Relatos

Turismo sustentável: saiba o que é essa nova tendência

27 de fevereiro de 2019 0 comentário

Viajar proporciona bem-estar e novas experiências, entre outros benefícios. Mas essa atividade também é capaz de gerar danos ao meio ambiente. Diante disso, o turismo sustentável tem grande importância para minimizar esse impacto e fortalecer a comunidade local.

De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), o turismo sustentável deve proteger o ambiente e os recursos naturais a fim de garantir o crescimento seguro da atividade. Ou seja, ao preservamos a região, contribuímos para que as futuras gerações tenham a chance de conhecê-la.

É fundamental entender o impacto gerado pelo turismo para mudar alguns hábitos e tornar a viagem positiva não só para a sua família, mas para toda a população. Quer saber mais? Então, acompanhe o post a seguir!

A importância do turismo sustentável

O setor de turismo é extremamente significativo. Além dos benefícios proporcionados ao viajante, ele gera empregos, movimenta a economia, promove o desenvolvimento de comunidades e divulga a cultura local.

No entanto, é importante que ele seja feito de forma sustentável, respeitando os moradores, os recursos naturais e o meio ambiente. Do contrário, pode se tornar predatório e afetar o ecossistema.

Um exemplo da situação acima aconteceu em algumas praias da Tailândia. Nos últimos anos, o governo precisou interromper o acesso a alguns destinos famosos para tentar reverter os danos ambientais. A enorme quantidade de visitantes, a movimentação excessiva de barcos e o lixo gerado prejudicaram o meio ambiente e os animais.

A responsabilidade pelo cuidado com o planeta deve ser de todos, governantes e população. Uma das iniciativas foi feita pela Organização das Nações Unidas (ONU), que declarou o ano de 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável. A ação contribuiu para divulgar esse conceito e estimular que o setor adote estratégias voltadas aos três pilares da sustentabilidade: econômico, social e ambiental.

Hoje em dia, há diversos destinos que evitam o turismo de massa, além de hotéis e pousadas que adotaram ações mais sustentáveis para poupar os recursos naturais e minimizar os impactos da atividade — como o uso de painéis solares, a coleta seletiva etc.

Como praticar turismo sustentável

Independentemente do destino — praias, montanhas ou grandes cidades —, é importante realizar um turismo consciente e estimular esse hábito entre os seus familiares. Em especial as crianças, para que elas aprendam a respeitar o espaço público e a natureza. Veja abaixo algumas dicas para isso.

Recolha o seu lixo

Essa primeira dica pode parecer óbvia, mas muitas pessoas ainda deixam o lixo para trás em praias, trilhas e parques, por exemplo.

Ao fazer passeios, tenha sempre um saquinho na mochila para recolher todo o lixo gerado. A recomendação é válida tanto para embalagens grandes quanto para itens menores, como bituca de cigarro e tampas de garrafas. Além disso, se o lugar contar com coleta seletiva, separe os materiais para depositá-los nas lixeiras adequadas.

Não retire nada do caminho

Muitas pessoas têm o costume de ir à praia e trazer uma conchinha de lembrança para a casa. A ação parece inofensiva, mas pode alterar o ecossistema, especialmente se pensarmos que diversos turistas fazem isso.

O mesmo acontece com peixes, estrelas do mar e outras espécies marítimas. Se você encontrar algum animal durante seus passeios, observe-o sem retirá-lo do seu habitat. A dica também vale para plantas e flores.

Dê preferência a alimentos da época e itens regionais

Um dos benefícios de viajar é conhecer a cultura local, o que inclui pratos e alimentos típicos. E isso ainda contribuiu para o turismo sustentável!

Ao dar preferência a itens regionais e da época seu consumo, você gera um impacto menor e reduz o uso de recursos para a produção e o transporte dos alimentos. Vai para o Nordeste? Então, que tal tomar um suco de caju? Além de ser uma delícia, a fruta é característica da região.

Valorize a comunidade local

Conhecer e valorizar a comunidade local é outro grande benefício do turismo. A atitude proporciona troca de saberes, novas experiências e desenvolvimento da região.

Uma das formas de fazer isso é comprar lembrancinhas de viagem produzidas por artesãos e moradores da comunidade.

Poupe recursos naturais

Há diversas maneiras de poupar recursos naturais, e isso pode ser feito tanto dentro de casa quanto em viagens. Ao sair do quarto do hotel, por exemplo, apague a luz e desligue o ar-condicionado ou ventilador. O uso da água também deve ser feito de forma consciente.

Outra estratégia é, se possível, optar por pousadas sustentáveis. Alguns estabelecimentos utilizam painéis solares para energia, água de reúso para descargas e limpeza da área externa, entre outras atitudes que reduzem o desperdício de recursos naturais.

Analise as opções de deslocamento no destino

Durante a viagem, é comum o uso de carro ou táxi para acessar os pontos turísticos. Mas, dependendo da localização da hospedagem, que tal fazer alguns percursos caminhando? Essa atitude é mais econômica e sustentável, e ainda permite que você conheça melhor o local. Sendo assim, antes de sair do hotel, verifique a distância e veja se há essa possibilidade.

Utilizar bicicleta também é uma boa alternativa. Hoje em dia, diversas hospedagens disponibilizam aluguel de bike. Além de não gerar poluição com o deslocamento, a atividade é positiva para a saúde e pode ser uma excelente atividade para fazer em família.

Evite o uso de plásticos

De acordo com um estudo realizado pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, mais de 95% do lixo presente em praias brasileiras tem plástico na composição. Garrafas, copos descartáveis, canudos e embalagens de sorvete foram alguns dos itens mais encontrados.

A situação é bastante preocupante e não acontece apenas em praias. Um comportamento que contribui para a redução do lixo durante a viagem é optar por garrafas e copos reutilizáveis, além de canudos de bambu ou inox, por exemplo.

O canudo, inclusive, representa um grande problema ambiental no mundo todo. Geralmente, ele é feito de material não biodegradável e pode demorar cerca de 200 anos para se decompor, além de chegar até o oceano e afetar a vida marinha.

Em 2018, o Rio de Janeiro foi a primeira capital do país a proibir o uso de canudos plásticos. Com a nova lei, os estabelecimentos devem oferecer canudos de papel ou de material biodegradável.

O turismo sustentável é extremamente significativo para garantir a preservação de qualquer destino, seja ele voltado para a natureza ou não. Afinal, áreas urbanas também enfrentam problemas de poluição e acúmulo de lixo. Por isso, é importante que todos adotem esse comportamento, e cada atitude conta!

E você, realiza um turismo consciente? Conte nos comentários!

Veja Também