Tag

Buenos Aires

Relatos

Mi Fin de Año. Ou melhor, MEU REVEIÃO.

19 de agosto de 2014 0 comentário

IMG_4150

Estima-se que 2 milhões de brasileiros vão passar o Réveillon em Copacabana. Os outros 198 milhões com certeza estarão em Buenos Aires.

Eu já fui um desses.

Sem querer pagar de chato, mas é estranho fazer uma viagem internacional e ver as mesmas pessoas que você está acostumado a ver todos os dias. É que nem ir a uma casa de strip-tease pra ver um, digamos, pessoal diferente e encontrar a sua própria esposa.

Tinha horas que eu pensava.

– Poxa, eu queria só ver uma argentininha. Acho que vou pra Floripa.

Dica: se você quer viajar com sua amante ou fazer alguma coisa errada no final de ano, não vá para Buenos Aires. Você não está se escondendo de ninguém. Fica em São Paulo que tem menos gente.

Agora eu entendo porque acham que Buenos Aires é a capital do Brasil. O americano chega lá e só encontra brasileiro.

Nem castelhano mais o pessoal fala. Você entra numa loja e a galera se comunica em português com as atendentes. Dá muita dó.

-Aí ó, essa parada aqui ó,….tem essa bagacinha muito louca na cor vermelha???

– Como??? No compreendo!!!!

-Veeeeeeeerrrrrrrrr meeeeeeeeeee lhaaaaaaaaaa….po, num fala minnha lingua???

Pior que na maioria dos casos, os argentinos é que têm que se adaptar. Juro que uma vez vi um argentino mandando um “ És Nosotros”. Juro.

Quem nunca foi em Buenos Aires no final do ano nem tem ideia. Tem tanto brasileiro que uma hora eu jurava que o funcionário da loja ia perguntar:

-Nota fiscal paulista, senhor?

Me dá a impressão que os argentinos ficam em Buenos Aires no fim de ano só para aprender português. Eles pensam:

– Carnaval tá chegando e eu preciso aprender português? Vou trabalhar na loja da Nike então. Pra aprender português. És nosotro.

Mas enfim, tirando isso meu réveillon foi bem legal. Peguei 9 suecas durante os fogos de artifício e no fim subi num palco e toquei Sweet Child O Mine para 55 mil pessoas. Tá bom vai, não vou mentir. Com certeza você tava por lá e viu que não foi assim.

Saco, viu? Que vantagem tem você viajar para um lugar e quando voltar não poder mentir? Eu hein, que falta de graça.

Internacionais

Tener en casa a tu papa…

24 de julho de 2014 0 comentário

Buenos

Você pode tirar o Maior Evento de Futebol do Mundo de dentro do fã de futebol, mas não tira o fã de futebol de dentro do Maior Evento de Futebol do Mundo. É por isso que, mesmo após o fim do grande evento futebolístico e mesmo com a performance aquém do esperado  da seleção brasileira, sigo usando este maravilhoso campeonato de mote para minhas colunas. Como usei de pano de fundo a Alemanha para escrever o último texto (leia aqui sobre a minha cidade favorita no país: Munique), achei que seria justo e oportuno falar sobre minha cidade favorita no país vice-campeão, nosso co-irmão sulamericano, a Argentina. E, dentro dela, a sua cidade que mais me encanta, a capital Buenos Aires.

 

Tirando de lado as rivalidades no campo esportivo acho esse antagonismo com nossos Hermanos uma tremenda bobagem. Sempre fui muito bem tratado e tenho grandes amigos argentinos. Conseguimos deixar nossas diferenças (e provocações) restritas a nossos respectivos clubes e seleções nacionais. Salvo um recalquezinho fruto de diferenças de situação econômica pontuais, ou um ranço pessoal bobo de um lado ou de outro, esse intercâmbio no mercosul é muito bacana. A verdade é que nossos vizinhos mais marrentos tem muito a nos ensinar. BsAs tem mais livrarias que em todo o Brasil, as Mães da Plaza de Mayo mostram o quão mais politizado é o povo argentino do que o brasileiro,  transporte público dá show em qualquer cidade do Brasil… E por aí vai.

 

Vou aproveitar e citar aqui alguns lugares bacanas de visitar na cidade. Nada de Café Tortoni, Obelisco, Livraria Ateneo… que apesar de interessantes você encontra em qualquer roteiro mequetrefe sobre a cidade. Seguem as Dicas Alternativas de Buenos Aires por André Fran!

 

–          Mine: hotel com design moderno e ao mesmo tempo aconchegante que fica na badalada Palermo Soho.

–          Patio del Liceo: mercado alternativo de artes. Para a galera hipster passear e apreciar.

–          Villa Crespo: break para a namorada. Ruazinha fashion com várias lojas e outlets. Compras.

–          Fifi Almacén: restaurante super charmoso. Parece memso um armazém moderno. Sanduiches, empanadas, wraps… tudo de primeira!

–          Casa-Chic: hotel, loja de decoração e restaurante. Três em um com uma característica em comum: tudo muito fofinho. Perfeito para casais enamorados.

–          Nina Bakery: é tipo a Magonlia Bakery (NY) de Buenos Aires. Só que maior e mais chiquezinha. Ou talvez uma CheeseCake Factory só que não cafona.

 

Essas foram as minhas dicas diferentes de Buenos Aires. Quais são as de vocês?

Capa Buenos Aires

Seja para um final de semana ou para o período de férias, Buenos Aires é um dos destinos preferidos dos brasileiros. A distância, o charme e o os preços são os principais fatores que tornam a capital argentina tão convidativa.

Separamos, então, dicas de passeios, hotéis e restaurantes para agradar a todos os estilos.

Se você está indo pela primeira vez, não pode deixar de conhecer os tradicionais pontos turísticos: Puerto Madero, Casa Rosada, Galerias Pacífico, Caminito, Cemitério da Recoleta, o Obelisco etc.

Puerto Madero é o lugar certo para comer. Seja no almoço ou no jantar, a região oferece várias opções desde as tradicionais carnes argentinas até a mais alta gastronomia internacional. Isso sem falar que é um ótimo lugar para caminhar e apreciar a vista.

Para quem está a fim de fazer compras, Buenos Aires oferece diversas opções. Lá você encontra desde os tradicionais shoppings, até famosas ruas como a Florida que são um verdadeiro reduto dos apaixonados por roupas acessórios e artesanato. Isso sem falar nas feirinhas de rua que são um verdadeiro charme!

Hotel Faena

Faena Hotel

Outro capítulo a parte da capital portenha são os hotéis, existem opções para todos os bolsos e estilos.

Se você está procurando por luxo e extravagância, o seu hotel é o Faena. Inaugurado em 2004 em um edifício de 1902, o hotel prima por uma decoração exótica, luxuosa e vintage. Tem uma piscina com um enorme chafariz em forma de coroa e oferece duas opções de restaurante, um mais clássico e outro mais contemporâneo.

Home Hotel

Se você é mais descolado, o seu hotel é o Home Hotel. Com a proposta de ser a sua casa, o hotel tem um clima descontraído e informal e tem como ponto forte o jardim e sua piscina climatizada.

 

Para conhecer um pouco mais de Buenos Aires e conferir outras opções de hotéis, não deixe de acompanhar a matéria da Jornalista Camila Blathazar e do fotógrafo Marcos Trinca na nossa revista de bordo, ou através do site www.aviancaemrevista.com.br