Tag

NY

Culturais

Futebol e Viagens

3 de fevereiro de 2015 0 comentário

 

Vista do Apartamento em Miami

Fala pessoal! Hoje inicio a minha parceria aqui no blog da Avianca e pra começar, nada melhor do que falar um pouco sobre essa reestruturação da Seleção Brasileira sob o comando do Dunga. Eu assisti aos dois primeiros jogos do Brasil dessa nova era, em Miami contra a Colômbia (1×0 com golaço de falta do Neymar) e em Nova York contra o Equador (1×0 com gol de Willian, após jogada ensaiada em cobrança de falta e passe do Neymar), e quero dividir com vocês as minhas impressões.

Eu acho que por ser início de trabalho, os dois resultados foram bons, apesar do nível de jogo ainda não ter melhorado muito. Acho que o Dunga vai ter muito trabalho, principalmente para encontrar um padrão de jogo, mas depois do grande desastre do Brasil em julho, acredito que ele começou com o pé direito.

Foi fantástico poder assistir aos jogos do Brasil na arquibancada. Eu tive pouquíssimas oportunidades de ver a Seleção no estádio como torcedor, só fui durante Copa e agora nesses dois jogos. É incrível a maneira como o americano e os latinos, de modo geral, tem encarado esta nova fase do futebol nos Estados Unidos. A liga americana está evoluindo muito rápido e está investindo pesado em contratações para tornar o “nosso” futebol mais atrativo por lá. Basta ver as últimas contratações: Kaká, Thierry Henry, Lampard, David Villa entre outros. É ou não é um time de peso?

Agora, não podia deixar de falar um pouco das cidades que fui assistir aos jogos do Brasil, né? Foi a primeira vez que eu fui para Miami e foi maravilhoso. Suas famosas praias fazem jus à fama, com águas quentes e tranquilas, são ótimas para relaxar com os amigos ou com a família. Onde fiquei, tinha vista para a Baía de Miami (foto) e era ao lado da praia. Outra dica de Miami é o Estádio do Miami Dolphins, que abrigou o jogo da seleção. É um estádio incrível, com capacidade para mais de 74 mil pessoas e que quebrou seu recorde de espectadores no jogo do Brasil. Ele tem fácil acesso e uma estrutura que não fica devendo nada para os estádios que joguei na Europa e também os novos estádios aqui no Brasil.

Já em Nova York, cidade que fui pela primeira vez como jogador do Barcelona, destaco seus principais cartões postais. E não importa se você está indo pela primeira vez ou se já conhece, todo mundo que visita NY tem que passear pela famosa Quinta Avenida, pela Brodway, e conhecer a estátua da Liberdade. Mas a “Big Apple” também tem várias outras atrações como bons restaurantes e lugares para fazer compras.  Um passeio que ainda não consegui fazer, mas que está na minha lista para a minha próxima visita, é dar uma volta na Balsa de Staten Island, que dizem ter uma vista única da cidade.

Quando fui pra NY pela primeira vez, com o Barcelona em 2006, ficamos na Quinta Avenida, no Hotel Continental, que é bem conhecido por lá. A gente teve um dia e meio de folga e nossa primeira parada foi no marco zero onde tinham as torres gêmeas. Uma história curiosa é que cada jogador ganhou um bônus de três mil dólares da nossa patrocinadora, e eu e o Sylvinho (lateral esquerdo) decidimos ir direto a uma loja que fica no centro de Nova York, para fazer compras. Acabamos saindo carregados com duas malas super grandes cada um. Estávamos tão empolgados, que mesmo depois de horas de compra e quase 2 horas para chegar ao hotel, decidimos sair para conhecer a cidade. Aproveitamos muito bem o nosso dia e meio de folga!

Você que ainda não conhece os Estados Unidos, vale realmente a pena tirar um tempo de férias, pegar um bom plano de viagem e aproveitar para conhecer Miami e Nova York, que são destinos fantásticos, com bons restaurantes, bons passeios e boas praias. Então fica a minha dica, um grande abraço para todos e até o próximo texto aqui no Blog da Avianca onde eu vou contar um pouco das histórias, bastidores e curiosidades do mundo da bola e dos lugares que eu conheci por ai.

 

Meu nome é Renata Vanzetto, sou chef de cozinha dos restaurantes Marakuthai – em Ilhabela e São Paulo – e sou uma pessoa extremamente viciada em comida e tudo que gira em torno dela. Um dos meus grandes prazeres, já que cozinhar para mim é sinônimo de trabalho, é jantar fora.

 Estou sempre conhecendo novos restaurantes e voltando naqueles que amo. Ha mais ou menos 3 anos estou investindo nos internacionais em tours gastronômicos pelo mundo. Acabo de voltar de Nova York , passei uma semana lá  descobrindo todas as novidades do mundo das panelas. Foi tao bom que engordei 2,5 kg em 6 dias. Como? É fácil, só seguir minhas regras de viagem:

Renata 6

1- Não desperdiçar  nenhuma refeição, sem essa de tomar um mega café para pular o almoço.

2- Levar muito Eno na mala, a ideia é comer demais e pode ser que você tenha azia.

3- Roupas largas. No final você vai precisar delas, pode acreditar.

4- Fazer tudo a pé, para perder um pouco do peso na consciência.

5- Não economizar em comida, controle o cartão em lojinhas!

6- Não pule etapas. Tem que ter entrada, prato e sobremesa, se não, não valeu

7- Sair do Brasil com todas as reservas nos restôs que são muito bombásticos. Nem pensar em ficar para fora.

8- Além de todas as refeições, jamais esqueça a hora do café com direito a docinhos.

9- Nunca, jamais, never… viajar e não conhecer um mercado local e a melhor loja de utensílios de cozinha.

10- E para finalizar, o mais importante, la fora não existe caloria entendeu? É psicológico, isso não existe, nada de ligar para essa besteira. Rs!!

Renata 5

Segui todas as  minhas  regras e fiz uma viagem maravilhosa. Foi a quarta vez que fui para NY e não será a última. Com certeza é um dos melhores lugares do mundo para se comer BEM! Tem lugares que sempre volto, como o Spotted Pig, restaurantezinho badalado com a decor toda inspirada em porquinhos. É bem under ground, som alto, garçons moderninhos, o hambúrguer de lá para mim é um dos melhores da cidade. O Balthazar é um clássico, fica no Soho, é super famoso por lá. É um restaurante mais clássico, comida francesa, preço salgadinho mais o brunch de lá é um dos mais bacanas da city , vale a pena conhecer, só cuidado com o português, os brasileiros batem ponto lá.

Além desses, tenho que citar o Pastis, o Café Habana ( nunca, absolutamente jamais, vá a NY e não coma o milho mexican style do Café Habana, é o melhor milho do mundo). Tem também o La Esquina, bar/ restaurante super style, você tem que descer uma escada que passa dentro da cozinha para chegar nele, é demais!! Lá dentro bomba de gente bonita, som bom, drinks maravilhosos e o melhor, comida boa. Faça reserva, é muito lotado, e cuidado, não se engane, quando chegar no La Esquina peça para descer, muitos desavisados ficam na parte de cima que não tem graça nenhuma. Esses são meus queridinhos que eu sempre repito, agora vamos as novidades.

 Renata 4

A sensação do momento na “big apple” eram o ACME e o NoMad – esses dois acabaram de abrir – estão super na mídia tanto de lá quanto aqui no Brasil, li muita coisa sobre eles falando bem.

Tive um mega jantar no Acme, provei 8 entradas, 3 pratos e 2 sobremesas, foi de sair rolando, estava tudo muito bom. O chef é ex Noma, por isso, fui com uma expectativa grande. O ambiente é gostoso, nada muito formal graças a Deus.

Já no NoMad não posso falar a mesma coisa, infelizmente me atrasei e perdi meu horário, só comi uns snacks no bar, quase chorei, sai em depressão. Fiz de tudo, mas não consegui nenhuma mesa. Vou ter que voltar só para ir no NoMad, rs. Ah, e diferente do Acme, o salão é super formal, pessoas sérias, silêncio e gente chique.

Conheci também o Mary’s Fish Camp, mi-nus-cu-looo! Tipo vinte e poucos lugares apertados e bomba muito. Fiquei 1 hora na fila de espera, mas valeu a pena! Os tomates verdes fritos e a salada picante de melão são inesquecíveis. Sonho com eles!!!!

 

A surpresa da viagem, foi o Pasta Basta. Uma amiga que mora lá há 25 anos falou que era o restaurante predileto dela e……… lá fomos nós. Óbvio que torci o nariz quando ela me falou que tinha uma pegada japonesa e italiana, achei esquisitérrimo!!!! Mas olha, só o fato de entrar naquele lugar e ver uma cozinha no meio do salão totalmente aberta já me ganhou. Tudo girava em torno da cozinha, sensacional! E não é que a comida também era demais? As lâminas de salmão com rabanete,wassabi e gelatina de sakê estavam incríveis. Destaque para a salada ceasar que vem uma alface romana inteira e para o Spaghetti que é finalizado dentro da peca de parmesão. De se jogar dentro!

 Renata 1

Essas são as dicas de restôs que acho que devem ser compartilhadas.

Além delas eu sempre recomendo ir no Eataly, mega mercado com restaurantezinhos dentro incríveis, é de pirar. Pra mim, o melhor lugar do mundo!!!

Ah, o Chelsea Market também é outro mercado muito bacana, dentro tem um lugar que vende lagostas e ostras frescas  muito bom!!!!

 

 Renata 2

Beijo, tchau, mês que vem tem mais textinhos engordativos!!!