objetos durante o transporte das bagagens. Contudo, para ter essa vantagem é necessário escolher uma mala de boa fabricação e com material adequado.

Por outro lado, as malas de material semiflexível geralmente apresentam custo-benefício mais atrativo e se ajustam melhor aos itens que você precisará levar.

Rodas

As malas de rodinhas são as mais indicadas para as viagens de avião, pois facilitam a locomoção nos trajetos dentro do aeroporto, que geralmente são longos.

Hoje em dia, a maioria das bagagens conta com quatro rodas, permitindo o deslocamento delas em diferentes direções. Há ainda aquelas com oito rodas, o que dá mais mobilidade ao produto, sendo indicada para quem costuma viajar com malas pesadas.

Cores

Há uma diversidade de cores e estampas para as malas de viagem e a decisão varia de acordo com o perfil de cada um. A escolha de uma cor mais chamativa é positiva para identificar a mala na esteira do aeroporto e evitar confusões com a bagagem de outros passageiros. Já quem prefere cores mais sóbrias, mas deseja fugir do preto, pode apostar em azul-marinho, cinza ou marrom.

Divisórias

A divisão do compartimento interno também é um fator relevante na escolha da mala, pois permite uma melhor organização dos itens. Há produtos que apresentam bolsos para pequenos objetos, dois compartimentos separados — o que é positivo para organizar roupas e sapatos —, entre outras características. Sendo assim, avalie aquele que for mais adequado no seu caso.

Segurança

Os tipos de malas disponíveis no mercado apresentam dois modelos de segurança, com o cadeado separado ou embutido. Este garante maior segurança a sua bagagem, uma vez que o puxador do zíper é preso junto ao cadeado. Além disso, evita-se que ele seja esquecido em casa ou no hotel.

Como escolher a mala mais adequada?

A escolha da melhor mala depende do perfil de cada viajante. Há pessoas que gostam de ter todos os itens organizados. Nesses casos, a mala com mais divisórias será uma boa alternativa. Para quem utilizará a mala para viagens de negócio, a melhor opção talvez sejam os produtos com tons mais sóbrios. Já as malas rígidas podem ser úteis para quem gosta de trazer lembrancinhas da viagem — como alguns presentes são mais frágeis, esse tipo de mala apresenta mais utilidade.

Dessa forma, analise seu perfil e os fatores que listamos acima antes de escolher sua bagagem. Para quem viaja com frequência, uma boa sugestão é investir em kits de mala, assim você terá tamanhos adequados para cada estilo de viagem.

Qual mala levar dentro da cabine?

Além da bagagem despachada (quando a passagem incluir franquia para esse serviço), os viajantes podem levar uma mala de mão dentro da cabine e é comum haver dúvidas quanto ao tamanho dela.

O peso máximo é de 10 kg e a mala não pode ter mais que 115 cm, considerando a soma de comprimento, altura e largura. Essas especificações são importantes para que a bagagem caiba no compartimento do avião. Se esse limite for ultrapassado, a companhia aérea poderá solicitar que ela seja despachada.

O que levar na mala de mão

A mala de mão é um item imprescindível para todo viajante e quem não for despachar a bagagem precisa organizar todos os itens da viagem dentro dos limites de peso e dimensão.

Para otimizar o espaço, a dica é dar preferência aos produtos de higiene em tamanhos menores ou utilizar embalagens específicas para viagem. A escolha das roupas e sapatos também deve ser feita com atenção para garantir que você tenha uma quantidade adequada para os dias de passeio e com diferentes possibilidades de combinação.

Se você for despachar sua bagagem, a recomendação é levar na mala de mão itens que você poderá precisar dentro da aeronave, como uma blusa de frio e produtos de higiene pessoal, além de documentos e eletrônicos.

Outro ponto fundamental é verificar as regras quantos aos produtos proibidos dentro do avião: objetos pontiagudos, armas de fogos e substâncias inflamáveis não são permitidas. Além disso, não se esqueça de conferir os limites e regras para o embarque com líquidos.

Como você viu, existem diversas características que devem ser analisadas antes de escolher um produto para armazenar seus pertences. Agora que você já sabe quais são os principais tipos de mala, poderá escolher e organizar sua bagagem com mais facilidade!

Além de escolher as malas, quem vai viajar com animal de estimação também precisa de um compartimento adequado para levá-lo. Veja nosso próximo artigo e saiba quais os procedimentos para o transporte de pets!

 

Quem deseja visitar outras regiões do país seja a trabalho ou nas férias, feriados e folgas, e opta pelo transporte aéreo, inevitavelmente, terá que passar pelos aeroportos brasileiros.

Os viajantes ficam um tempo considerável nesses locais para chegada, saída e conexões. Isso pode fazer com que a experiência seja positiva, ou então se torne um pesadelo com malas extraviadas, falta de informação, dificuldade de acesso, entre outros incômodos.

Ninguém gostaria de enfrentar situações negativas como essas, não é mesmo? Por isso, é importante conhecer as características dos principais aeroportos do país. Saiba o que você encontrará em cada região e prepare-se melhor, especialmente se você estiver com crianças.

Pensando nisso, no post de hoje vamos falar sobre os melhores aeroportos brasileiros, de acordo com um levantamento feito pela Secretaria Nacional de Aviação Civil. Os resultados têm como base a opinião dos passageiros que utilizaram o transporte aéreo no primeiro trimestre de 2018. Continue a leitura e confira os dados!

1. Aeroporto de Curitiba — PR

O Aeroporto Internacional Afonso Pena, localizado em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, está no topo da lista dos melhores aeroportos do país. Ele recebe viajantes de diversos locais que chegam à região para trabalho ou turismo.

A avaliação positiva se deve à excelente infraestrutura do terminal. O que inclui, entre outros fatores, instalações confortáveis, limpeza de banheiros, variedade de alimentação e sinalização adequada.

Além disso, o aeroporto tem uma atuação eficiente nos processos de check-in, raio-x, restituição de bagagem, entre outros serviços.

2. Aeroporto de Confins — MG

Outro terminal aéreo em boa posição no ranking de satisfação do viajante é o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O aeroporto tem capacidade para receber 22 milhões de passageiros por ano em voos domésticos e internacionais.

O terminal ganhou destaque após sua ampliação, inaugurada no final de 2016. A obra aumentou sua área, bem como o número de vagas de estacionamento e a quantidade de guichês para check-in. O que reduziu o tempo de espera para embarque e conexões.

De acordo com a pesquisa, que analisou 20 aeroportos brasileiros, o aeroporto de Confins é o que tem melhor qualidade de wi-fi e mais disponibilidade de banheiros.

3. Aeroporto de Natal — RN

O Aeroporto Internacional de Natal, que foi construído para o Mundial do Brasil em 2014, também teve uma avaliação positiva dos passageiros e está entre os 5 melhores do país.

Ele está localizado em São Gonçalo do Amarante, a cerca de 30 km de Natal. O local é ponto de chegada e de partida dos turistas que desejam conhecer os atrativos da região, como a praia de Ponta Negra e a Praia da Pipa.

O terminal conta com variedade de alimentação, opções para aluguel de carro e outras comodidades, além de eficiência no check-in e no raio-x.

4. Aeroporto Santos Dumont — RJ

Os aeroportos do Rio de Janeiro também estão no ranking daqueles que oferecem boa infraestrutura e conforto aos passageiros. Porém, o Santos Dumont está um uma posição melhor.

Ele é a principal opção de muitos brasileiros que visitam a capital carioca. Pois fica na região central e favorece muito a locomoção para hotéis e pontos turísticos.

Além disso, a obra de modernização, realizada para as Olimpíadas de 2016, melhorou os serviços aeroportuários e resultou em mais comodidade e rapidez para turistas e moradores que utilizam o local.

5. Aeroporto de Guarulhos — SP

O Aeroporto Internacional de Guarulhos, que fica na Grande São Paulo, é o principal do país e recebe mais de 30 milhões de passageiros por ano.

Durante o mês de janeiro, alta temporada devido às férias escolares, mais de 3 milhões de pessoas passam por lá para embarque e desembarque em voos domésticos e internacionais.

Em relação à estrutura e atendimento aos passageiros, ele figura entre os 10 melhores do Brasil, com excelente oferta de lanchonetes, restaurantes, estabelecimentos comerciais, caixas eletrônicos e casas de câmbio.

Recentemente, foi inaugurada a linha de trem que liga a região central de São Paulo até o aeroporto, o que facilita o deslocamento dos passageiros que optam pelo transporte público.

6. Aeroporto de Brasília — DF

O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek também recebeu muitas opiniões favoráveis dos passageiros nos três primeiros meses deste ano.

O terminal é uma excelente opção para viagem durante os feriados e quem chega de transporte aéreo encontra um atendimento eficiente.

O Aeroporto de Brasília tem boa avaliação no tempo para check-in, na cordialidade dos funcionários, sinalização, entre outros itens.

7. Aeroporto de Recife — PE

Recife é um destino bastante procurado por quem deseja conhecer uma parte do nordeste brasileiro. É uma ótima opção para as férias de julho, já que a temperatura permanece quente mesmo no inverno.

Assim como a cidade, o aeroporto também conta com bom atendimento e infraestrutura para os turistas.

De acordo com a pesquisa, ele foi avaliado positivamente em diversos quesitos, entre eles disponibilidade de tomadas, vagas no estacionamento e cordialidade de funcionários.

8. Aeroporto de Porto Alegre — RS

O aeroporto de Porto Alegre é outro local que fica bastante movimentado nas férias de julho. Mas, ao contrário do item anterior, nesse caso os turistas viajam em busca das baixas temperaturas e dos destinos famosos de inverno. Como Gramado e Canela.

Quem chega à região pelo Aeroporto Internacional Salgado Filho encontra funcionários bem prestativos, sensação de segurança na área pública do terminal, integridade das bagagens, entre outros pontos positivos.

O espaço ainda tem variedade de estabelecimentos para alimentação e boa localização, já que está a 10 km do centro da cidade.

Esses são alguns dos aeroportos brasileiros que apresentam infraestrutura acima da média para receber os passageiros. Avalie os fatores que listamos acima e leve isso em consideração antes de escolher o local do passeio e preparar as malas.

Além de viajar para os melhores aeroportos brasileiros, é importante escolher uma boa companhia aérea para que a sua experiência seja ainda mais positiva.

Conte com a Avianca Brasil! Temos voos para todos os destinos dessa lista e você ainda pode acumular pontos no Programa Amigo!

Achou o texto interessante? Quer receber mais dicas sobre viagem? Siga-nos no Facebook, no Instagram, no YouTube ou no Twitter e não perca as próximas publicações!

Miami é daqueles lugares que dá vontade de conhecer por vários motivos. Mar azul, clima quente, areia branca, gente bonita e bons restaurantes. Porém, essas são só algumas das características que levam milhares de brasileiros todos os anos a essa bela cidade do Estado da Flórida.

No entanto, para a grande maioria dos turistas a grande atração são as compras. Afinal, em Miami a variedade de estabelecimentos é enorme — e o preço nem se fala!

Há uma infinidade de outlets, lojas de departamentos, grandes redes de supermercado e shoppings, todos capazes de tirar o fôlego dos mais desavisados.

Portanto, para ajudar no planejamento da sua viagem, listamos 12 lojas em Miami que você não pode deixar de visitar. Preparado? Vamos lá!

1. Best Buy

Todo mundo que viaja para os Estados Unidos quer aproveitar a oportunidade para trocar de smartphone. Se essa é a sua intenção, não deixe de visitar a Best Buy, a maior loja de eletrônicos do país. A rede oferece ótimos preços e conta com uma enorme variedade de produtos. Essa pode ser a sua chance de adquirir também um notebook, uma câmera fotográfica, videogames, jogos ou mesmo uma TV.

2. Walmart

Você já deve estar familiarizado com esse nome aqui mesmo do Brasil. Ainda assim, não deixe de visitar a maior rede de varejo do mundo enquanto estiver nos Estados Unidos.

O Walmart disponibiliza uma enorme variedade de produtos, como: roupas, maquiagens, itens de beleza, eletrônicos, e muito mais. A melhor parte é que há ofertas a perder de vista! Com certeza, esse é o melhor lugar para comprar aqueles shampoos que no Brasil custam uma fortuna, entre outros exemplos.

3. Target

A Target é outra gigante que precisa ser incluída em seu roteiro, principalmente se você busca por itens de decoração, utilidades domésticas e jogos de cama, mesa e banho. Mas não é só isso que você encontra na rede. As maquiagens, por exemplo, contam com uma seção especial na loja, e tudo é muito organizado e barato!

4. Marshalls

Se você busca por preço baixo e gosta de garimpar boas peças, a Marshalls é a sua cara! Afinal, essa loja multimarcas, focada em roupas, calçados e acessórios, reúne uma enorme variedade de produtos em ponta de estoque.

Por isso, se ao passar por uma Marshalls você gostar muito de um item, não deixe de comprar na mesma hora, já que é comum haver poucas unidades de cada modelo.

5. Burlington

Inicialmente, o foco da Burlington eram os casacos — o que já seria motivo para não deixar de fazer uma visita à loja. No entanto, atualmente a rede reúne diversas marcas em ponta de estoque, semelhante ao que faz a Marshals.

A diferença é que a Burlington é ainda mais popular, o que exige mais tempo para garimpar boas peças. A recompensa é depois de algum tempo achar, por exemplo, uma peça da Calvin Klein por 10 dólares!

6. CVS

Essa é a maior rede de farmácias dos Estados Unidos e oferece itens que vão muito além de medicamentos. Na CVS (e na concorrente Walgreens) você encontra guloseimas, bebidas, acessórios e, claro, muitos produtos de beleza e maquiagens.

Marcas como Maybelline, Revlon, Neutrogena, Cetaphil, NYX, L’oreal e Elf têm preços muito em conta na loja.

7. Buy Buy Baby

Quem vai para Miami com a intenção de fazer o enxoval do bebê já tem destino certo. A Buy Buy Baby, líder no segmento, oferece uma enorme variedade de carrinhos de bebê, cadeirinhas, babás eletrônica e muito mais. Sem falar na enorme quantidade de roupinhas para crianças de todas as idades.

A dica aqui é checar com cuidado as numerações, já que o tamanho das peças nos Estados Unidos não é o mesmo que o adotado no Brasil.

8. Babies R Us

Se a sua viagem será em família, não pode faltar uma visita a loja de brinquedos, certo? Para não errar, procure pela Babies R Us, que é a líder no segmento nos Estados Unidos há muitos anos.

Lá você vai encontrar opções para todos os gostos, idades e bolsos! E há na loja vários outros itens para crianças além dos brinquedos, como óculos de sol, kits para praia etc.

10. Miracle Mile

Aqui não estamos falando de uma loja, e sim de uma rua inteira! Miracle Mile fica em Coral Gables e é parada obrigatória para quem procura pelo vestido de noiva perfeito.

O local reúne várias lojas voltadas para artigos de casamento e é possível visitar algumas das lojas com hora marcada. Então, se organize e aproveite para não deixar de comprar nenhum item essencial para o grande dia com muita economia!

11. Sawgrass Mills

Esse talvez é o lugar mais famoso para se fazer compras em Miami, mesmo ficando a aproximadamente 40 minutos do centro da cidade, em Sunrise. O motivo são as mais de 350 lojas, muitas delas de outlet.

Como o shopping é muito grande e costuma ficar cheio, a dica é definir previamente quais lojas você deseja visitar e pegar um mapa assim que chegar a Sawgrass Mills. Assim, você consegue aproveitar o tempo e o melhor dessas lojas em Miami.

12. Bal Harbour Shops

Nem só de outlets e lojas de departamento vive Miami. Muito pelo contrário! Se o seu estilo é apostar em marcas como Dolce & Gabanna, Armani, Gucci, Dior, Chanel, Louis Vitton, Versace, Prada e outras grifes elegantes e sofisticadas, não deixe de fazer uma visita ao Bal Harbour Shops.

Localizado no bairro de mesmo nome, a região é repleta de mansões e lojas de luxo. Ou seja, é o paraíso para quem deseja adquirir as melhores marcas do mundo com muito conforto e economia.

Viajar para Miami e não fazer umas comprinhas é, como se diz por aí, o mesmo que ir à Roma e não ver o Papa. Por isso, faça uma lista para não se esquecer de nada e pesquise bastante.

Uma ótima dica para economizar tempo é fazer algumas compras pela internet e retirar na loja. Alguns estabelecimentos também fazem a entrega no hotel. Confira essa opção e aproveite o melhor das lojas em Miami!

Gostou das nossas dicas? Então, está esperando o que para se divertir em Miami? Entre agora mesmo no site da Avianca e garanta as passagens para as suas próximas férias!

Tempo de férias é uma alegria só para toda a família. O problema é quando, em casa ou no hotel, bate aquele tédio e os pequenos ficam inquietos querendo se divertir.

Nessas horas, é muito comum recorrer a um filme ou cada um ficar entretido em seu próprio mundo, no celular ou no tablet. No entanto, existem várias opções de jogos que colocam as crianças para se movimentar e exercitar o espírito de amizade e companheirismo.

Para ajudá-lo a ter férias ainda mais divertidas com os pequenos, apresentamos a seguir uma lista com 10 alternativas para brincar com as crianças e deixar os momentos em família inesquecíveis. Com certeza, você vai voltar a se sentir como criança e dar boas risadas. Confira!

1. Jogo das personalidades

Distribua um pequeno papel para cada criança e peça para cada uma anotar o nome de uma personalidade. Pode ser um cantor, um ator ou qualquer pessoa conhecida. Em seguida, dobre os papéis e realize um sorteio. Cada participante deverá retirar um papel, mas sem olhar o que está escrito!

O próximo passo é pegar uma fita adesiva e pedir que cada criança fixe seu papel na própria testa, de modo que todos os outros participantes vejam quem foi a personalidade sorteada, exceto a própria pessoa que estiver com o papel no rosto.

A brincadeira começa quando, por meio de perguntas aos colegas, cada criança tenta adivinhar a personalidade sorteada. Perde quem fica por último sem acertar.

2. Elefante voa?

Esse jogo é uma variação do “morto-vivo”. O líder deve conduzir a brincadeira dizendo o nome de várias aves e outros animais. Ele pergunta: “Beija-flor voa?”, ou “Sabiá voa?”, e todos os participantes devem se mover imitando o bater de asas.

Mas se o líder disser, por exemplo, “Elefante voa?”, todos devem ficar imóveis, com as mãos junto ao corpo. Perde quem se me mexer na hora errada.

3. Chicotinho queimado

Uma única criança deve ficar em um cômodo e escolher um objeto para esconder. Dado o sinal, as demais crianças retornam e começam a procurar o item.

A primeira criança, então, deve conduzir o jogo dizendo “frio” quando os participantes estiverem distantes do objeto e “morno” e “quente” à medida que forem se aproximando. Vence quem encontra o objeto primeiro.

4. Corrida de pinguim

Nessa brincadeira, os joelhos de cada participante são amarrados com um barbante. Ao ouvirem o sinal, eles devem partir andando como pinguins em direção à chegada. Vence quem terminar o percurso primeiro.

5. Com quem está a bola

Uma criança fica de costas para a turma de colegas e arremessa a bola para trás. Após um participante pegar o objeto, todos devem ficar alinhados com as mãos para trás, para que a criança que jogou a bola se vire e tente adivinhar com quem está a bola.

Se ela adivinhar, permanece com a mesma função de líder. Se errar, a criança que estava com a bola assume o lugar.

6. Corrida de papel

Nessa brincadeira, a ideia é que cada criança tenha em mãos 2 pedaços de papel (aproximadamente do tamanho da sola dos pés).

Ao dar a largada, antes mesmo de completar o primeiro passo, um pedaço de papel deve ser colocado à frente dos pés. Ou seja, só é permitido pisar em cima do papel.

O processo se repete em seguida: antes de dar o segundo passo, deve-se posicionar o outro pedaço de papel. E assim por diante. Vence quem chegar primeiro respeitando a regra do jogo.

7. Estátua

Uma criança será a responsável por controlar a música. Enquanto o som está ligado, os demais participantes dançam e se movimentam bastante. De repente, o líder desliga a música e grita: “Estátua!”.

A partir daí, todos os participantes devem ficar imóveis, na posição que estavam no momento em que a música parou. O líder, então, observa atentamente cada um dos colegas, para tentar identificar o mínimo movimento.

8. Na minha barquinha

Esse jogo é um prato cheio para quem gosta de desafiar a memória. Primeiramente, o líder deve escolher um tema. Por exemplo, frutas. Ele então começa: “Na minha barquinha vai maçã”.

Em seguida, é a vez do próximo participante, que deve acrescentar um item à sequência: “Na minha barquinha vai maçã e pera”. O jogo segue: “Na minha barquinha vai maçã, pera e melancia”. E assim por diante. O desafio é repetir toda a sequência sem errar.

9. Passa anel

Para essa brincadeira, as crianças devem se sentar enfileiradas e o líder deve ficar de frente para elas. As crianças devem estar com as palmas das mãos unidas, para que o líder (também com as palmas das mãos unidas, segurando um anel) simule deixar o anel em cada um dos pares de mãos. Mas apenas uma criança receberá o objeto discretamente!

Após a rodada, o líder pergunta para uma das crianças: “Com quem está o anel?” Ela, então, deve tentar acertar quem recebeu a joia. Se acertar, assume o papel do líder. Se errar, a criança que recebeu o anel é a próxima a passá-lo.

10. Cabra-cega

Essa clássica brincadeira é sucesso com todas as crianças. Um participante tem os olhos vendados e seu corpo girado algumas vezes, para que perca levemente o senso de direção.

Em seguida, os outros participantes se espalham pelo local e a “cabra-cega” tenta pegar algum dos participantes. Ao conseguir isso, este é vendado e inicia-se a próxima rodada.

Como você viu, existem várias maneiras de brincar com as crianças e tornar ainda mais agradáveis as férias e outros momentos em família.

Então, da próxima vez que você se deparar com um dia chuvoso ou com imprevistos na realização de algum passeio, nada de ligar o celular, o tablet ou a TV! Aproveite para instruir os pequenos sobre o espírito de equipe e também para transmitir valores como honestidade e determinação.

Gostou das nossas sugestões de como brincar com as crianças? Já conhecia muitos desses jogos? Para ajudar outros pais a inovar nas férias e estimular a convivência mútua, compartilhe este post nas redes sociais. Certamente, alguns dos seus amigos vão adorar essas ideias!

O feriado de 7 de setembro se aproxima e você não planejou nada para fazer na data? Ele cai em uma sexta-feira e é uma excelente oportunidade para conhecer uma região diferente ou aproveitar os dias para descansar.

Como são apenas três dias de folga, o ideal é optar por locais mais próximos. Assim o tempo de deslocamento será menor e você poderá aproveitar melhor a viagem. Quer algumas dicas de destinos para conhecer e se encantar nesse feriado? Então, veja a lista que preparamos!

1. Belo Horizonte

A capital mineira reserva inúmeros atrativos para o visitante. O passeio pode começar pelo principal cartão-postal da cidade: a Lagoa da Pampulha.

Ela abriga um conjunto arquitetônico de estilo moderno, projetado por Oscar Niemeyer, que inclui a Igreja de São Francisco, o Museu de Arte Moderna, a Casa Kubitschek e o Iate Tênis Clube.

Belo Horizonte oferece muitas atividades culturais, na Praça da Liberdade é possível visitar museus e centros culturais como o Memorial Minas Gerais e o Museu das Minas e do Metal.

A visita ao Mercado Central é uma excelente oportunidade para provar pratos típicos. Além de um delicioso pão de queijo. Para curtir a noite, a dica é ir ao bairro Savassi, que concentra uma variedade de bares e restaurantes.

A rede hoteleira é bastante extensa. Entre as opções estão o Tulip Inn Belo Horizonte, localizado no bairro Savassi, e o Belo Horizonte Othon Palace, que fica na região central.

O Restaurante Xapuri é um bom local para almoço ou jantar na Pampulha. O restaurante Casa Cheia, que tem unidades no Mercado Central e na Savassi. Também é uma excelente alternativa para refeições ou happy hour. Já o estabelecimento A Pão de Queijaria é ideal para comer pão de queijo recheado.

2. Curitiba

Curitiba é outro destino interessante para conhecer no feriado de 7 de setembro e tem boas opções de passeios, diversidade gastronômica e atividades ao ar livre.

O Jardim Botânico é o principal ponto turístico, com sua famosa estufa de vidro. Outro cartão-postal é a Ópera de Arame, que encanta por sua arquitetura diferenciada.

Quem gosta de área verde pode incluir no roteiro a visita ao Parque Barigui, ao Parque Tangá — ótimo lugar para ver o pôr do sol — e ao Bosque do Alemão. Quem tem pouco tempo de viagem pode utilizar a linha de turismo com ônibus panorâmico para se locomover.

Entre as opções de hospedagem estão o Slaviero Suítes e o Ibis Curitiba Shopping, ambos na zona central. No quesito alimentação, para provar pratos típicos, como o barreado, a dica é o restaurante A Caiçara. Ele está localizado próximo à Catedral Metropolitana. Outra sugestão é o Quintana, com espaço ao ar livre e pratos vegetarianos.

3. Foz do Iguaçu

O ponto alto do destino é o Parque Nacional do Iguaçu. Aqui você poderá apreciar as famosas cataratas, consideradas uma das Sete Novas Maravilha da Natureza, além da possibilidade de fazer trilhas e passeios de barco.

Outras atrações de Foz do Iguaçu são o Parque das Aves, a Usina Itaipu e o Marco 3 fronteiras. Já Puerto Iguazú, cidade vizinha que fica em território argentino, é uma sugestão para a programação noturna e para compras.

Entre as alternativas de hospedagem estão o Continental Inn Hotel e o Pietro Angelo Hotel. Para as refeições as dicas são o restaurante Trapiche, que conta com um cardápio variado, e o Empório com Arte, local aconchegante que oferece pratos e porções.

4. Vitória

Vitória é um destino perfeito para quem gosta de praia, cultura e gastronomia. As principais praias são Camburi e a do Canto, que apresentam boa infraestrutura com quiosques e restaurantes.

Para saber um pouco da história do município, o turista deve visitar a Cidade Alta e conhecer alguns de seus patrimônios históricos, como o Palácio Anchieta, a Catedral Metropolitana e o Teatro Carlos Gomes.

Para provar a famosa moqueca capixaba, que deve ser feita na panela de barro, a sugestão são os restaurantes São Pedro, que fica na Praia do Suá e tem mais de 60 anos de tradição, e o Partido Alto, que fica em frente à praia do Camburi.

A maior parte dos hotéis fica nas praias do Canto e de Camburi, entre as sugestões estão o Mercure Praia Hotel e Bristol Alameda Vitória.

5. Salvador

A primeira capital do Brasil é outro destino interessante para se conhecer no feriado de 7 de setembro. A cidade conta com pontos turísticos famosos, como o Farol da Barra, o Pelourinho, o Elevador Lacerda e as praias da Barra e de Itapuã.

Todos esses atrativos, sem dúvida, já valem a viagem, mas você ainda pode explorar museus e igrejas como a Igreja do Bonfim, Igreja e Convento São Francisco e o Museu de Arte da Bahia, além, é claro, de provar quitutes tradicionais como o acarajé e a cocada.

Para comer o verdadeiro acarajé, a dica é ir nas barracas do Largo de Santana no bairro Rio Vermelho. Para experimentar a moqueca de camarão, a sugestão é o restaurante Ki-mukeka, com diversas unidades em Salvador.

Há hotéis e pousadas por toda a cidade, entre eles estão o Mercure Salvador Rio Vermelho, e o Hotel Pousada Mangabeira, no Pelourinho.

Outras sugestões que ficam mais afastadas do centro, mas que são boas alternativas para lazer são as hospedagens nas praias Stella Maris e Flamengo, tais como Catussaba Resort, Pousada Stella Tropical e Gran Hotel Resort.

6. Goiânia

Além da música sertaneja, Goiânia é conhecida por seus botecos. Então, se você gosta de petiscos e bebida gelada estará no lugar certo! Entre as opções estão o Glória Bar e Restaurante e o Bar do Peixe. Para provar pratos típicos como o empadão goiano e a pamonha frita, a dica é o Restaurante Chão Nativo.

Os passeios durante o dia incluem a Avenida Goiás, a Praça Cívica, a Praça do Trabalhador e o Bosque dos Buritis. Quem estiver na cidade no domingo pode conhecer a Feira Hippie. Ela acontece ao lado da rodoviária, e a Feira do Cerrado, ao lado do Estádio Serra Dourada. É um bom local para comprar produtos e comidas típicas.

Entre as opções de hospedagem estão o Castro’s Park Hotel e o Holiday Inn no setor Oeste, e o Plaza Inn Augustus na região central.

7. Navegantes

Navegantes é conhecida por seu aeroporto que facilita o acesso a outras regiões do estado, como Balneário Camboriú e Blumenau, mas o município também tem bons atrativos para os turistas.

A orla tem água limpa e é excelente para lazer e descanso. Ela está dividida entre as praias Central, Meia Praia, Praia da Ponta e Gravatá. Outros locais para visitação são a Gruta de Nossa Senhora de Guadalupe e o Santuário de Nossa Senhora de Navegantes.

A praia do Gravatá tem boa infraestrutura para alimentação, com restaurantes, churrascarias e pizzarias, uma sugestão é o Restaurante Zen. No centro, a dica é o Bistrô Sinestesia.

Por ser uma cidade pequena, a rede hoteleira não é tão variada, mas algumas opções são a Pousada Recanto do Mar e a Pousada Estalagem dos Navegantes.

Essas foram nossas dicas de destinos para visitar no feriado de 7 de setembro! Analise a lista e escolha aquela que for mais adequada a seu perfil e ao orçamento que você tem para o passeio.

Além de definir o local ideal para sua viagem, também é importante reservar as passagens aéreas. Para isso, visite nosso site e escolha o melhor voo!

Muitas pessoas deixam a viagem dos sonhos de lado por questões financeiras ou falta de tempo. Isso também acontece com você, não é mesmo? A boa notícia é que com um pouco de planejamento é possível visitar aquele destino que você tanto deseja conhecer!

Além de sair da rotina e apreciar belas paisagens, essa é uma oportunidade de passar alguns dias mais próxima da família e vivenciar novas experiências.

Quer saber então como organizar uma viagem em pouco tempo e realizá-la ainda este ano? Então acompanhe o texto e veja nossas dicas!

Escolha um destino

São tantos locais interessantes que é praticamente impossível ter uma única viagem dos sonhos, não é mesmo? Sendo assim, o primeiro passo para organizá-la é definir a cidade ou região que você quer visitar.

Avalie seus interesses e pergunte a seus companheiros de viagem (filhos, cônjuge, amigos, etc) para onde eles gostariam de ir. Depois disso, estabeleça seu orçamento e o período de viagem. Abaixo, separamos alguns destinos para inspirá-la. Confira!

Florianópolis

A região é uma excelente opção para as férias de verão e para períodos fora de temporada. Ela tem praias para diversos públicos: famílias, jovens, aventureiros, etc.

Jurerê é uma das praias mais conhecidas e é indicada para quem gosta de boa infraestrutura e agito noturno. As famílias e os praticantes de surf e esportes mais radicais também podem se divertir em outro cartão-postal: a Praia da Joaquina. O local conta com boas ondas, passeio nas dunas e um trecho com mar mais calmo e água cristalina.

Um passeio imperdível na cidade é para a Ilha do Campeche. A travessia é feita por pequenas embarcações que levam os visitantes até a ilha, onde é possível ver pinturas rupestres, fazer mergulhos e aproveitar uma praia limpa e calma.

Aracaju

A capital sergipana encanta os turistas pela infraestrutura e hospitalidade de seus moradores e tem uma das melhores festas juninas do Brasil.

Entre as praias mais conhecidas está a do Atalaia — praia urbana com calçadão e boa infraestrutura de quiosques —, onde se localiza a Passarela do Caranguejo, com grande diversidade de bares e restaurantes.

Outro atrativo da região, considerado um dos passeios mais bonitos em Sergipe, é o Cânion do Xingó, no Rio São Francisco. Para conhecê-lo é preciso ir até o município de Canindé, a 200 quilômetros de Aracaju, e realizar o passeio com escuna ou catamarã.

Ilhéus

A cidade é conhecida como o cenário das obras de Jorge Amado. Mas além de sua importância cultural e histórica, também oferece belas praias aos turistas que a visitam.

A Praia dos Milionários é uma das mais movimentadas e uma ótima opção para lazer. Uma alternativa interessante para quem prioriza infraestrutura e quiosques com bons aperitivos é a Praia do Sul.

Ilhéus é um ótimo destino para quem busca dias de descanso em meio a belas paisagens e conta com uma boa rede hoteleira e opções de resorts.

Brasília

Brasília é muito mais que um ambiente de políticos. Conhecida mundialmente por sua arquitetura, com construções assinadas por Oscar Niemeyer e projeto paisagístico de Burle Marx, a cidade é considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pelo conjunto arquitetônico e urbanístico, atraindo turistas de diversas regiões do país.

Além de todos esses atrativos, nossa capital tem espaços interessantes para a visita, como o Museu de Valores do Banco Central, onde é possível conhecer milhares de cédulas e moedas nacionais e estrangeiras, e a Catedral Metropolitana, um dos mais belos pontos turísticos.

Uma boa sugestão para quem viaja com crianças é o Parque Nacional de Brasília, uma área de conservação ambiental com piscinas naturais para refrescar os visitantes nos dias de calor.

Bogotá

Bogotá é perfeita para quem busca boa gastronomia e diversidade de hotéis e museus. A capital colombiana esteve presente na lista 2017 da revista Forbes de melhores cidades para se visitar.

Não são somente os restaurantes e museus que encantam os visitantes; o destino já foi eleito a Capital Mundial do Livro pela Unesco e é reconhecida pelo órgão com uma cidade criativa e com rica cena musical. Sendo assim, quem gosta de cultura, agito e vida noturna vai encontrar boas opções por lá.

Santiago

A capital chilena é uma excelente opção em qualquer época do ano. Os dias mais quentes são propícios para um passeio pelo centro histórico e para as vinícolas da região. Já no inverno, o local recebe inúmeros turistas que sobem as cordilheiras rumo às estações de esqui no Valle Nevado.

A gastronomia diversificada e rica em peixes e frutos do mar é outro atrativo. Quando você for a Santiago não deixe de experimentar os deliciosos vinhos chilenos e os pratos típicos da região, como a centolla, um caranguejo gigante.

Defina o período e a duração da viagem

Após escolher o destino, chegou o momento de definir o período e a duração da viagem. Se você tiver alguns dias livres entre os meses de setembro e novembro, aproveite essa época! O clima, geralmente, é mais agradável e muitos lugares são tranquilos.

Já quem planeja viajar nas férias de dezembro precisa se preparar para o movimento da alta temporada e um valor mais elevado em hotéis.

Faça um planejamento financeiro

O planejamento financeiro é outro passo fundamental para realizar a viagem dos sonhos. Afinal, é preciso saber quanto você precisará investir e se programar para isso.

Muitas pessoas desistem das viagens para destinos mais longes por acreditar que os valores estarão fora de seu orçamento familiar. Porém, com uma boa pesquisa e organização financeira, é perfeitamente possível visitar esses locais.

Ficar de olho nas promoções de voos é uma excelente estratégia para encontrar passagens áreas com bons valores. Se você tiver uma data flexível para o passeio, conseguirá economizar ainda mais nesse item.

Portanto, fique atento aos sites de promoção e faça o cadastro nos sites das companhias aéreas para receber informativos sobre descontos.

Analisar a forma de pagamento também é algo positivo para encaixar a viagem no orçamento da família. Você pode dividir o valor das passagens em até 10 vezes, por exemplo, no caso dos destinos internacionais e, assim, conseguir equilibrá-las com seus gastos mensais.

A maioria dos destinos turísticos tem uma grande rede hoteleira com preços variáveis. Por isso, pesquise bem e selecione as opções que tiverem o melhor custo-benefício.

Outro passo importante para definir o orçamento da viagem é verificar os passeios da região para ter uma ideia dos custos disso. Priorize aquilo que achar mais interessante e corte gastos desnecessários para aproveitar a viagem sem fazer dívidas.

Monte o roteiro de sua viagem dos sonhos

Com o local escolhido e as passagens compradas, comece a planejar o roteiro de sua viagem para aproveitar melhor a região durante os dias que você ficará por lá. Aqui em nosso blog você poderá encontrar dicas sobre os mais diversos destinos.

Selecione os principais pontos turísticos que deseja conhecer. Inclua passeios, restaurantes, entre outros itens, e não se esqueça de equilibrar as atrações para que o roteiro não fique muito corrido e você consiga se divertir na viagem.

Viu só como é possível organizar uma viagem dos sonhos? Então não perca tempo, aproveite as dicas do texto e comece o planejamento da sua hoje mesmo!

Quer economizar em sua próxima viagem? Uma das formas de fazer isso é viajar na baixa temporada! Confira nosso texto sobre o assunto!

 

A Baixa Temporada é a época do ano em que um destino é menos procurado pelos viajantes. O período é perfeito para quem quer aproveitar melhor o lugar visitado e economizar na viagem. Confira as vantagens de viajar na baixa temporada:

#1 Passagens aéreas em promoção

As companhias aéreas costumam realizar grandes saldões de passagens aéreas para a Baixa Temporada. Com exceção dos feriados, esse é geralmente o período de embarque determinado nas tarifas promocionais. Ideal para quem está “paquerando” aquele destino mais distante.

#2 Lugares mais vazios

Se você não gosta de pegar filas gigantes em atrações turísticas, disputar espaço na praia, não tem paciência de esperar para conseguir uma mesa no restaurante e prefere conviver mais com os moradores locais do que com outros turistas, essa é a época perfeita para você viajar!

#3 Fotos melhores

As fotografias ficam bem melhores quando não tem um monte de pessoas disputando espaço com os monumentos, as paisagens ou os edifícios. Será mais fácil conseguir capturar as imagens desejadas e achar o melhor ângulo para o clique.

#4 Refeições mais baratas

Os preços das comidas e bebidas geralmente aumentam na Alta Temporada. Sendo assim, na Baixa, é possível gastar menos nas refeições, comer nos restaurantes mais disputados e economizar nesse que é um dos maiores gastos de uma viagem.

#5 Economia na hospedagem

Hotéis, pousadas, aluguel de casas e até hostel ficam mais baratos na Baixa Temporada. O preço das diárias podem cair até 50% em comparação à época de grande procura por hospedagem.

#6 Queda no preço dos passeios

Os passeios turísticos ficam bem mais baratos quando a procura não é tão grande. Sem contar que é possível fazer melhores negociações de preço. Ideal para quem quer conhecer mais lugares, gastando menos.

Quando é a Baixa Temporada?

No Brasil, a Baixa Temporada acontece nos meses de março, abril, maio, agosto, setembro, outubro e novembro. Já a Alta Temporada ocorre nos meses de férias escolares: dezembro, janeiro, fevereiro, junho e julho.

 

Para onde viajar na Baixa Temporada?

Veja alguns exemplos de destinos que valem a pena ser visitados na Baixa Temporada: Porto de Galinhas, Maceió, Natal, Bonito, Serra Gaúcha, Fortaleza, Foz do Iguaçu, Balneário Camboriú, Caldas Novas, Campos do Jordão, Minas Gerais e Santiago.

Aproveite as ofertas de passagem aérea para Baixa Temporada!

Escolha o seu próximo destino!