Tag

Hotéis

DestinosHospedagemInternacionais

Um dia de Rei

8 de julho de 2015 0 comentário

Screen Shot 2015-03-25 at 16.44.10

Viajar não é só uma realocação física. Viajar muitas vezes é como se transportar para um outro tempo. É incrível passear por entre resquícios de monumentos históricos, ruínas de templos espetaculares ou galerias com artefatos milenares, é como ter uma amostra do que nossos antepassados vivenciaram séculos atrás. Mas nada pode ser mais decepcionante do que após um dia inteiro passeando pelas raízes históricas de nosso mundo, ser trazido de volta a realidade ao voltar para um hotel . Quartos funcionais com decoração asséptica, lobbys moderninhos deslocados de seu cenário, tentativas de luxo que resultam na tradução mais perfeita da cafonice… são um choque para o imaginário de qualquer viajante. Mas há um lugar onde esse drama não só é evitado como a experiência lúdica de sua viagem ainda é elevada a décima potencia: o Four Seasons Hotel emFlorença, na Itália.

Screen Shot 2015-03-25 at 16.44.57

Poucos países do mundo permitem ao turista ter a sensação de atravessar uma fenda temporal como na Itália. E, entre tantas cidades e regiões italianas belíssimas e ricas em história, Florença consegue ter um lugar especial. O charme de uma das mais bonitas e antigas cidades do mundo, capital da bela região da Toscana.  Um dia passeando pela histórica Ponte Vecchio ou degustando um Gelattoapreciando a inigualável fachada da Catedral Duomo só poderia ficar ainda mais especial quando seu porto seguro é uma das luxuosas suítes do Four Seasons local.

Screen Shot 2015-03-25 at 16.44.28

Você se sente como um Rei medieval adentrando seu palácio do momento que pisa no lobby do hotel. Até porque o hotel fica de fato em um palácio Renascentista com mais de quinhentos anos totalmente reformado.  O luxo característico da rede de Four Seasons ganha aqui uma decoração de época que parece um passaporte para um dos quadros de Michelangelo pendurado nas paredes da Galeria Uffizi. Você sente um membro da nobreza real italiana adentrando seus aposentos alguns séculos atrás. Mas tudo com os serviços e amenidades dos reis modernos: wifi, spa, restaurante quatro estrelas Michelin e etc.

A cada manhã era difícil acordar naquele quarto de delicada opulência digna de Luís XIV e deixar a cama que parecia um ninho gigantesco de edredons brancos. O esforço era recompensado quando você chegava no banheiro e se deparava com uma banheira branca daquelas que Maria Antonieta devia tomar seus banhos de leite. O café da manhã era outra dificuldade, dessa vez para escolher entre as opções dos melhores queijos, prosciutos locais, bolos, paninis e sucos feitos na hora. Se você preferisse não deixar o hotel, poderia aproveitar para percorrer um dos maiores jardins particulares de Florença, decorado com obras de arte modernas e uma vista privilegiada da cúpula do Duomo ao entardecer. As diversas opções de massagem no SPA só reforçam seu imaginário de sultão renascentista, enquanto cada nó de seu corpo é desfeito por uma profissional massoterapeuta em um ambiente decorado com esculturas e afrescos que remetem a Itália de reis e rainhas.

Screen Shot 2015-03-25 at 16.45.29

Mais do que todo esse luxo e cuidado arquitetônico, o que encanta no Four Seasons de Firenze é a forma como ele se insere no imaginário de uma Florença antiga, uma das cidades mais ricas da Europa medieval e berço da Renassença. Não que Florença hoje esteja em decadência, pelo contrário. A cidade permanece uma das grandes atrações da Europa para quem procura história, cultura, beleza clássica, boa cozinha e ambientes cosmopolitas. Mas nada como, mesmo que por uma dia, poder viajar no tempo para um ambiente de luxo e nobreza. Nada como morar em um castelo medieval, mesmo que n centro da moderna Florença. E nada como se sentir como um Rei, mesmo sendo… bom, sendo você! 😉

DestinosNacionaisRecife

Dias felizes, Dias compartilhados

16 de outubro de 2014 1 Comentário

 

IMG_20140913_101846

 

Mês passado foi um mês pra lá de bom na minha vida, rs. Afinal, para mim a felicidade se resume em poucas palavras: viagem, amigas,  comida e família.  É isso e nada mais.
E mês passado tive todas essas palavras juntas em um fim de semana qualquer de Setembro.
Fomos eu, minha irmã,  minha prima e 3 super amigas para Recife, no mais que maravilhoso Resort Nannai!  Apenas um fim de semana, mas o bastante para engordar uns bons kilos,  dar muita risada e pegar “aquele” bronzeado!
Não foi a primeira vez que fui ao Nannai,  ano passado fui com minhas tias dar uma aula gastronômica para os hóspedes, e foi ai que conheci e me apaixonei por esse resort.
Muuita gente tem preconceito com “resorts”, falam que é só pra casais ou para mais velhos. Escrevo esse texto para acabar de uma vez com essa lenda! Fui uma vez com a família e uma vez com amigos e digo que com certeza,  foi uma das melhores viagens que já fiz! É a viagem perfeita para ter por poucos dias daquela vida que “pedimos a Deus”: água de coco,  sombra e água fresca!
Todos os funcionários são absurdamente simpáticos,  e fomos bem atendidas do começo ao fim!
No último dia já viramos amigas de pelo menos uns 4 garçons, rs!
O Nannai fica próximo de Porto de Galinhas,  e fora toda estrutura interna que eles oferecem, ainda tem uma agência de passeios dentro do Resort para todos ficarem por dentro das programações diárias e lugares incríveis para conhecer!
Dexei a melhor parte pro final…. comida! Vocês não podem imaginar o que é aquilo….!

IMG-20140914-WA0022

O café da manhã é gigante e não dá nem pra saber por onde começar.  Almoço com um Buffet mais que completo e, pasmem, antes do jantar tem mais uma refeição,  o Chá da Tarde, e é aí que a coisa pega! Tapioca,  torrada estrelada,  omelete,  mil bolos, mil pães,  suco de cajá,  suco de siriguela e outra delícias maravilhosas que o Nordeste oferece!
Ah e pra você curtir o dia na piscina, eles ainda oferecem uma batida de coco e goiaba, quantas vezes você quiser, e para quem quiser!
Enfim, poderia ficar escrevendo 10 mil linhas sobre as coisas boas de lá,  mas acho que vocês já entenderam né?! É tudo de bom!
Eu recomendo, pegue o próximo avião com destino a Recife e vai curtir uns dias de Rainha no Nannai!

hoteluruguai_ok

 

Eu já disse no meu livro e não canso de repetir, uma das dicas mais importantes ao traçar um roteiro de viagem é: qualidade de internet. Não vamos ser hipócritas de dizer que na viagem queremos nos desconectar, que na hora da refeição o importante é a companhia, que mais importante é curtir o passeio do que registra-lo… bla, bla, bla. Ok, grande parte disso é verdade, mas hoje em dia já aprendemos a (com uma boa dose de bom senso) saber utilizar o melhor da internet para o nosso proveito. Óbvio que não estou aconselhando alguém a ficar checando o Twitter durante um jantar romântico, mas de volta ao hotel após um dia intenso de passeios também é legal editar e selecionar fotos para mostrar a amigos e parentes.

 

A internet móvel então se tornou uma mão na roda que pode inclusive otimizar a sua viagem em 90% (números não-oficiais oriundos de nenhum estudo, apenas chute meu)! Ninguém quer perder tempo perdido na estrada quando poderia ter um GPS na palma da mão? Google Maps e Waze estão aí para isso. Porque jantar em uma lanchonete sem graça de uma cadeia de restaurante sem personalidade só porque não sabia que bem ao lado havia uma descolada e convidativa taverna com o melhor da comida típica do país que você está visitando? Foursquare pode te salvar de uma enrascada como essa. Está rodando há horas atrás daquele local especial e escondido que seus amigos reais lhe recomendaram só porque não consegue pedir informação no idioma local? Language Translator. Perdeu grana na conversão do seu dindin em moeda local? XE Currency.

 

Por esses e muitos outros motivos eu tento sempre incluir passeios interessantes, visitas culturais, museus inovadores, restaurantes imperdíveis e…. um hotel com acesso bom e rápido a internet. Por mais que não tenha como ou eu não esteja a fim de pagar as taxas exorbitantes para ter acesso a internet celular no estrangeiro, ao menos no hotel eu quero poder checar meus e-mails e fazer uso dos benefícios que a grande rede pode trazer para a minha viagem (seja ela de mochilão ou de casal ou aventureira ou cultural…).

 

E o grande destaque dessa coluna é o site que descobri recentemente e que muito tem me ajudado nessa tarefa. Hotel WiFi Speed Test (http://www.hotelwifitest.com/). A função do site é simplesmente elencar um ranking de hotéis baseados na qualidade de seus WiFis. Você entra nas principais cidades turísticas do mundo e em cada uma delas tem um ranking listando seus hotéis de acordo com o poder de suas conexões. Você pode também procurar por hotel e fazer a sua avaliação. O site recomenda que se todos compartilharmos nossas avaliações nas redes sociais estaremos forçando os hotéis e garantirem um bom serviço de internet. Eu vou fazer a minha parte! E você? J

MOVICH CHICO 97 - Bogotá

Hotel Movich Chicó 97 – Bogotá Colombia

 

Ficar em hotéis de aeroporto é sempre a última solução. Além de serem totalmente provisórios, a própria noção de que são a única opção do viajante extenuado os torna incrivelmente caros. Sem graça e sem luxo, geralmente apenas a possibilidade do viajante em escalas longas e cansados de voos em sequencia poder tomar uma chuveirada razoavelmente decente e deitar em algo que não seja os assentos do aeroporto ou o chão.

 

Mas hoje em dia alguns aeroportos e cadeias de hotel veem essas estalagens provisórias com mais carinho. Uma forma inteligente de criar um diferencial onde a maioria não se esforça muito em oferecer algo mais do que o básico.

 

Colômbia- Ao lado do aeroporto de El Dorado, em Boigotá, há um hotel Aloft que prima pelo design moderno, cores fortes e ambientes dignos de um longe super cool! Descanso em ambiente agradável que pode render até uma diversão no movimentado bar durante a noite.

 

Chile– Considerados um dos hotéis de aeroporto mais bonitos do mundo, o Hilton Garden Inn, de Santiago, combina uma decoração de pedras e madeira criando um ar rústico e ao mesmo tempo elegante para quem precisa de nada além de um pouso seguro para o pernoite. Tem até lareira!

 

MOVICH CITY BUSINESS - Bogotá CAPA

Hotel Movich City Business – Bogotá Colombia

 

Nova Zelândia– O Novotel do aeroporto de Aukland tem decoração no estilo Maori, em homenagem a cultura local. Além de usar várias espécies de plantas em sua decoração. Mas o que faz a diferença mesmo são os vidros especiais reforçados que não deixam passar o barulho infernal dos aviões que pousam e decolam por ali.

 

Coreia do Sul– O hotel interno do aeroporto de Seoul tem um shopping temático e todos os seus quartos tem entretenimento particular com telas de touch screen. Coisa rara de ver nos melhores hotéis em qualquer cidade!

 

Los Angeles– O Custom Hotel a minutos do famoso LAX se destaca pelo design divertido de sua arquitetura, decoração e até o uniforme dos funcionários que faz referencia à clássica indumentária das aeromoças da PanAm.

 

Berlim– Inaugurado no início desse ano, o  Steingerberger Hotel talvez seja o ápice dos hotéis de aeroporto. São mais de 300 quartos, piscina de fundo infinito, salão de ginástica, sauna, restaurantes… É para dar vontade de nem sair dali.

 

 

André Fran é um dos criadores/apresentadores da série de TV “Não Conta lá em Casa” (Multishow), onde quatro amigos encaram os roteiros mais polêmicos do planeta e semanalmente escreve aqui no nosso blog!